aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘campos do jordão’

erico stickel & bmw


Em 1973 meu pai Erico Stickel comprou uma BMW 2002 automática, preta, zero km, idêntica a esta da foto que vi recentemente em uma exposição de carros clássicos no Parque da Luz, centro de São Paulo.
Antes mesmo que eu pudesse experimentar a máquina, meu pai viajou a Campos do Jordão sozinho, à noite (tratava-se da “estrada velha”…). Dormiu no volante, e saiu da estrada, capotando. Corria o mês de Maio de 1973.
Seu salvador, João Amorim de Souza Filho Filho, descreve assim o resgate:

“Me lembro, eu dirigia valentemente, um Ford Corcel Coupe (2 portas), acompanhado de uma namorada para passar o fim de semana em Campos, quando atrás de mim, mais valente na condução, vinha uma BMW Coupe, conduzida por um cavalheiro solitário.
 
Após uma boa pressão acabei cedendo passagem, em um trecho sinuoso da estrada entre Monteiro Lobato e Campos, mas contudo tentado acompanha-lo de perto.
 
De repente, simultaneamente observei que o automóvel da minha frente tinha desaparecido, com uma vaga lembrança de ter percebido uma luz forte vinda da mata vizinha, proveniente de um barranco abaixo da estrada.
 
Parei de imediato, fazendo um retorno na estrada, dirigindo no sentido contrário para observar o que tinha acontecido, quanto percebi que se tratava do mesmo veiculo que me tinha ultrapassado, o qual se encontrava com as rodas para cima e com o seu motorista assustado dentro dele.
 
Neste caso era seu pai, o qual socorri, desligando o motor e os faróis, recolhendo os seus pertences pessoais e o ajudando a subir o barranco para então leva-lo a sua residência em Campos.
 
Já no meu carro, ele falava muito pouco e estava muito assustado, e assim chegamos em Campos mais ou menos uma hora depois do ocorrido, deixando-o em casa.”

Por sorte nada mais grave aconteceu com meu pai além do susto, alguns arranhões e contusões e um banho de gasolina…
O carro, bem… deu perda total.
Interessante coincidência é que os pais do João tiveram como padrinhos de casamento, no Rio de janeiro, os meus avós, Lili e Ernesto Diederichsen.
Esta história envolve sorte e cavalheirismo, sem as quais meu pai (falecido em 2004) talvez não vivesse até os 84 anos de idade… Obrigado João!!

é isso, por fernando stickel [ 18:10 ]

xico stockinger

Xico Stockinger (1919-2009), sua mãe Ethel, sua irmã Ivy e seu pai “Seu” Chico de paletó e gravata. A foto foi tomada no Umuarama.

O escultor austríaco naturalizado brasileiro Xico Stockinger era filho do “Seu” Chico, que administrou na segunda metade dos anos 30 a abertura da Fazenda Toriba do meu avô Ernesto Diederichsen em Campos do Jordão.

“Seu” Chico, no relato de minha mãe Martha, era extremamente habilidoso, abriu estradas, plantou árvores, e inclusive a ensinou a cavalgar! A irmã de Xico, Ivy, era aventureira e ficava em pé em cima dos cavalos! “Seu” Chico morava naquela época em uma pequena casa de madeira perto da horta, e lá havia um quadro com uma onça pintada!

Dona Ethel, inglesa, esposa do “Seu” Chico era a gerente do Umuarama, pensão e Colônia de Férias da Universidade Presbiteriana Mackenzie, onde a família Diederichsen se hospedou em sua primeira visita à Campos do Jordão.


Xico Stockinger em seu atelier em 2001.

é isso, por fernando stickel [ 13:47 ]

faleceu luiz paoliello


No domingo dia 19 Julho visitamos nossos amigos Tina e Luiz Pires Paoliello, em sua casa no Condomínio Alpes de Campos do Jordão, onde desfrutam de fabulosa vista da Pedra do Baú.


A conexão do Luiz e da Tina com este tipo de paisagem e clima data de longa data, pois durante muito tempo eles tiveram uma casa em Monte Verde.


