aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘porsche’

porsche day

Meu filho Antonio e eu fomos ontem, 19 Março 2011, à 30ª Edição do Porsche Driving School em Interlagos com o Porsche Boxster 2007.
Eu havia participado de duas edições deste evento em 2007, Abril e Novembro com o Carrera 1975, inclusive em rallye de regularidade.

O sábado se apresentou cinza, garoa fina, quase frio, pista umida, por vezes chuva. No meio da tarde, segundos antes de entrar para a terceira sessão de treinos, tudo foi cancelado por conta das péssimas condições da pista.

A minha impressão sobre o Boxster pilotado em condições extremas é que trata-se de um carro muito sofisticado para este tipo de uso, a parafernália eletrônica de controle de tração, ABS, etc… te isola um pouco da realidade da pista, tanto assim que lá pelas tantas eu perdi totalmente o freio, passei por aquela péssima sensação de apertar o pedal e ele ir bem suavemente até o fundo, sem acontecer nada…
Além disso só usei a quinta marcha do câmbio de 6 marchas no finalzinho da reta dos boxes, segundos antes de iniciar a frenagem.

A sensação de pilotar o Carrera 75 é mais visceral, mais próxima da pista, seu câmbio de cinco marchas é usado integralmente.

Meus melhores tempos na Categoria F – Boxster S e Cayman S, foram de 2:10:709 na Primeira Bateria, com a pista umida, e de 2:21:269 na Segunda Bateria, com a pista muito escorregadia. Não me senti seguro a avançar os limites da aderência, pois o Boxster, de motor central, não “avisa” o limite de aderência, como o 911 de motor traseiro.

é isso, por fernando stickel [ 11:05 ]

porsche carrera

Esta fera de motor traseiro de 6 cilindros opostos, 2,7 litros, 210hp e câmbio de 5 marchas chama-se Porsche 911 Carrera e foi construida na Alemanha em 1975.
Continua sendo ajustada para obtermos seu funcionamento perfeito e também seu melhor desempenho.
No momento desconfiamos que a posição dos eixos de comando das válvulas possa estar um pouco fora do lugar, pois o motor acelera bem até cerca de 4.000-5000rpm, depois ele perde a vontade de subir de giro.

é isso, por fernando stickel [ 9:21 ]

boxster s 2007


Esta fera de motor central de 6 cilindros opostos, 3,4 litros, 295hp e câmbio de 6 marchas chama-se Porsche Boxster S, e amanhã cedinho estará na pista de Interlagos, no evento Porsche Day.
Será seu primeiro contato com as competições automobilísticas, e para não haver surpresas a máquina passou hoje por uma verificação geral, alinhamento, pressão dos pneus, etc…

é isso, por fernando stickel [ 20:54 ]

máquinas da minha vida

As máquinas da minha vida

Raras coisas me despertam tanto interesse, para não falar tesão, quanto as máquinas e os motores.
Na minha adolescência, o foco eram os carros, motos, bicicletas, carrinhos de rolemã e tudo que tivesse rodas e andasse, e as mulheres.
É bem verdade que foi mais fácil dar vazão ao tesão pelos carros do que pelas mulheres…
Lembranças fugazes de carros fantásticos convivem com a memória presente e permanente do cheiro do interior de um Jaguar Mark V e do seu painel de madeira, com luz roxa, ou então de andar na caixinha (porta-mala) de um MG TD 1951 pilotado pelo meu pai, com a capota aberta na praia da Enseada
Outra situação que tenho muito clara na memória é a garagem da casa do meu tio Luis Dumont Villares na R. Áustria, onde moravam um Jaguar Mark 2 e um Buick 1955, pois em todas as ocasiões em que haviam reuniões de família eu sempre visitava a garagem, entrava nos carros, mexia no câmbio, nos botões das luzes…

Estão listados todos os veículos que tenho na memória, mesmo que não os tenha guiado, fossem os meus, da família, ou dos parentes e amigos.

Infância
Mercedes-Benz 540 ssk 1937 cinza ou prata
Jaguar Mark V 1949 preto
MG TD 1951 preto
Cadillac 1951 cinza
Chevrolet Belair 1955 branco e azul
Dodge Fluid Drive 1946 (do meu avô Arthur Stickel)
Ford Tudor 1955 branco (da minha avó Lili)
Ferrari 500 Testa Rossa (do vizinho do Bexiga Domingos Papaleo)

