aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘rallye’

mercedes-benz: ascensão


Muitos anos atrás, no finalzinho do século XX comentei com meu mecânico Gigante que estava com vontade de comprar um carro clássico, possivelmente uma Mercedes-Benz.
Passados alguns dias ele me ligou e disse:
– Fernando, o carro já encontrei, agora é com você! Na sequência ele me passou o endereço da Auto Mercantil Paulista no centro da cidade.
Lá chegando encontrei a dica do Gigante, uma lindíssima Mercedes-Benz 500 SL 1986, impecável em sua pintura azul marinho com estofamento caramelo e capota de lona azul, com apenas 18.000km!
Negociei, comprei e saí feliz da vida com aquela poderosa máquina!
Marinheiro de primeira viagem nos carros clássicos, não me preocupei muito com a origem do carro, sua documentação, sabia apenas que o vendedor era um figurão na organização SBT do Silvio Santos.
Inevitavelmente minha personalidade caprichosa iniciou imediatamente os necessários ajustes e melhorias, o carro era muito pouco rodado, sofria de conhecidas sequelas de pouco uso, o escapamento por exemplo estava em muito mal estado, então mandei vir um novo original, os bicos de injeção também foram substituídos, e assim pouco a pouco o carro voltou à sua glória original: Motor V8 com 245 hp, câmbio automático de 4 marchas, freios a disco assistidos, ABS, airbag, ar condicionado, cruise control, enfim, todas as amenidades.


Cerca de 1997, com meu filho Arthur e a Mercedes na R. Ribeirão Claro.


O carro veio com os manuais, chave reserva, tudo direitinho!
Usei o carro com imenso prazer, até que um dia em Novembro de 1998, indicado pelo meu grande amigo Anisio Campos (1933-2019), participei pela primeira vez de uma competição automobilística, o rallye de regularidade “Interlagos Classic Endurance” promovido pelo MG Club.
Fiz a inscrição no clube, e lá fui eu, novato total no assunto, “rubbing shoulders” com a elite dos colecionadores de carros clássicos em São Paulo, muito bem introduzido pelo Anisio!


Anisio Campos e eu em Interlagos.


Feliz e orgulhoso com o 9º lugar em minha primeira competição!


Alguém me emprestou um capacete amarelo!


Bons tempos em que pilotos e colecionadores como Jan Balder, Sergio Magalhães, Antonio Marranghello, Roberto Haberfeld, Baby Maia Rosa, Edgard Saigh, Rodolfo Pirani, e Alcides Diniz punham suas máquinas para rodar… e eram máquinas como Ferrari, Porsche, Mercedes-Benz, Jaguar, Lancia, BMW…

é isso, por fernando stickel [ 10:21 ]

história da pagoda


A História da Pagoda – Mercedes-Benz 280SL 1970

Muitos anos atrás, provavelmente nos anos 80, meu amigo Anisio Campos me levou a conhecer a R&E, oficina restauradora de carros clássicos. Vi em cima de uma bancada, um conjunto completo de suspensão traseira de um Jaguar E Type, totalmente restaurado, pintura preta do agregado brilhando, os discos de freio impecáveis, metais, porcas, parafusos, arruelas, polidos e maravilhosos! Fiquei fascinado e pensei: Eu quero!!

Cerca de 30 anos depois, em 30 Junho 2008, na loja Private Collections na Av. Cidade Jardim em São Paulo, algo me chamou a atenção. O lindo carro brilhava e me apaixonei imediatamente pela combinação de pintura branca com estofamento vermelho. Comprei a Mercedes-Benz “Pagoda” 280 SL 1970 no ato!