Luiz estava ótimo, nos mostrou a deliciosa casa, passeamos com a Tina pelo jardim, momentos muito tranquilos e prazeirosos.
Luiz comentou que seu cancer de pulmão, que ele vinha controlando há muito tempo havia dado uma piorada, e que ele iniciaria nova sessão de quimioterapia nos próximos dias.


Nosso último contato via Whatsapp, no domingo 26/7.
Hoje de manhã recebi a notícia de seu falecimento em Campos do Jordão. RIP Luiz, você vai fazer muita falta!


Com muito bom humor e alegria de viver, é assim que vou lembrar de você Luiz.

é isso, por fernando stickel [ 7:53 ]

ibaté

Voltei ao Ibaté depois de muuuuuitos anos, queria mostrar a linda casa para a Sandra. Quem nos recebeu com extrema simpatia foi a minha prima Stella, que fez o tour completo!


Meu tio Luiz Dumont Villares construiu sua casa nos anos 50 em Campos do jordão de uma maneira curiosa, em um platô de cerca de um alqueire de área, no topo de um morro ele iniciou a casa construindo em primeiro lugar uma piscina, com um escorregador de alumínio!
O programa das férias de Julho era ir até lå e mergulhar na piscina totalmente gelada!
Mais tarde surgiu a casa, inaugurada em 1957.

é isso, por fernando stickel [ 14:43 ]

mercedes em campos


A Mercedes-Benz 280 SL em Campos do Jordão, na Av. Benjamin Hunnicutt, entrada de Umuarama, está em seu habitat natural no clima alpino. Capota abaixada, sol forte, céu azul, frio estimulante e natureza exuberante! Some-se a isso a companhia da minha mulher Sandra e o cenário é simplesmente perfeito.


Na Vista do Baú.


No Ibaté.


Sim, pela primeira vez em muitos anos e milhares de quilômetros percorridos, a Pagoda nos deixou na mão no meio da estrada…

é isso, por fernando stickel [ 13:49 ]

sitio siriuba


Nestas trilhas do Sitio Siriuba em Campos do Jordão passei minha infância e adolescência, e já adulto cuidei durante longo período de sua manutenção. Tive enorme prazer de reencontrá-las não apenas perfeitas, mas com os interessantes acréscimos que seu novo proprietário Aref Farkouh criou.


A capela na pedreira.


Obra de Eduardo Srur.


A vista da Pedra do Baú, perene!


A linda vista do Hotel Toriba, imerso na Serra da Cantareira!


Ivone, que foi nossa caseira durante cerca de 20 anos, continua trabalhando para o Aref.

é isso, por fernando stickel [ 9:41 ]

hotel toriba


Hotel Toriba! Quantos dias, horas, meses, anos passados aí, principalmente na infância e adolescência. quantas memórias de Campos do Jordão!!!


Nossa chegada ao hotel apresentava este cenário!


Felizes no terraço do chalé, mais uma saída de São Paulo durante a pandemia e quarentena


O chalé abriga três suites com total privacidade.


O quarto muito bem decorado e aconchegante!


Terraço delicioso!


Com as restrições da pandemia, almoçar no terraço é um programa e tanto!


Aref Farkouh, o proprietário e responsável pela maravilhosa revitalização do hotel!

é isso, por fernando stickel [ 13:41 ]

6º raid solidário


Com meu amigo Mario Sacconi, participamos com a Mercedes-Benz 280 SL do 6º Raid Solidário promovido pelos clubes Alfa Romeo Clube do Brasil, AlfaCult, Mercedes-Benz Clube de São Paulo, Mercedes-Benz Clube Brasil e o BMW Car Club Brasil.

Após um café da manhã no Shopping Iguatemi, nos dirigimos para a Casa da Divina Providência de Campos do Jordão. Este asilo mantem 90 idosos de longa permanência, e lá entregamos nossas doações de fraldas geriátricas, gêneros alimentícios, leite em pó, etc…

Em seguida seguimos para um almoço no Haras Polana.

é isso, por fernando stickel [ 18:28 ]

botanique


Sandra e eu passamos alguns dias no Hotel Botanique.


No meio da Serra da Mantiqueira, o lugar é lindo e a arquitetura nota mil!


O que deixou a desejar foi a cozinha e os vinhos… ruim e caro… uma pena!


