aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003


Depois de quase um ano, a dupla Stickel & Stickel volta ao rallye!! Arthur navegador e eu piloto participamos no sábado 11/8/2018 do 99º Raid do MG Club do Brasil, Caminho do Mar 2018. Obtivemos um muito decente 5º lugar em um total de 51 carros!
A Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda” desempenhando cada dia melhor se comportou perfeitamente, uma delícia! Um dia glorioso de céu azul, sol forte e muito frio, terminou com almoço no Dalmo Bárbaro, tudo perfeito!

é isso, por fernando stickel [ 8:59 ]


Minha mãe Martha troca uma idéia com o bisneto Ian…

é isso, por fernando stickel [ 17:52 ]


… e finalmente acertaram a cabeça da jararaca… Luis Inacio Lula da Silva, tua hora de curtir a cana finalmente chegou, a palhaçada acabou!

Graças à sua banda boa o Supremo Tribunal Federal colocou mais um tijolinho na construção de um Brasil melhor, o que representa exatamente mais um tijolinho na sepultura deste maior cara-de-pau, corrupto, patife, canalha, imoral, debochado, ladrão, ordinário, mentiroso, falso, velhaco, trapaceiro, bandido, larápio, vigarista, farsante, sem-vergonha, que o país jamais viu.

Lula, entre outras, teve a coragem de usar o cadáver ainda quente de sua mulher, Marisa Letícia, como repositório de seus malfeitos. Esta criatura indecente, seu partido dos trabalhadores PT e seus asseclas de todas as extrações provocaram um mal ao país que não se sanará em séculos. Já vai tarde.

#lulanacadeia #lulanuncamais #lulapreso #forapt #ptnuncamais

Já nem importa se daqui a 15 dias conseguirem prisão domiciliar para o bandido, Lula já era. Acabou. Finito.

Agora é reconstruir o Brasil, e continuar a colocar bandidos de todas as extrações na cadeia.

é isso, por fernando stickel [ 6:16 ]


Faleceu aos 93 anos minha tia Joanna Maria da Cunha Bueno (1924-2018)
Amiga íntima e eterna de minha mãe Martha, foi presença boa e constante na minha vida desde sempre.
Faça uma linda viagem, Joanninha.

é isso, por fernando stickel [ 0:18 ]


O ESTADO DE SÃO PAULO

DOMINGO, 18 DE MARÇO DE 1956

Nova entidade beneficente criada em Campos do Jordão

Rentemente foi criada em Campos do Jordão, encontrando-se já em pleno funcionamento, a Fundação Beneficente Erico e Martha Stickel, intituição de assistencia social, de carater particular, com a finalidade de proporcionar às familia pobres desta cidade, cujos salarios estejam em desacordo com o alto custo da vida, assistencia medico-dentaria, medicamentos, roupas, agasalhos, uniformes escolares, calçados, leite etc.
Funcionando em prédio proprio possui a Fundação consultorio medico, gabinete dentario, aparelho de raios X, farmacia, almoxarifado e sala para distribuição de leite, onde são atendidas, diariamente, 80 crianças; nestes varios departamentos, após verificadas as reais necessidades de cada familia, através de rigorosa sindicancia, cujas observações são anotadas nas fichas familiares, passam as mesmas a receber assistencia, de acordo com cada caso, inteiramente gratuita. Ainda nos casos em que os chefes dessas famílias, por motivo de doença, de acordo com parecer medico, fiquem impossibilitados de trabalhar, a instituição assiste-os também com alimentos, até que o enfermo, após ser convenientemente tratado e restabelecido, possa retornar ao trabalho.
Mantém ainda a Fundação um departamento de orientação educacional, onde, além de serem ministrados a essas familias ensinamentos de ordem moral e higienica e encaminhamento de crianças às escolas, são feitas preleções contra o alcoolismo, o jogo etc., e solução dos mais variados problemas de ordem familiar; todas as famílias assistidas por esta instituição, são ainda visitadas periodicamente, através do serviço de visitação mantido pela instituição.
Nessas visitas são também acompanhados os diversos aspectos da vida dos doentes que estão recebendo, assistencia medica, isto é, é feita a verificação se realmente estes estão seguindo o tratamento que lhes é indicado pelo medico.
Esta nova instituição, criada por iniciativa do dr. Erico Stickel, seu atual presidente e principal mantenedor, e sua esposa d. Martha Diederichsen Stickel, que transferiram bens de sua propriedade para patrimonio da Fundação na importancia de Cr$ 5.147.600,00, e que vem sendo dirigida, em Campos do Jordão, pelo rev. Osvaldo Alves, capelão evangelico nesta cidade, em apenas alguns meses de atividade já assistiu cerca de 2.600 pessoas.
Embora com manutenção propria, tem a Fundacão recebido a cooperação de varias firmas comerciais, instituições e particulares, através de valiosos donativos em espécie, o que tem permitido maior amplitude nos seus serviços de Assistencia Social.

