aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘restauro automotivo’

a última peça!!!


Hoje, quase dois anos após concluido o restauro na oficina A M Marcelo, meu carro recebeu a última peça que faltava para transformá-lo em um veículo 100% original.
Delineado em azul o atuador eletromagnético do acelerador, que compensa a marcha lenta na operação do ar-condicionado.

Cinco mil e tantoss quilômetros rodados foram suficientes para corrigir 90% dos bugs pós reforma, sempre vai aparecer ainda alguma coisinha…

é isso, por fernando stickel [ 13:35 ]

“classic cars”


Nas últimas 4 ou 5 semanas sofri de recorrentes dores nas costas, acompanhadas de profundo mau humor… foram crises em cima de crises, fui ao médico, fisioterapeuta, fiz ressonância magnética, etc… etc…

Fui obrigado pelas circunstancias a zerar minha rotina matinal de exercícios, natação, etc… que foi substituída por repouso (argh!!!) e caminhadas de 30 metros no máximo…

O lado bom de tudo isso é que me concentrei na única coisa que é possível fazer nesta situação, sentar na cadeira Aeron, com bom suporte lombar, por 3 ou 4 horas diárias em frente ao computador e trabalhar no meu próximo projeto. O nome ainda não está definido, mas por enquanto vamos chama-lo de “CLASSIC CARS”.

Trata-se de um livro e de uma exposição de fotos sobre a minha paixão e experiência com carros clássicos, rallyes dos quais participei, restauros que fiz, amigos e parceiros que conquistei nesta jornada, e outras cositas mas…

O resultado deste trabalho (até agora…) após exame de mais de 70.000 imagens de minha lavra, desde 2003, são 230 imagens de carros clássicos, nas mais variadas situações, e 120 imagens das pessoas envolvidas neste fascinante assunto, ou seja, 350 imagens selecionadas a dedo…

Estimo que gastei neste esforço concentrado cerca de 120 horas de trabalho, e no mínimo mais do dobro disso desde que comecei a trabalhar nestas imagens, sem falar, é claro, do tempo envolvido na tomada das imagens, rallyes, passeios, visitas a coleções, encontros de amantes dos clássicos, acompanhamento do restauro de Mercedes-Benz e Porsche, viagens à Europa, Uruguai e Argentina, etc… etc…

Meu amigo, o fotógrafo Valdir Cruz teve importante participação neste processo, pois foi seguindo sua orientação para edição deste trabalho que pude chegar na seleção atual, finalizada hoje 27/12/2017. O próximo passo, que será dado em 2018 será imprimir estas 350 imagens e partir para nova edição.

é isso, por fernando stickel [ 17:55 ]

2º lugar para pagoda!


A Mercedes-Benz 280SL 1970 Pagoda ganhou no dia 7/10/2017, (uma data palindromica) o segundo lugar no “Concours D’Elegance Car Day Brasil 2017”, julgado por juízes internacionais da FIVA, Féderation Internationale des Véhicules Anciens.

Os premiados na categoria Esportivos Europeus, Classe F 1961 a 1970:
1º Lugar – Ferrari 365 GTC Pinin Farina – 1969
2º Lugar – Mercedes-Benz 280 SL – 1970
3º Lugar – Ferrari 330 GT coupe – 1965

O certificado foi assinado por Patrick Rollet, presidente da FIVA, um dos juízes, e por Roberto Suga, presidente da FBVA

O evento se realizou no maravilhoso campo de polo da Sociedade Hípica Paulista, promovido pela Federação Brasileira de Veículos Antigos FBVA em comemoração ao seu aniversário de 30 anos e foi produzido pelo Grupo Siquini.

Tenho particular orgulho em receber este prêmio porque representa o reconhecimento de um trabalho sério de restauro automotivo, seguindo o lema SOMENTE A PERFEIÇÃO!!! Foram cerca de 10 anos de trabalho, entremeados de uso do carro, participação em rallyes, etc…


Devo creditar este importante prêmio à dedicação e competência da oficina A. M. Marcelo, responsável pela desmontagem completa do carro, funilaria, pintura e remontagem, processo que levou ano e meio.

Obrigado à família Petriccione, Matteo, Marcelo e Junior, ao Zeca chefe da oficina, ao Dirceu mago dos metais e a todos que colaboraram no processo hercúleo de trazer a máquina ao seu esplendor original.

é isso, por fernando stickel [ 8:39 ]

pagoda sai da oficina!


Recebi hoje, dia 19 Novembro 2016 na oficina A. M. Marcelo a minha Mercedes-Benz 280 SL 1970 “Pagoda” câmbio mecânico 4 marchas, com ar-condicionado original adicionado durante a reforma, totalmente reformada, com exatos 16.025 km no hodômetro.
Foram um ano a três meses de reforma, que ainda não acabou!
Sabemos que um carro clássico necessita de muito uso e muitos ajustes após sua reforma, para que fique 100% confiável, é este período que se inicia hoje!