Adolescência
Leonette 50cc
Mondial 50cc
Royal Enfield 350 Bullet
Kart Rois-kart 125 (dos meus primos Bernardo e Arnaldo)
Plymouth (do meu tio Ernesto)
Brasinca 4.200 GT (do meu tio Ernesto)
Alfa-Romeo GTV 1750 branca (do meu tio Ernesto)
Jaguar MkII bordô (do meu tio Luis)
Buick azul claro metálico (do meu tio Luis)
Alfa-Romeo JK FNM 1962 cinza
Fusca 1200 (do meu primo Bernardo) em viagem à Bahia, com faróis de milha OSCAR
Camionete Ford 1951 cinza (em Campos do Jordão)
Trator Case anos 40 vermelho (em Campos do Jordão)
Opel Rekord 1960 verde claro
Rural Willys 1960/62/64/65
Riley RME 1949 2,5 preto e vermelho
Renault Gordini 1964 branco (da minha tia Joaninha)
MG TD (da família Oliveira)
Austin Healey (da família Oliveira)
DKW Vemaguete bege (da família Oliveira) na viagem com os Oliveiras ao RJ – hospedagem em Ipanema com Sonia e Jorge

Adulto
BMW R60 1969
Moto Guzzi 850GT 1973
Porsche 912 1968 branco
JK cinza
Veraneio bege
Fusca 68 bordô
Opel Commodore 1968 prata com capota vinil preta
Opala Caravan amarela
Jaguar Etype V12
Chevette alemão vermelho
Variant amarela
Variant II branca
Fiat 147 azul marinho
BMW 3.0 CSI 1971 branca (meu pai ficou tão pouco tempo com o carro que nem cheguei a guiá-lo)
BMW 2002 automática preta (meu pai ficou tão pouco tempo com o carro que nem cheguei a guiá-lo)
Belina branca
Corcel bege
Santana Quantum 1,8 champagne metálico
Santana Quantum 2,0 cinza metálico
Passat bege
Passat 1984 cinza
Parati branca
Voyage bordeaux metálico
Peugeot Break azul
Omega
Honda Accord verde metálico
Santana Quantum preta automática
Mercedes-Benz 500SL 1986 azul
Honda Accord 1995 perua azul
Volvo 850 1994 perua grafite
Volvo 850 1996 ou 97 perua verde metálico
Volvo T5 azul
Volvo XC70 azul
Volvo XC70 prata
Volvo XC60 branco ártico
Subaru Forester
Hyunday Azera preto
Porsche 911 Carrera 1975 branco
Mercedes-Benz 280SL 1970 branca “Pagoda”
Jaguar Etype S1 4,2 branco 1965

é isso, por fernando stickel [ 11:35 ]

rallye guarujá


Mario Sacconi navegador e eu piloto participamos do 70º Rallye Histórico do MG Club do Brasil – Guarujá, em 27 Novembro 2010, com o Porsche 911 Carrera 1975.


Almoçamos no Iate Clube de Santos.


Chegamos em 10º lugar!!

é isso, por fernando stickel [ 9:28 ]

mercedes renasce


O Porsche já está andando, e até já passou na inspeção veicular. É óbvio que faltam ainda um monte de coisas para fazer, mas já anda!
Agora chegou a vez da Mercedes-Benz 280 SL “Pagoda” entrar na reta final do restauro.
No canto da foto o Gigante, responsável pelo renascimento mecânico da jóia.

é isso, por fernando stickel [ 17:35 ]

porsche

bosch
A epopéia do Porsche 911 Carrera 1975 avança.
Depois do rallye e da viagem tentamos regular o motor para enfrentar o teste de emissões, obrigatório por lei.
Não deu acerto, e a bomba de injeção foi enviada à Bosch para calibragem.
De lá veio a notícia de que seria necessário abri-la, pois não havia meio de calibrá-la corretamente.
Aberta a bomba, verificaram-se duas peças desgastadas, o parafuso de regulagem da alta espanado, e um dos pistões de injeção engripando.
Os bicos de injeção também foram testados, estão todos OK.
Encomendadas as peças, remontada e recalibrada, a bomba voltou ao Gigante ontem.
Agora é montar no motor, e andar…

é isso, por fernando stickel [ 10:41 ]

faleceu dennis hopper

hopper
Foto: Reuters

Morre aos 74 anos o ator e diretor Dennis Hopper, de “Easy Rider”

Em 1989 fiz um programa interessante com os meus filhos Fernanda e Antonio, na época com 12 e 10 anos de idade.
Começamos com uma semana de esqui na neve em Vail, Colorado, em seguida levei-os à Disney de Los Angeles, e ficamos em um hotel ali perto em Anaheim.
Lá pelas tantas me ligou o meu falecido amigo Jay Chiat (1931-2002) e disse:
– Fernando, come up here, I reserved a room for you in Marina del Rey, it’s closer and we could get together. (as distâncias em LA são imensas)