é isso, por fernando stickel [ 9:33 ]

é isso, por fernando stickel [ 15:14 ]


Hoje, 31 Janeiro este blog completa inacreditáveis 15 anos de operação contínua!
Para mim, seu autor, o aqui tem coisa é hoje uma fabulosa ferramenta de opinião, registro e consulta.
Acho que para meus (hoje) poucos leitores ele continua tendo algum interesse.
Problemas técnicos recentes estão sendo resolvidos pelo meu guru nestes assuntos Fernando Bueno.
Em breve teremos novidades, um plano antigo virá à tona, aguardem, vamos em frente!!!

é isso, por fernando stickel [ 7:59 ]


Um pouco antes de sua exposição individual de pinturas em Março de 1980 na Galeria Luisa Strina em São Paulo, Cassio Michalany acordou em um belo sábado ensolarado de Janeiro, pegou sua Caloi 10 branca e foi pedalando até a USP, onde nadou na piscina do COSEAS.

Voltou para sua casa-estúdio na R. Lourenço de Almeida na Vila Nova Conceição, pegou sua Brasilia verde e foi almoçar perto do Hospital São Paulo na Vila Mariana, onde traçou um bife a cavalo com dois ovos.

Voltou para casa, descansou um pouco, e foi até o Edgar Discos na R. Dep. Lacerda Franco em Pinheiros onde comprou um dos mais importantes discos de Stevie Wonder, “Songs in The Key of Life” o da capa vermelha, como uma rosa.

Voltou para casa, abriu as portas verdes do estúdio, pegou uma série de papéis pré cortados no tamanho 16 x 20cm, esponjas, e os potes de tinta acrílica que utilizou na execução das pinturas de sua exposição, colocou o Stevie Wonder para tocar, serviu-se de um uísque e começou a produzir desenhos.

Uma fortíssima chuva de verão desabou, e Cassio simplesmente a ignorou, intoxicado pelo calor de verão, focado no profundo prazer de fazer algo maravilhoso, intenso, o prazer de fazer ARTE!

A chuva parou, os desenhos estavam ali, no chão, exuberantes, prontos, relaxados. Cassio descontraiu-se, respirou fundo e foi até a Lanchonete da Pracinha, na Pça. Pereira Coutinho, comeu um sanduiche, deitou no banco da praça, olhou para o céu azul profundo, deu um tempo, voltou para casa e foi dormir satisfeito.

No dia seguinte logo cedo, domingo, observou os desenhos e adicionou com lápis e régua pequenos traços retos de grafite, que terminaram magistralmente a série de 30 DESENHOS.

é isso, por fernando stickel [ 13:17 ]

é isso, por fernando stickel [ 15:23 ]


Década e meia de domínio lulo petista provocaram na sociedade brasileira um entorpecimento moral e cívico. A sociedade aceitou passivamente que malfeitos fossem cometidos, pois, ué, quem não os comete??! O PT sentindo cheiro de queimado, inventou o termo “malfeitos” para atenuar a gravidade de seus crimes, como se a terminologia tivesse esse condão.
Ditos “artistas” e “intelectuais” e mesmo religiosos que poderiam e deveriam ter sido as antenas da raça (Ezra Pound) denunciando os “malfeitos” recolheram-se, apequenaram-se em babosa louvação ao demiurgo de Garanhuns. Outros passaram a defender com unhas e dentes o lider máximo de mensalão, petrolão & etc… Uma vergonha.

Vai ser difícil o país superar esta fase, mas os desembargadores João Pedro Gebran, Leandro Paulsen e Victor dos Santos Laus do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) ao confirmar por 3×0 a sentença do juiz Sergio Moro e aumentando a pena de Lula para 12 anos e 1 mês de prisão colocaram hoje grande parte desta herança maldita em seu devido lugar, a lata de lixo da história.

Eu mesmo preciso confessar que fui vítima de um patrulhamento ainda no governo Lula. Neste meu blog havia uma categoria “política”, gavetinha onde eu jogava opiniões, charges, comentários, e principalmente manifestava o meu desespero perante o avanço do PT e a inércia da oposição, o caos aéreo, etc..
Pois bem, nesta época a instituição que dirijo desde 2004, a Fundação Stickel, contava com uma empresa de assessoria de imprensa, regiamente paga, que um belo dia me alertou para o “perigo” das minhas opiniões publicadas no meu blog pessoal, pois mais dia menos dia algum governo, prefeitura (petista, é claro…), etc… poderia se ofender e cancelar possíveis parcerias com a Fundação.
Cerca de ano e meio antes Obama havia dito “Lula, você é o cara”, ou seja, tempos de vento em popa para lulistas/petistas.
Argumentei que a minha pessoa física não poderia ser confundida com a figura de CEO da Fundação, mas a assessoria insistiu que seria “prudente” eliminar toda e qualquer crítica política do meu blog.
Contrariado, resolvi concordar, pensando no bem maior do desenvolvimento da Fundação, e promovi uma reforma visual no blog, eliminando numa canetada só centenas de posts catalogados sob a categoria “política”, um pouco antes do final do segundo mandato Lula.