Em seguida iniciamos na oficina do Gigante os cuidados necessários para colocar a Pagoda em condições de uso. Revisão de freios, conserto do trambulador, limpeza do tanque de gasolina, regulagem de válvulas, etc…

O motor e o cofre estavam muito sujos, então retiramos o motor para uma limpeza geral, pintura de peças, troca de mangueiras e bicos de injeção, polimento da tampa de válvulas, etc…

Em Setembro o motor tinha sido limpo, pintado, e estava de volta ao seu lugar. Em Outubro 2008 o carro estava lindo, funcionando bem e confiável.

Como perfeccionista não consegue ficar quieto, em Novembro levei o carro a uma garagem tranquila e lá entrou em ação Osmar Koch, vulgo “Có”, especialista em Mercedes-Benz. O mundo do restauro automotivo é cheio de curiosidades e particularidades, e o Có é uma delas… Ele vem até o “paciente”, com sua oficina ambulante dentro de uma Kombi, e inicia as operações, desmontou todo o painel, identificou as peças, levou para consertar, fez o tratamento anti-ferrugem onde necessário, pintou, bicromatizou, etc… etc…

O resultado final desta operação foi um painel totalmente restaurado, com os detalhes em madeira recuperados, sistema de ventilação e ar quente completo e operante, limpadores de para-brisa idem, rádio, mostradores, luzes, interruptores, tudo funcionando e original. De quebra trocamos todas as borrachas do carro, que estavam ressecadas.

Tudo isto durou até Junho 2009 quando um belo dia, ao checar o nível do óleo, vi que havia água no óleo… Mais uma vez o carro volta à oficina do Gigante para as investigações de praxe. Removemos o cabeçote e lá estava o vazamento de água para dentro de um cilindro… Foi aí que entrou em ação o “FATOR JÁ QUE” muito conhecido por todos os antigomobilistas.

Sim, JÁ QUE abrimos o motor, vamos refazê-lo por completo, retífica, pistões, anéis, pinos, bronzinas, casquilhos, etc… etc… inclusive um cabeçote 0km, pois o original estava empenado e sem salvação. Do motor original sobrou o bloco e o virabrequim, devidamente retificados.

Inúmeras outras peças originais Mercedes-Benz foram compradas, escapamento completo, molas, amortecedores, discos de freio, etc…

Em Janeiro e Fevereiro 2010 começam a chegar as peças para remontagem do motor, em Agosto finalmente recebemos o cabeçote novo!

Em Julho 2011 o carro voltou à garagem para detalhamento final do Có nas portas, vidros, etc… Em Setembro estourou uma mangueira de óleo… Em Outubro tudo pronto…Sabemos que carros restaurados precisam de muito uso para que todos os defeitos apareçam, sejam corrigidos, etc… etc… até que o dito cujo fique confiável.

Em Novembro 2011 participei do primeiro rallye de regularidade com a Pagoda, com o motor ainda amaciando. Meu amigo Mario Sacconi navegador e eu piloto obtivemos 12º lugar no 72º Rallye Campos do Jordão do MG Club, tudo funcionou perfeitamente à excceção do hodômetro, que quebrou logo no início da prova. Foi o primeiro grande teste da máquina!

Em Agosto 2012, com meu filho Arthur na posição de navegador, conquistamos o 1º Lugar no Rallye Volare, o 77º Rallye do MG Club do Brasil!

Em Março 2014 fui com um grupo de amigos para a Alemanha visitar a feira de carros clássicos TechnoClassica Essen, e trouxe de lá mais algumas peças. Os consertos e aprimoramentos se sucederam nos anos seguintes, assim como os rallyes e os passeios.

Em Junho de 2015 inicia-se a mais importante prova de regularidade em solo brasileiro, o Rallye Internacional 1.000 Milhas Históricas Brasileiras, promovido pelo MG Club do Brasil.
Para participar é necessário que o carro tenha o Passaporte da Fédération Internationale des Véhicules Anciens – FIVA, que exige além da originalidade a instalação de uma chave geral, que foi providenciada. O rallye percorreu em cinco dias Rio de Janeiro, Minas Gerais e voltou a São Paulo, Arthur e eu conquistamos o 2º Lugar!