Excelente local para caminhadas na natureza!

é isso, por fernando stickel [ 11:29 ]

a casa da fundação stickel

DSC09355.JPG
Uma longa, triste e tortuosa história… Envolvendo desrespeito ao contribuinte, o descaso e a incompetência do poder público brasileiro. No caso, a Prefeitura Municipal da Estância de Campos do Jordão.

Exatos onze anos e um mês atrás, no dia 19 Junho 2005, estive no imóvel de propriedade da Fundação Stickel situado na esquina da R. Brigadeiro Jordão com R. Doutor Reid em Campos do Jordão, SP. Foi nesta casa que se iniciaram as atividades da Fundação Stickel em 1954.

Lá cheguei por ter sido alertado telefonicamente por um vizinho de que o imóvel estava abandonado e invadido por usuários de drogas, que inclusive faziam fogueiras dentro da casa!!!

A Prefeitura que ocupava o imóvel por força de um contrato de comodato gratuito, e que havia lá instalado a Biblioteca Infantil Guilherme Monteiro Lobato, simplesmente abandonou o imóvel, sem nem ao menos nos notificar.

Em seguida à reconquista da posse iniciamos processo judicial por perdas e danos, com peritagem, etc… Simultaneamente colocamos o imóvel à venda, pois os danos eram de tal monta que não valeria a pena investir na recuperação do imóvel. A venda ocorreu em 17/12/2007.

O processo por perda e danos correu por anos… e finalmente se encerrou, com o recebimento hoje da quantia líquida de R$117.670,27, que será utilizada em nossas atividades rotineiras.

DSC09326.JPG
Encontrei destruição, imundície, pixação, portas e janelas arrebentadas, marcas de fogo e até mesmo livros queimados. Documentei tudo em fotos e iniciamos processo judicial de reintegração de posse contra a Prefeitura, então na posse por força de contrato de comodato com prazo de 20 anos, ainda em vigência.

DSC09334.JPG
Tirei fotos com o Estadão do dia 19/6/2005, para provar a data.

DSC09353.JPG
A placa com o nome original: “Fundação Beneficente Martha e Erico Stickel”

brig jordao5
Hoje existe no terreno um prédio residencial.

é isso, por fernando stickel [ 14:14 ]

caderneta de lili

caderneta
O mês de Março de 1944 não foi bom para os cavalos da Fazenda Toriba, em Campos do Jordão.
Pelas anotações que minha avó Maria Elisa Arens Diederichsen (Lili) fazia em uma pequena caderneta, três animais sucumbiram trágicamente neste mês. Encontrei a caderneta hoje, fazendo arrumações em arquivos antigos.

-Tarzan (cavalo branco) foi encontrado na cerca no mato Yporanga com a barriga furada pelo arame farpado a 18/3/44 (já decomposto)

-Dourado que era caôlho morreu no precipício Winitou quebrando a nuca dia 26/3/44

-Violino morreu afogado na represa em frente ao Morro das Corujas.

Os locais descritos faziam parte das minhas andanças e brincadeiras de criança e adolescente, nas férias de Julho na Fazenda Toriba em Campos do Jordão.

Na página seguinte da caderneta surgem as medidas da porta da sala de jantar para o living de Toryba, altura 2.22 largura 2.60… e assim vai… so it goes…

é isso, por fernando stickel [ 16:39 ]

raid solidário

polana
Convidei meu amigo Alexandre Dórea Ribeiro para pilotar a Mercedes-Benz 280SL no passeio a Campos do Jordão do III Raid Solidário Alfa Romeo Clube / Ame Campos / Movimento Vivências / Haras Polana. Evento lindo, dia lindo, recepção perfeita, quase esqueci que meu braço continua na tipóia…
O evento se destinou à arrecadação de gêneros alimentícios, fraldas geriátricas, leite em pó para a Casa da Divina Providência de Campos do Jordão. Esta asilo mantem 90 idosos de longa permanência.

polana2

polana3
Paulo Bilyk foi o anfitrião perfeito no almoço em seu lindo Haras Polana.