A ferramenta The Wayback Machine me levou de volta à época em que meu blog ainda tinha a categoria ‘política”. Me deu saudades…

é isso, por fernando stickel [ 14:35 ]

Hoje, véspera do aniversário de 464 anos da cidade de São Paulo foi um dia muito, muito especial. Comemorei, enchi o coração de alegria, abri o peito, arregalei os olhos, lavei a alma, jantei no excelente Nino Cucina com minha mulher, tomei um bom vinho, enfim, comemorei muito!!! Voltei a acreditar no Brasil!


O dia começou com a inauguração às 10:00h do projeto “Entorno de nós”, painel de 13 metros de comprimento, idealizado e dirigido pelo artista plástico e educador social Danilo Blanco. Obra colaborativa produzida com azulejos impressos digitalmente que reproduzem peças artesanais de marchetaria, criadas por alunos das escolas estaduais Prof. Dr. Geraldo Campos Moreira; Profª. Laurinda Vieira Pinto; Rodrigues Alves e João Kopke, em cursos promovidos pela Fundação Stickel.
Realizado pela Fundação Stickel na estação Palmeiras – Barra Funda da CPTM, o painel foi instalado por aprendizes e professores do Senai São Paulo.


Em seguida às 14:00h iniciamos com a arquiteta Sandra Pierzchalski os trabalhos da reforma do novo espaço da Fundação Stickel, que se chamará “Pharmacia Cultural Fundação Stickel” Quando concluido, utilizaremos este novo espaço para exposições de arte, palestras, encontros, projeções, etc… proporcionando à Fundação condições de ampliar a exposição dos trabalhos de seus alunos.


Finalmente, durante a tarde, assisti aos históricos votos dos desembargadores João Pedro Gebran, Leandro Paulsen e Victor dos Santos Laus do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) confirmando por 3×0 a sentença do juiz Sergio Moro e condenando Lula a 12 anos e 1 mês de prisão.

é isso, por fernando stickel [ 8:43 ]


O projeto “Entorno de nós”, idealizado e dirigido pelo artista plástico e educador social Danilo Blanco é um painel de 13 metros de comprimento, obra colaborativa produzida com 700 azulejos impressos digitalmente a partir de peças criadas por alunos de escolas estaduais Prof. Dr. Geraldo Campos Moreira; Profa. Laurinda Vieira Pinto; Rodrigues Alves e João Kopke nos cursos de marchetaria do Prof. Danilo Blanco, promovidos pela Fundação Stickel.

Realização da Fundação Stickel na estação Barra Funda da CPTM, a instalação foi realizada por aprendizes e professores da Escola Senai Orlando Laviero Ferraiuolo, com apoio da CPTM

A inauguração será no dia 24 Janeiro às 10:00h. Estão todos convidados!


O painel ficou pronto ontem!


Sem o tapume!!

é isso, por fernando stickel [ 8:11 ]


Os Conselheiros e a diretoria da Fundação Stickel reuniram-se nos dias 16 e 17 Janeiro 2018 para realizar Planejamento Estratégico da Fundação.
O trabalho foi mediado pela Fernanda Dearo, especialista em Terceiro Setor e captação de recursos.
A Fundação pretende com este necessário e importante passo galgar novos niveis de aprimoramento de seus programas e projetos, assim como de sua gestão, governança, incluindo agora a captação de recursos.
Outra novidade importante a ser incorporada em 2018 será um espaço de múltiplo uso aberto para a rua e para o público, cujas chaves recebemos na semana passada. Seu nome será “Pharmacia Cultural Fundação Stickel”
Neste espaço a Fundação pretende realizar exposições, cursos, palestras, projeções, e vender as fotos de seus alunos e outros intens, como parte da estratégia de captação de recursos a ser criada.
Da esq. para a direita na foto: Arnaldo, Miriam, Marcia, Vitor, Alexandre, Fernanda, eu, Sandra.


A Pharmacia Cultural ficará no nível da rua na R. Nova Cidade 193, os escritórios da Fundação são na sobreloja.

é isso, por fernando stickel [ 7:21 ]


Faz tempo que não comento filmes aqui… Não por falta de bons filmes, mas… talvez preguiça…
Desta vez porém preciso falar de O DESTINO DE UMA NAÇÃO (Darkest Hour)
Com Gary Oldman magistral no papel de Winston Churchill, dirigido por Joe Wright.