Ao chegar à bandeirada final, no Shopping Iguatemi em São Paulo, o carro soltava muita fumaça, sinal de que algo ia mal. Logo em seguida, indicado por um amigo, levei o carro à oficina autorizada Mercedes-Benz A. M. Marcelo na Casa Verde. Me pediram para deixar o carro por uma semana para realizar o orçamento. Eu sabia que havia chegado o inevitável momento de fazer a funilaria e pintura completos.

Fechei contrato com a A. M. Marcelo para desmontagem completa, funilaria e pintura e remontagem completa. Em Agosto 2015 iniciaram-se os trabalhos de restauro e o carro foi 100% desmontado. A tinta foi retirada de toda a carroceria, toda a parte de baixo do carro, muito danificada pela ferrugem foi totalmente reconstruida, a lataria recuperada, todas as imperfeições corrigidas.
O motor teve o cabeçote e as guias de válvulas recuperados, o eixo comando de válvulas substituido. Em 15 meses o carro foi totalmente restaurado aos seus padrões originais, com a inclusão de um ar-condicionado original. Em Novembro 2016 recebi a máquina totalmente nova, pintada de branco, código 050.

Em Junho recebo pneus nas medidas originais, 185 HR14 com faixa branca, conferindo ao carro dirigibilidade e equilíbrio perfeitos! Nunca imaginei que este detalhe faria tanta diferença!

Em Outubro 2017 Arthur e eu conquistamos o 1º Lugar no Rally Quadrifoglio 2017 – Circuito das Nascentes, promovido pelo Alfa Romeo Clube do Brasil, 6ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Regularidade da FBVA.

Também em Outubro 2017 realizou-se no campo de polo da Sociedade Hípica Paulista o “Concours D’Elegance Car Day Brasil 2017”, promovido pela Federação Brasileira de Veículos Antigos -FBVA em comemoração ao seu aniversário de 30 anos, e julgado por juízes internacionais da Féderation Internationale des Véhicules Anciens – FIVA

A Pagoda conquistou o muito honroso 2º lugar em sua categoria, Esportivos Europeus, Classe F 1961 a 1970, o certificado foi assinado por Patrick Rollet, presidente da FIVA, um dos juízes, e por Roberto Suga, presidente da FBVA. Esta premiação representa o reconhecimento a nível internacional de um trabalho sério de restauro automotivo!

Timeline

Data Evento Promotor Navegador Posição
Jun 2008 Compra do carro na Private Collections
Jun 2009 Reforma mecânica no Gigante
Nov 2011 Rallye Campos do Jordão MG Club Do Brasil Mario Sacconi 12º
Jan 2012 Regularidade Interlagos Jan Balder Mario Sacconi 3º
Jan 2013 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 1º
Set 2013 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 1º
Dez 2013 Rallye Volare MG Club Do Brasil Arthur Stickel 1º
Dez 2013 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 1º
Abr 2014 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 3º
Jun 2014 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 1º
Dez 2014 Rallye Campos do Jordão MG Club Do Brasil Arthur Stickel 3º
Abr 2014 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 4º
Mar 2015 Rallye Monte Verde MG Club Do Brasil Arthur Stickel 2º
Jun 2015 1.000 Milhas Históricas MG Club Do Brasil Arthur Stickel 2º
Ago 2015 Reforma completa A.M.Marcelo
Jul 2017 VI Passeio Cron. Vinhedos Alfa Romeo Clube Sandra Pierzchalski 12º
Out 2017 Rallye Quadrifoglio 2017 Alfa Romeo Clube Arthur Stickel 1º
Out 2017 Concours D’Elegance Car Day Brasil 2017 FIVA 2º
Ago 2018 Rallye Caminho do Mar MG Club Do Brasil Arthur Stickel 5º
Jul 2019 Regularidade Interlagos Jan Balder Arthur Stickel 11º
Set 2019 Rallye Quadrifoglio Alfa Romeo Clube Sandra Pierzchalski 4º
Nov 2019 XIX Rallye Internacional Classic Car Club RS Sandra Pierzchalski 2º

é isso, por fernando stickel [ 10:05 ]

porsche 911 s


Torneio Interlagos de Regularidade promovido pelo Jan Balder, no sábado 21 Dezembro 2019.