Mudamo-nos de mala e cuia, guiei os cerca de 60km que separavam os bairros, e na mesma noite o Jay me convidou para jantar no Rebecca’s em Venice, frizando que o restaurante era um projeto novo do Frank Gehry, amigo dele e cujo escritório visitei em 1985.
Agitei um programa para os meus filhos jantarem no quarto, o Jay me pegou no hotel em um Porsche 928 preto, naquela época sua agência de publicidade, a Chiat-Day tinha a conta da Porsche.
Chegamos ao Rebecca’s Restaurant em Venice, 2025 Pacific Avenue, e quase caí de costas. O bar na entrada era inteiro de alabastro (ou onyx), e reluzia na atmosfera sensual, no teto um enorme crocodilo feito de placas de metal, o restaurante era a coisa mais interessante e ousada que eu jamais havia visto.
Pouco a pouco os outros convidados foram chegando, o Jay ia me apresentando, entre eles Dennis Hopper (1936-2010). Lembro-me do Jay conversando com ele sobre um warehouse que eles iriam comprar, algo assim.
E eu estava sentado ali do lado dele, tive o privilégio de jantar com um dos monstros sagrados do cinema. Quis a fatalidade que ambos falecessem de cancer da próstata, ainda jovens, com setenta e poucos anos.

é isso, por fernando stickel [ 18:19 ]

o porsche e os gases

gas
Depois de semanas e semanas de espera, por conta da BURROCRACIA do Inmetro, finalmente a oficina Motores Gigante recebeu o aparelho analisador de gases, que permitiriá a regulagem perfeita do motor, e consequentemente a aprovação do veículo na Inspeção Veicular.

A rigor o Porsche 911 Carrera 1975 poderia ser dispensado da inspeção, se já tivesse a “Placa Preta”, processo que pretendo iniciar assim que ele estiver regulado e andando normalmente.
Porém, tenho a impressão que depois de todo o esforço de restauro, o Porsche, com 35 anos de idade será aprovado, o que será uma vitória ainda maior!

é isso, por fernando stickel [ 21:55 ]

haras maripá

pors
Pelo segundo sábado consecutivo o Porsche 911 Carrera 1975, maravilha da engenharia teutônica renascida das cinzas, nos levou ao interior, hoje fomos Sandra Pierzchalski, minha mulher e eu a Jaguariuna, almoçar na Fazenda São Sebastião do Castelo, Haras Maripá.
Desde o renascimento já rodamos aproximadamente 600km, sempre amaciando o motor, mansamente, doucement…

Para vocês não pensarem, equivocadamente, que tudo são rosas no caminho do restauro automotivo, aqui vai a (pequena) lista do que falta fazer para deixar a máquina impecável:

Regulagem do motor – não passa de 4.000rpm
Barulho no servo-freio hidrovácuo
Acelerador prendeu durante o rallye
O carro está inclinado para o lado do motorista
Ajuste do mostrador de temperatura do óleo
Luzes espia do pisca-pisca permanecem acesas
Luz espia do freio de mão não acende
Motor do espelho do lado do passageiro não funciona
Luzes amarelas laterais
Farol de milha
Ajuste da tampa do cofre dianteiro
Ponteira do escapamento
Borrachas laterais
Velocímetro em km

E, na etapa final:

Ar condicionado/ventilação
Pintura
Borrachas/vidros
Borrachas para-choque traseiro
Tapeçaria
Rádio/antena
Limpador do para-brisa traseiro

é isso, por fernando stickel [ 23:45 ]

haras larissa

haras
No meio do maravilhoso verde do Haras Larissa os clássicos descansam do 67º Rallye Histórico do MG Club – Haras Larissa.
Na seta o Porsche renascido das cinzas… Sandra Pierzchalski, minha navegadora e eu nos deliciamos com o renascimento!
Na frente, da esq. para a direita, Mercedes 280, Opel GT, Jaguar EType e Jaguar XK 120.

No blog do nosso colega Luis Cezar uma reportagem magnífica sobre o evento.

é isso, por fernando stickel [ 8:40 ]

haras larissa

larissa
Hoje é um dia muito especial, um sonho tornou-se realidade.
Sandra Pierzchalski, patroa e navegadora e eu participamos com o Porsche 911 Carrera 1975 do 67º Rallye Histórico do MG Club – Haras Larissa.
Foram cerca de 300km, ida e volta, e o carro comportou-se muito bem, depois de quase dois anos parado para restauro.
Alguns probleminhas não tiraram o brilho do renascimento da máquina, apenas sinalizam a continuidade da missão…

é isso, por fernando stickel [ 18:35 ]

porsche

porsche9
Foco, perseverança, paciência, e os resultados aparecem.
Voltei a andar com o Porsche 911 Carrera 1975 na rua, ouvi com extremo prazer a música do seu motor, senti seu torque e a vontade de acelerar mais… pouco a pouco a máquina volta ao seu “normal”.
Muitos ajustes ainda serão necessários, mas as perspectivas são excelentes!
Espero participar do primeiro rallye de 2010 do MG Club no dia 10 Abril com ele.