Churchill tinha no início do filme 66 anos de idade, e ataques de mau humor e rabugice. Sua mulher Clemmie lhe dá uma bronca por isso, argumentando que em breve ele será um dos homens mais poderosos do Reino Unido, e que não poderia dar vazão a estas características impertinentes.

Achei interessante porque eu, aos 69 anos passei há poucos dias exatamente pela mesma bronca, entendi ao vivo e a cores as razões que levaram minha mulher a tanto…
Com razão ou não para explodir, temos que controlar nosso temperamento, para benefício de quem nos cerca.

Mas isso é apenas um comentário paralelo, o filme é maravilhoso! E a performance de Gary Oldman digna de um Oscar, ou mais!! E faz um par perfeito com Dunkirk, também maravilhoso!

é isso, por fernando stickel [ 16:57 ]

Sonhei que andava por uma rua do bairro de Pinheiros, descalço, sem óculos, vestido apenas com uma túnica bordô dos budistas.
Eu me dirijia a uma igreja, ou templo, onde algum tipo de cerimonia ecumenica se realizaria, várias pessoas na mesma rua se dirijiam também para lá.
Eu me sentia despojado e tinha a vaga impressão de que encontraria lá o meu primo Lama Michel, me sentia também levemente desconfortavel nesta nova indumentária, mas prosseguia sem hesitação em direção à cerimonia ecumenica.

é isso, por fernando stickel [ 7:19 ]

Vamos dar um pulinho ali na Bahia e já voltamos!

é isso, por fernando stickel [ 10:05 ]


Nas últimas 4 ou 5 semanas sofri de recorrentes dores nas costas, acompanhadas de profundo mau humor… foram crises em cima de crises, fui ao médico, fisioterapeuta, fiz ressonância magnética, etc… etc…

Fui obrigado pelas circunstancias a zerar minha rotina matinal de exercícios, natação, etc… que foi substituída por repouso (argh!!!) e caminhadas de 30 metros no máximo…

O lado bom de tudo isso é que me concentrei na única coisa que é possível fazer nesta situação, sentar na cadeira Aeron, com bom suporte lombar, por 3 ou 4 horas diárias em frente ao computador e trabalhar no meu próximo projeto. O nome ainda não está definido, mas por enquanto vamos chama-lo de “CLASSIC CARS”.

Trata-se de um livro e de uma exposição de fotos sobre a minha paixão e experiência com carros clássicos, rallyes dos quais participei, restauros que fiz, amigos e parceiros que conquistei nesta jornada, e outras cositas mas…

O resultado deste trabalho (até agora…) após exame de mais de 70.000 imagens de minha lavra, desde 2003, são 230 imagens de carros clássicos, nas mais variadas situações, e 120 imagens das pessoas envolvidas neste fascinante assunto, ou seja, 350 imagens selecionadas a dedo…

Estimo que gastei neste esforço concentrado cerca de 120 horas de trabalho, e no mínimo mais do dobro disso desde que comecei a trabalhar nestas imagens, sem falar, é claro, do tempo envolvido na tomada das imagens, rallyes, passeios, visitas a coleções, encontros de amantes dos clássicos, acompanhamento do restauro de Mercedes-Benz e Porsche, viagens à Europa, Uruguai e Argentina, etc… etc…

Meu amigo, o fotógrafo Valdir Cruz teve importante participação neste processo, pois foi seguindo sua orientação para edição deste trabalho que pude chegar na seleção atual, finalizada hoje 27/12/2017. O próximo passo, que será dado em 2018 será imprimir estas 350 imagens e partir para nova edição.

é isso, por fernando stickel [ 17:55 ]


Perdi um amigo. Marcelo Petriccione, 49 anos, casado, três filhos foi assassinado com três tiros na antevéspera do Natal.

Leia a notícia aqui.

Perdi o prumo ao receber a notícia por WhatsApp,fiquei completamente chocado, desorientado, sem chão, foi horrível, foi triste, foi, foi… Como? Por que? Não é possível??!!!

Eu frequento a oficina A. M. Marcelo semanalmente há mais de dois anos, desenvolvi uma amizade com todos os Petriccione, o pai Matteo e os irmãos, com o Zeca chefe da oficina, com outros funcionários da oficina e com vários outros clientes que lá se reuniam religiosamente aos sábados de manhã. Nunca houve registro de qualquer desentendimento entre os irmãos, eu nunca vi ou ouvi qualquer coisa.

À tarde fui ao enterro no Cemitério de Santana, onde reinava entre os presentes o mesmo clima de perplexidade.

Espero que o Marcelo faça boa viagem, e que sua família ultrapasse da melhor maneira possível esta tragédia.

é isso, por fernando stickel [ 16:20 ]