Porsche 911 S 1975 “Silver Anniversary Edition”


Fotos by Original Motors

é isso, por fernando stickel [ 9:34 ]

torneio interlagos de regularidade


Participei do Torneio Interlagos de Regularidade promovido pelo Jan Balder, no último sábado 21 Dezembro 2019.
Me inscrevi no torneio com a Mercedes, mas na hora H mudei e fui com o Porsche.
Pela primeira vez fiz uma prova de regularidade sem navegador, e sem cronômetro, baseado no conta-giros e na sensibilidade, ou seja, fazer tudo igual em todas as 15 voltas, e obtive um surpreendente sexto lugar em um total de 68 participantes!

Todo o equipamento necessário, câmbio mecânico e conta-giros!


Máquina perfeita: Porsche 911 S 1975 “Silver Anniversary Edition”


Janelas abertas para ventilar!


O orgulhoso piloto!


A tchurma!


Com o novo regulamento ficou valendo como referência o tempo obtido na terceira volta. Então o que fiz?
Fui mantendo rigorosamente a rotina de marcha e giros desde a primeira volta, e confiei no resultado!
Os tempos muito fora do padrão nas voltas 6 a 9 se deram por bandeira amarela…


Esqueceram de trocar a Mercedes pelo Porsche no sistema, mas se eu estivesse com a Pagoda, estaria em segundo lugar entre as Mercedes!

é isso, por fernando stickel [ 8:43 ]

rallye internacional


Participamos do XIX Rallye Internacional promovido pelo Classic Car Club RS em Porto Alegre e Torres, RS. Primeira Etapa 22 Novembro, Segunda Etapa 23 Novembro 2019.
Sandra navegadora e eu piloto na Mercedes-Benz 280 SL 1970, que mais uma vez se comportou impecavelmente!


Conquistamos o segundo lugar na categoria!


O grupo de paulistas em Torres.


Sandra e eu abarrotados de troféus!


Esta máquina maravilhosa ganhou um troféu especial, o mais lindo e perfeito carro convidado!


Visitamos lugares especiais, como o Morro da Borussia, de onde se avista o Parque Eolico de Osorio e a cidade de mesmo nome.


Agradecimento muito especial ao Marcelo Mantelli e sua esposa Simone, anfitriões perfeitos, que nos cubriram de gentilezas!


E ainda, de quebra, levamos o segundo lugar no XI CBR – Campeonato Brasileiro de Regularidade Histórica 2019!!!!


O troféu do segundo lugar!

é isso, por fernando stickel [ 9:04 ]

rallye quadrifoglio 2019


Navegadora a postos!


Sandra Pierzchalski minha navegadora e eu piloto conquistamos o Quarto Lugar no Rallye Quadrifoglio do Alfa Romeo Club do Brasil!!! Com a impecável Mercedes-Benz 280 SL 1970!!

é isso, por fernando stickel [ 9:29 ]

mercedes na regularidade


Torneio Interlagos de Regularidade no sábado 13 Julho 2019, com meu filho Arthur navegador, e a impecável máquina Mercedes-Benz 280SL 1970!
Fotos Original Motors.

é isso, por fernando stickel [ 9:42 ]

rallye caminho do mar


Depois de quase um ano, a dupla Stickel & Stickel volta ao rallye!! Arthur navegador e eu piloto participamos no sábado 11/8/2018 do 99º Raid do MG Club do Brasil, Caminho do Mar 2018. Obtivemos um muito decente 5º lugar em um total de 51 carros!
A Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda” desempenhando cada dia melhor se comportou perfeitamente, uma delícia! Um dia glorioso de céu azul, sol forte e muito frio, terminou com almoço no Dalmo Bárbaro, tudo perfeito!