é isso, por fernando stickel [ 13:11 ]

mercedes-benz pagoda

mercedes-am
Quase pronta!!!
Depois de um ano e um mês de trabalho, o restauro da Mercedes-Benz 280 SL 1970 (Pagoda) aproxima-se do final!
Desmontagem completa, funilaria e pintura completa, remontagem completa, capota de lona nova, instalação de ar-condicionado original Frigiking, reforma do cabeçote do motor, 100% das borrachas novas, 100% dos frisos e cromados novos (ou recondicionados), e mais alguns milhões de pequenos detalhes, sempre seguindo a originalidade do modelo W113.
O motor já virou, mas o carro ainda não andou, o que deve ocorrer nos próximos dias…
O cidadão que aparece na frente do carro na foto é o responsável pelo renascimento, trata-se do fabuloso Zeca, chefe da oficina A. M. Marcelo, onde se processa o milagre!

é isso, por fernando stickel [ 14:18 ]

remontando a pagoda

tanque
Suspensão traseira, diferencial, eixo cardã, freios, linhas de combustível, dutos de freio, cabos do freio de mão, bomba de combustível, tanque de gasolina, tudo revisado e remontado nos seus devidos lugares, esta é a situação hoje da Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda”!

é isso, por fernando stickel [ 17:00 ]

pagodas na a.m.marcelo

pagodas
No último sábado meu amigo Miguel fez esta foto na oficina autorizada Mercedes-Benz A.M.Marcelo, com nada menos que oito Pagodas em diversos estágios de recuperação, alguns, como o meu, realizando funilaria e pintura, outros somente mecânica.

Nesta linda seleção os três modelos Mercedes-Benz, 230, 250 e 280SL, cujas carrocerias são idênticas.

O meu carro na cor branca já está pintado e começa a ser remontado, o último da esquerda na foto, na cor cinza metálico, é o único que está pronto.

O modelo, código W113, foi produzido de 1963 a 1971, num total de 48.192 carros dos quais 23.885 foram 280SL, com grande parte tendo sido exportada para os Estados Unidos.

É interessante que, graças à simpatia dos proprietários e funcionários da oficina, os sábados de manhã são religiosamente reservados para visitas às máquinas, e assim, pouco a pouco os proprietários destas jóias vão se conhecendo, trocando informações, formando uma comunidade de “Mercedeiros” ou ainda “Pagodeiros”.

é isso, por fernando stickel [ 14:51 ]

a hora dos cromados

cromados
A hora dos cromados. Consertar, soldar, polir, e finalmente cromar novamente. E assim a Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda” vai evoluindo no seu restauro!

é isso, por fernando stickel [ 14:04 ]

reforma da pagoda

sucata
Encontrei no retorno a São Paulo a sucata gerada na funilaria da Mercedes-Benz 280SL 1970.
O proprietário da oficina A. M. Marcelo, Matteo Petriccione me apresentou todos os pedaços de metal enferrujado retirados do carro nos últimos seis meses… A quantidade é impressionante! Atesta o quão necessária era a reforma!!

frisos
Uma enorme quantidade de peças cromadas, frisos, para-choques, acabamentos, etc… tem que ser analisadas uma por uma para se verificar se estão em ordem para a remontagem do carro, os materiais vão do aço ao alumínio, passando por inox e ligas exóticas. Zeca, o chefe da oficina e o Magiola, montador, examinam e separam.

prep
Os ultimos retoques na preparação da carroceria antes de se iniciar a pintura final, no código 050 – Branco.

matteo
Matteo e a tampa do porta-malas em alumínio, internamente com a pintura concluída em preto fosco.

é isso, por fernando stickel [ 17:28 ]

mercedes no fim da funilaria

pa1
O painel traseiro se junta à carroceria, fechando o conjunto do porta-malas da Mercedes-Benz 280 SL 1970.

pa2
A solda MIG une as peças minuciosamente, a grande quantidade de pontos ajuda na rigidez da estrutura, particularmente importante em um carro conversível.

pa3
Esta é a última grande etapa da funilaria, o carro agora seguirá para acabamento, lixa e pintura!

é isso, por fernando stickel [ 16:15 ]

porta-malas novo

pm1
Este é o assoalho original do porta-malas da Mercedes-Benz 280 SL 1970, totalmente enferrujado.

pm2
O “master funileiro” Dirceu copia a peça em papel e transfere o desenho com precisão para uma chapa de aço virgem, trabalhando-a no martelo, prensa e outras ferramentas especializadas até reproduzi-la com perfeição!

pm3
A peça refeita em seu local definitivo. Falta apenas soldá-la.

pm4
O porta-malas antes do início do processo.

é isso, por fernando stickel [ 14:51 ]

matching numbers!

data1
Este é o “Data-Card” da Mercedes-Benz 280 SL 1970, do dia 21 Janeiro 1970, seu registro de nascimento, descrevendo o modelo e suas características, acabamentos, cores, opcionais, etc…

Quando a numeração dos componentes principais do carro (chassis, motor, câmbio) bate com os números do Data-Card, diz-se que ele é “Matching Numbers”, ou seja, 100% original conforme saiu da fábrica, uma característica altamente desejável pelos colecionadores.