é isso, por fernando stickel [ 14:18 ]

excursão em campos do jordão

excursão campos
Saída de excursão em Campos do Jordão, provavelmente Julho 1960, da esq. para a direita de pé:
Klaus Foditsch (falecido) Mauricio Oliveira, Fernando Stickel, Zé, filho do caseiro, Marcelo Oliveira e Marcos Oliveira.
Agachados, Arnaldo Diederichsen, Bernardo Diederichsen e Joaquim Cunha Bueno Marques (falecido)

é isso, por fernando stickel [ 13:51 ]

rallye campos do jordão

rallyecj3

rallyecj

rallyecj2
Meu filho Arthur como navegador e eu participamos do Rallye Campos do Jordão, 82º Raid do MG Club do Brasil, na sexta-feira 5/11 (noturno) e sábado 6/11/2014.

Mais uma vez a Mercedes-Benz 280 SL 1970 aguentou bem o tranco, incluindo chuva e frio!

A equipe funcionou perfeitamente, o que nos deu o terceiro lugar!!!

rallyecj4
Foto Vera Lambiasi

é isso, por fernando stickel [ 10:49 ]

rallye volare: primeiro lugar!

volare2
Arthur meu filho e navegador, e eu piloto faturamos mais um “Primeiro Lugar” no 77º Raid MG Club do Brasil, rallye de Regularidade “Volare” do MG Club. O Volare realizou-se em 31 Agosto 2013, mas seu resultado só foi divulgado agora.

volare 4

volare
O rallye de regularidade MG Club do Brasil Challenge é composto de dois rallies, onde se somam os pontos, o Rallye Volare e o Rallye de Campos do Jordão, que teve também uma prova noturna na sexta-feira.
Na soma de três rallyes, sendo que o rallye noturno não conseguimos fazer, ficamos em 6º lugar!

é isso, por fernando stickel [ 9:01 ]

rallye campos do jordão

volare 3
A saída para o Rallye Campos do Jordão promovido pelo MG Club foi um verdadeiro inferno!!
Calor, poluição, motoboys infernizando com suas buzinas, foi difícil aguentar, mas em compensação a Mercedes-Benz 280 SL 1970 aguentou bem o tranco!
Arthur e eu pegamos a marginal Pinheiros/Tietê por volta das 15:30h, demoramos cerca de 3 horas até chegar à Rod. Ayrton Senna, que também estava lotada, resultado de tudo isso chegamos à Campos do Jordão às 20:30h, exaustos e atrasados para a largada do rallye noturno.
Como chovia, achei melhor não arriscar uma largada apressada para recuperar alguns pontos, e desistimos da prova.

é isso, por fernando stickel [ 7:11 ]

hotel montblanc


Consta que o Hotel Montblanc em Campos do Jordão fechou em 2004. Hoje apresenta visivel deterioração, parece um castelo mal assombrado…


O mato cresce, como estará por dentro?

Se bem me lembro, alguns destes mega-hotéis foram construidos na expectativa da liberação do jogo, que veio na esteira dos escandalos dos bingos, e com recursos de origem duvidosa…

é isso, por fernando stickel [ 17:47 ]

1000 milhas históricas brasileiras

carrera 2,7
O grande herói da participação na 3ª edição do rallye internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras 2013, foi o Porsche 911 Carrera 2,7 1975.
Promovido pelo MG Club, o rallye é regulamentado pela Fédération Internationale des Véhicules Anciens – FIVA.
Eu pilotei razoávelmente bem, meu navegador Miguel Barros Costa me auxiliou no mesmo diapasão, e o ponto alto da equipe foi a prova de regularidade na pista Velo Città, onde conquistamos o 4º lugar.
No resultado geral ficamos em 29º lugar, em 49 participantes.
Ao final de 5 dias de provas, de 18/6 a 23/6, percorremos 1883km. O carro comportou-se impecávelmente, seu único problema foi no regulador de voltagem, o que acabou por nos deixar com a bateria fraca e sem motor de arranque no penúltimo dia, algo fácilmente contornável empurrando-se o carro para pegar no tranco.

velocitta

campos do jordão
Este foi o cenário da largada final do rallye hoje cedo em Campos do Jordão.

é isso, por fernando stickel [ 20:14 ]