Arthur no Padrão de Lorena.

é isso, por fernando stickel [ 8:59 ]

rally quadrifoglio


Arthur Stickel, navegador e eu piloto conquistamos em 29/10/2017 o primeiro lugar na categoria F – Esportivos Europeus 1961 a 1970 no Rally Quadrifoglio 2017 – Circuito das Nascentes, promovido pelo Alfa Romeo Clube do Brasil, 6ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Regularidade da FBVA.


A grande vencedora, mais uma vez… Mercedes-Benz 280 SL 1970, primorosamente restaurada pela oficina A. M. Marcelo.


Na classificação geral obtivemos o segundo lugar, em um total de 56 carros participantes.

é isso, por fernando stickel [ 7:42 ]

rally dos vinhedos


Fotos Rose Salmon

Minha navegadora Sandra, que por coincidência também é minha mulher, me surpreendeu no “VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos”. Seu discurso pré-rallye, ainda em São Paulo era o seguinte:

– Não quero ficar olhando planilha, quero ver a vista, a paisagem, sem preocupações.

Aceitei sua decisão e nem cronômetro levei para Bento Gonçalves, pensando em simplesmente grudar no competidor à minha frente e segui-lo. Por prudência zerei o hodômetro e disparei o cronômetro do meu celular na saída.
Assim que foi dada a largada, Sandra começou a acompanhar a planilha e a me perguntar a quilometragem no hodômetro e o tempo no cronômetro, aí eu disse:

– Mas você me disse que não queria olhar planilha!

Aí eu entendi que quem estava sentada à minha direita era a Sandrinha altamente competitiva, que adora desafios, que quer vencer, que não sai à chuva se não for para se molhar, e assim prosseguimos com alguns desacertos, e muitos acertos, suficientes para nos colocar no 12º lugar!!!

É um prazer estar casado com esta fera!!!

é isso, por fernando stickel [ 14:23 ]

rally dos vinhedos

Um grupo de amigos paulistanos resolveu participar do “VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos” no sabado 8 de Julho 2017. Chegamos ao Vale dos Vinhedos no dia 4 Julho e passeamos durante três dias pela linda região nos nossos carros clássicos.

A largada foi na Vinicola Miolo no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, RS e o almoço no Restaurante Caminho do Trem em Farroupilha.

O Veteran Car Club dos Vinhedos foi o impecável anfitrião do evento. Esta foi uma das etapas da II Copa Gaucha de Rally de Regularidade Historica e do IX Campeonato Brasileiro “Baterias Cral” de Rally de Regularidade Historica.

Foram aproximadamente 180 km conduzidos por areas cobertas por parreirais, plátanos e araucárias, conhecida como a região que produz os melhores vinhos brasileiros e representa o legado cultural e histórico deixado pelos imigrantes italianos chegados ao Brasil em 1875 na região da Serra Gaucha.

Sandra como navegadora e eu como piloto obtivemos o 12º lugar!! Isso apesar de eu ter esquecido o cronômetro e ter usado o celular!!! A Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda” mais uma vez se comportou impecavelmente!!!

é isso, por fernando stickel [ 8:59 ]

partiu rallye dos vinhedos!


Partiu VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos!! Estamos embarcando para Bento Gonçalves, RS.
Perfeitamente organizado pelo Veteran Car Club dos Vinhedos e seu presidente Leandro Mazzoccato.
Já que o frio está pouco aqui em Sampa vamos em busca de mais frio para nosso rallye! Serão 120 carros clássicos de todo o Brasil!!


Os carros de um grupo de São Paulo já estão em Porto Alegre nos esperando, foram transportados pela Tegma, a Mercedes-Benz 280SL 1970 pronta para a competição!
Outros colegas paulistanos destemidos irão ao Sul pilotando suas máquinas!