A cor original do carro é o código 717, Papyrus Weiss, que é mais um cinza claro que um branco, uma cor “antiga” apropriada para carros de quatro portas. Vou tomar a liberdade de pintar o carro agora na restauração no código 050, também pintura original Mercedes da época, é um branco levemente puxando para o creme, muito parecido com a cor em que o carro estava antes do restauro.

O estofamento vermelho é o original de fábrica, assim como a capota de lona preta. Acrescentarei um opcional importantíssimo, ar-condicionado original Frigiking.

data2
O número do chassis.

data3
O número do câmbio.

data4
O número do motor.

IMG_5561.JPG
Em breve ela voltará em toda a sua glória!!

é isso, por fernando stickel [ 11:55 ]

mercedes em restauro

d1

d2
O mestre da funilaria Dirceu, da oficina A.M.Marcelo me apresenta o painel traseiro da Mercedes-Benz 280SL, construido na tesoura e no martelo por ele.
Cada parte enferrujada do carro é recortada e substituida por uma chapa nova, moldada exatamente no formato original por suas hábeis mãos.
O processo é lento, detalhista, meticuloso. Ao final do trabalho 100% da lataria terá sido revisada, consertada, liberada de qualquer partícula de tinta ou ferrugem, limpa, e receberá demãos de anti-oxidante e primer.

d3
A parte traseira do carro, sem o painel.

d4
O interior da carroceria já passou pelo processo de restauro.

é isso, por fernando stickel [ 10:06 ]

master dirceu

dirceu
Nas últimas semanas tenho visitado regularmente a oficina A. M. Marcelo, autorizada Mercedes-Benz responsável pelo restauro da Pagoda 280 SL 1970.
Acompanho com crescente interesse o trabalho do funileiro “Master” Dirceu, um artista, artesão de primeira água, preciso, calmo, eficiente, de poucas palavras.
As peças deterioradas pela ferrugem cedem lugar a chapas novas, moldadas com precisão germanica, impossível diferenciar a nova peça restaurado do original decaído.
Uma hora é a solda MIG, em outra o oxi-acetileno, depois o martelo, a serra e a tesoura, tudo em uma sequência lógica, por vezes barulhenta, mas sempre eficiente.
Nada escapa de seu escrutinio, nenhum detalhe deixará de ser corrigido, tudo caminha para a perfeição absoluta!
É um enorme prazer acompanhar a evolução deste trabalho!!!

dirceu2
Chassis, portas, painéis, tudo alinhado, aço, alumínio, tudo no seu lugar!

é isso, por fernando stickel [ 23:22 ]

restauro da pagoda

tra
O restauro da Mercedes-Benz 280SL 1970 prossegue:

Após a eliminação dos defeitos nas portas elas foram recolocadas na carroceria e aí descobriu-se que o carro estava torcido.

Para resolver o problema coloca-se o chassis/monobloco em um gabarito e a estrutura toda é realinhada.

Após a operação de realinhamento são soldadas travas provisórias, imobilizando a estrutura na posição correta, permitindo o casamento perfeito de todas as peças da carroceria.

é isso, por fernando stickel [ 16:09 ]

continua a reforma

dec
Acompanhar a reforma de uma máquina querida é uma das coisas mais gostosas que conheço, conversar com o Zeca, chefe da oficina, discutir detalhes, consultar referências, tudo para obter a perfeição no resultado final. É o que está acontecendo com a Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda”, internada na oficina A.M. Marcelo.

capo
A parte interna do capô dianteiro em alumínio apresenta vários amassados, que serão corrigidos.

retoque
O corpo do carro, em aço, começou a ser decapado, no sentido horário. Já apareceu um retoque feito na lata na beirada do farol. Uma batida antiga?

cap
A capota rígida começa a ser desmontada.

cap2
Vários pontos de ferrugem.

é isso, por fernando stickel [ 19:10 ]

pagoda no restauro

pag
Finalmente chegou a hora do restauro completo da Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda”.
Ela será totalmente desmontada, a pintura eliminada para deixar tudo “na lata” (ou no alumínio, nos dois capôs e portas) em seguida funilaria onde necessário, pintura e remontagem.

pag2
O capô do porta-malas em alumínio, com a tinta removida. Havia um único amassado, devidamente recoberto de massa…

pag3
Ferrugem no porta-malas e em vários outros pontos exige cuidados, nada poderá ser deixado ao acaso, tudo será examinado.

pag4
Ao final do rallye 1.000 Milhas Históricas, o motor começou a “fumar”, ou seja, queimar óleo.
Agora retirado o cabeçote descobrimos a razão, as guias de válvula estão com folga.

é isso, por fernando stickel [ 16:43 ]

mercedes e sol

merc21
Saí hoje cedo com meu filho Arthur de uma São Paulo cinza, garoenta, fria pela Castelo Branco em direção à Estrada dos Romeiros.
Assim que tomamos a estrada o tempo melhorou e logo depois abrimos a capota da Mercedes-Benz 280 SL 1970, recém recuperada de uma pequena intervenção cirúrgica originada por uma biela empenada.
Daí para a frente só alegria, foram cerca de 200 km de sol, estrada deliciosa e vazia em uma máquina perfeita!

é isso, por fernando stickel [ 15:28 ]