É interessante que com o passar dos anos e as leituras e conversas sobre este carro, a certeza de que ele é um exemplar especial só aumenta.
Por que?
Porque ele é, na essência, idêntico ao Porsche 911 2.7 Carrera RS 1973, um dos maiores clássicos de todos os tempos, apenas com cerca de 125kg a mais. Um puro sangue!

é isso, por fernando stickel [ 11:12 ]

porsche

bio circle
Enquanto o Porsche 911 Carrera 1975 sofre a quarta abertura do motor, a tecnologia aplicada vai melhorando.
Agora as peças na oficina do Gigante são lavadas com a tecnologia Bio-Circle, bio degradável.

motor
O restauro é lento, exige MUITA paciência, ainda assim eu adoro ver o motor por dentro!

é isso, por fernando stickel [ 16:35 ]

porsche

porsche4
Senhoras e senhores, a felicidade existe!!!!!
Hoje, 13 Março 2010, um sábado de sol em São Paulo, o Porsche 911 Carrera 1975 voltou a andar na rua, comigo na direção, um ano e nove meses após o início do restauro.
O prazer de ouvir o motor é indescritível, a aceleração redonda e os freios agora com o reforço do servo-freio hidrovácuo, a sensação de “kart” ao fazer curvas, enfim, toda a delícia de dirigir um “puro-sangue”.
Milhares de pequenos detalhes ainda terão que ser cuidados, a evolução continua!

Na carroceria foi eliminada a asa do Turbo e as proteções pretas nos “flares” traseiros, que não eram originais do carro. A pintura está ainda pela metade, depois de concluidas todos os ajustes mecânicos é que será dado o acabamento estético.

porsche5

é isso, por fernando stickel [ 12:27 ]

paciência!!!!!

casal
Nesta sexta-feira programamo-nos para brincar à tarde, os “brinquedos” do casal no entanto não funcionaram muito bem…

san
San Giorgio, o cavalo da minha mulher Sandra Pierzchalski, montado por seu professor Rodolpho Riskaklla, participou hoje de sua primeira prova de adestramento na Hípica de Santo Amaro, assustou no meio da prova e teve que abandonar.

porsche3
Para dar o primeiro passeio depois de quase dois anos, liguei o carro, engatei a marcha-ré, saí da oficina e não consegui engatar a primeira marcha no Porsche 911 Carrera 1975, remontado há poucos dias.

Por sorte, ou melhor, maturidade (fica mais elegante que falar idade…) nós sabemos que um revés não compromete o projeto, então, não desesperar, basta apenas perseverar e ter mais um pouco desta qualidade tão em falta, a PACIÊNCIA!!!!

é isso, por fernando stickel [ 16:58 ]

porsche

porsche2
Desde Outubro do ano passado, esta é a terceira vez que o motor do Porsche 911 Carrera 1975 volta ao seu berço.
Os culpados foram os vazamentos de óleo, porém a cada operação vários outros detalhes foram sendo feitos, repintura do habitáculo do motor, partida a frio, conexões elétricas, montagem dos freios e suspensão, etc…
Quem sabe nos próximos dias ele finalmente voltará a colocar os quatro pneus no asfalto, e andará com seu próprio motor.
Volto a afirmar que restaurar um carro clássico é sobretudo um exercício de paciência.

é isso, por fernando stickel [ 11:03 ]

tratores porsche

tractor
Coffee Train P312
Salvaged from death by rust in a Brazil warehouse, freighted to the UK by sea in 2000, and, after two years being renovated, this extraordinary machine is a cross between a small submarine and a missile.
It is believed to be the only complete and running example of the 300 or so Porsche tractors designed to work on coffee plantations and exported to Brazil (Note: some P312 have been reported as still running in Brazil but may have been converted to diesel).
The brilliant orange tractor looks like the ultimate in tractor aerodynamics, but its smooth lines were designed to avoid damage to the delicate coffee plants. Likewise, it is unique in the Porsche tractor heritage in having a petrol engine – the coffee plantation owners did not want diesel fumes near their plants…
Capacity: 1800 cc
Maximum Power: 24.2bhp
Number made: app 300

Saiba mais sobre os tratores Porsche aqui.

é isso, por fernando stickel [ 9:45 ]