é isso, por fernando stickel [ 9:35 ]

rallye caminho do mar

arthur-rallye
Largada no sábado 24/9/2016 no Jardim Botânico de São Paulo do II Rallye Caminho do Mar, 87º edição promovida pelo MG Club.
Arthur meu filho como navegador e eu piloto, a bordo do fabuloso Porsche 911 S 1975 conseguimos, apesar de um tropeço gigantesco no roteiro, obter a 19ª colocação na categoria Regularidade Master, o que não foi mal em um universo de 47 competidores.
Houveram ainda 24 carros na categoria Turismo, que participaram do passeio e não competiram.

planilha

analitico

Influíram também no resultado a falta de treino da dupla, inativa desde as 1.000 Milhas Históricas em Junho 2015, e a adaptação ao carro, com seus inescapáveis erros de velocímetro e hodômetro.

porsche5

é isso, por fernando stickel [ 12:51 ]

mercedes-benz club

Anexo de E-mail
O reconhecimento do Mercedes-Benz Club!

é isso, por fernando stickel [ 16:18 ]

a rotina do rallye

vera
Foto Vera Lambiasi

A deliciosa rotina do Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras. (Quando tudo vai bem, sem defeitos mecânicos, pneu furado, etc…)

Piloto e navegador acordam bem cedo, arrumam as malas e levam-nas para o carro.

Ligar o motor é sempre uma surpresa, pois os carros ficaram submetidos durante a noite a temperaturas que atingiram mínima de 4 graus… Normalmente pega bem…

Enquanto o motor aquece, limpar o orvalho da carroceria e os vidros. Eu gosto de deixar a máquina limpa. Em seguida o café da manhã, pagar a conta do hotel e preparar-se para a largada. Checar cronômetros, planilha e carimbo, é todo o dia a mesma rotina.

Marcar cronômetros, zerar o hodômetro e largada!

Dia lindo, com chuva e neblina, não importa, a adrenalina e a disposição de todos para a competição é sempre total.

Nas paradas em postos de gasolina correr para abastecer, verificar óleo, água e pneus. E uma passada no banheiro… Se sobrar tempo, um café e um pão de queijo.

Durante os deslocamentos a oportunidade para “rachas” com os colegas é um prazer aguardado e antecipado…

Almoço em algum local aprazíve, zero álcool. Durante todo o tempo a Vera Lambiasi fica nos caçando com suas excelentes lentes.

À noite na mesa com os amigos, sempre um vinho e bons papos, enquanto aguardamos o Decio trazer os resultados do dia.

Dormir cedo, que amanhã recomeça tudo de novo… (alguns navegadores avançam na noite fazendo cálculos, não é o nosso caso)

é isso, por fernando stickel [ 19:19 ]

segundo lugar nas 1000 milhas!!

1000
Da esquerda para a dir, as três equipes vencedoras na categoria geral do Rallye Internacional 1.000 Milhas Históricas Brasileiras 2015:
Wagner e Goi com Mini Cooper Nº9 no terceiro lugar; Mario e Rogerio com Mercedes-Benz 280S Nº19, primeiro lugar; eu e Arthur Stickel com Mercedes-Benz 280SL Nº21, segundo lugar.

Enorme alegria (e surpresa!) conquistar hoje ao lado do meu filho Arthur o segundo lugar no Rallye Internacional 1.000 Milhas Históricas Brasileiras 2015.

A satisfação de constituir uma equipe eficiente e harmonica, algo por definição dificílimo. Pai piloto e filho navegador foram se aprimorando como equipe ao longo de alguns anos e quase uma dezena de provas de rallye em conjunto, conquistando no processo alguns primeiros e segundos lugares.

As regras rígidas deste rallye padrão FIVA exigiram concentração adicional de piloto e do navegador, é sabido no entanto que quem ganha rallye é o navegador.

Nosso carro, a Mercedes-Benz 280SL 1970, após longa e minuciosa preparação comportou-se impecávelmente, o que por si só é uma delícia!!!

Usufruir da organização impecável do MG Club, conviver durante cinco dias com o staff atencioso, os amigos antigos e os amigos novos, enfim foi tudo ótimo!!

taça
A taça e a equipe!

parati
A máquina vencedora em Parati, RJ.

geral
Classificação geral

Gaúchos vencem 4º Rally Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras

Rogério Franz e Mário Nardi conquistaram a terceira vitória em quatro participações.
Os gaúchos Rogério Franz e Mário Nardi venceram pela terceira vez o Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, realizado na última semana (24 a 28/6/2015). Na 4ª edição do único rallye de carros antigos com a chancela da FIA – Federação Internacional do Automóvel eles conduziram um Mercedes-Benz 280S 1969 e perderem apenas 188 pontos.

“Nosso rallye começou em Porto Alegre, pois viemos rodando para participar da prova. Este ano foi mais tranquilo, porque começamos liderando. Para isto, o Mário passou noites em claro calculando e o resultado está aí, três vitórias em quatro participações”, comentou o engenheiro mecânico e piloto Rogério Franz. “Voltamos felizes para o Sul. Pretendemos voltar em 2016 com outro carro, pois gostamos de variar”, assegura o navegador Mário Nardi. Na primeira edição do Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, em 2011, a dupla gaúcha venceu com Triumph TR4 1962. A outra vitória foi em 2014, daquela vez conduzindo um Mercedes-Benz 350 SLC 1973.

Depois de percorrerem 1.788 km em cinco dias de provas, passando por estradas históricas no interior de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a maioria dos carros chegou na tarde de domingo (28/6) para receber a bandeirada de chegada no Shopping Iguatemi, na zona sul da capital paulista. “Foi um rallye nota 1000. Não deu nada errado, pouca gente quebrou, mas teve assistência. Agora vamos começar a trabalhar para o ano que vem”, avisa Eduardo Lambiasi, Diretor de Provas do MG Club, realizador da competição.

Os veículos inscritos foram divididos em três categorias, conforme o ano de fabricação. Na categoria Pós Guerra a vitória ficou com a dupla de pai e filho Ricardo e Felipe Marujo, com Jaguar XK 150-S 1959, que também ficaram em sexto na classificação final, mesmo estreando em rallyes.

“É muito gratificante você participar pela primeira vez de um rallye desses e vencer. Eu participei pelo lazer, mas o meu filho é muito competitivo. Este resultado é um estímulo para voltar no ano que vem e também participar de outras provas”, comemorou o médico e piloto Ricardo Marujo.

Na categoria 1961 a 1970 os vitoriosos foram Franz/Nardi, mas na reservada para os carros de 1971 a 1980 a glória ficou para Antonio Chambel Filho e Ney Fonseca, com Mercedes -Benz 280S 1971. “Foi uma surpresa para nós, não esperávamos ganhar, apesar de termos trabalhado forte para isto. No meio da competição vimos que tínhamos chance e fomos esmerando”, contou Chambel Filho, acostumado a participar de corridas de carros. “A confraternização e os momentos de descontração foram todos maravilhosos. E o Marcedes-Benz se comportou como um tanque Panzer, é um carro confiável e maravilhoso”, elogiou o piloto.

A melhor dupla mista foi Leandro Pimenta e Nefertiris Curi, com Fusca 1.300 1973, que ficaram em oitavo na classificação Geral e terceiro na categoria 1971 a 1980. A melhor dupla estrangeira ficou na 16ª posição, formada pelos italianos Gastone Gonzato e Silvana Bianchini, que estrearam com Porsche 911 SC 1980. Rose Salmon, a única mulher que estava pilotando levou o seu Austin-Healey BT7 1960 ao quarto lugar na categoria Pós Guerra e 29º na Geral. A dupla Maurício Marx/Carolina Vassilak, que começou competindo com Romi-Isetta 250 1958 levou o prêmio ‘Espírito do Rallye’, pela simpatia e esforço de continuar acompanhando a prova mesmo após a quebra do veículo.

Os cinco primeiros na classificação Geral foram:
1) Rogério Franz/Mário Nardi, Mercedes-Benz 280S 1969, 188 pontos perdidos;
2) Fernando Stickel/Arthur Stickel, Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1970, 324;
3) Carlos (Goi) Cacciatore/Wagner Saccomani, Mini Cooper S 1965, 481;
4) Christian Pons Casal de Rey/Mário Leitão, Corvette Stingray 1963, 491;
5) Antonio Chambel Filho/Ney Fonseca, Mercedes-Benz 280S 1971, 698.

Os cinco primeiros na categoria Pós Guerra foram:
1) Ricardo Marujo/Felipe Marujo, Jaguar XK 150-S 1959, 909 pontos perdidos;
2) Reinaldo Fantozzi/Thiago Almeida Prado, Thunderbird 1957, 1.672;
3) Eduardo Azevedo/Cecília Azevedo, MGB Roadster V8 1969, 5.243;
4) Rose Samon/Herve Salmon, Austin-Healey BT7 1960, 64.725;
5) Mário Andrade/Eileen Andrade, Jaguar XK 120 1960, 89.801.

Os cinco primeiros na categoria 1961 a 1970 foram:
1) Rogério Franz/Mário Nardi, Mercedes-Benz 280S 1969, 188 pontos perdidos;
2) Fernando Stickel/Arthur Stickel, Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1970, 324;
3) Carlos (Goi) Cacciatore/Wagner Saccomani, Mini Cooper S 1965, 481;
4) Christian Pons Casal de Rey/Mário Leitão, Corvette Stingray 1963, 491;
5) Marcelo Mantelli/Simone Bumbel, Volvo Amazon 122S 1967, 1.494.

Os cinco primeiros na categoria 1971 a 1980 foram:
1) Antonio Chambel Filho/Ney Fonseca, Mercedes -Benz 280S 1971, 698 pontos perdidos;
2) Paulo Martinelli/Paulo Martinelli Filho, BMW 2002 Tii 1973, 967;
3) Leandro Pimenta/Nefertiris Curi, VW Sedan 1.300 1973, 1.302;
4) Júlio D. Areia Filho/Letícia B. de Mello, Mercedes-Benz 280 CE 1980, 1.330;
5) Cristiano Cittadino/Urbano Muffo, BMW 33 CS 1972, 1.444.

O Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras é uma realização do MG Club do Brasil, com patrocínio de Cyrela By Pininfarina e Valisere, apoio logístico de Mercedes-Benz, Toyota e CDL Shopping Iguatemi de São Paulo e colaboração de HT Pro Nutrition, BraClean e Taj Ouro 18k.

Visite o blog das 1000 Milhas aqui.

os 3
As equipes vencedoras na categoria geral recebem as taças.

todos
Todos os vencedores em todas as categorias

é isso, por fernando stickel [ 23:34 ]

falta pouco!

pag
Ready to go!
Na próxima quarta-feira largaremos para a 4ª edição do rallye 1.000 Milhas Históricas Brasileiras!

é isso, por fernando stickel [ 12:35 ]

passaporte fiva

fiva pagoda
O último elemento chegou!
Sem o passaporte FIVA da Fédération Internationale des Véhicules Anciens nenhum competidor será autorizado a participar do Rallye 1.000 Milhas Históricas Brasileiras.
A Federação Brasileira de Veículos Antigos – FBVA responsável por emitir o passaporte no Brasil me atendeu com presteza e eficiência, obrigado!

é isso, por fernando stickel [ 15:44 ]