aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘mercedes-benz’

torneio regularidade


Torneio Interlagos de Regularidade 2011 (rallye)
Data: 21 Janeiro 2012
Categoria: Classico
Tipo: Duplas
Equipe: Fernando Stickel, piloto, Mario Sacconi, navegador
Veículo: Mercedes-Benz 280 SL 1970 “Pagoda”
Classificação: Terceiro lugar na categoria e décimo primeiro na geral, total de 38 participantes.

Esta classificação em uma prova da qual nunca haviamos participado, com um carro com o motor amaciando, soa maravilhosamente bem aos meus ouvidos!!

é isso, por fernando stickel [ 13:24 ]

rallye interlagos

largada
Aguardando a largada no Autódromo José Carlos Pace – Interlagos.

L1010698
“Terceiro Lugar” no rallye “Torneio Interlagos de Regularidade 2012”, piloto e navegador. 9ª e 10ª Etapa Campeonato Paulista de Automobilismo

Uma equipe coesa levou hoje uma máquina perfeita para a competição.
Mario Sacconi, navegador
Arthur Siriuba Stickel, fotógrafo
Fernando Stickel, piloto
Mercedes-Benz 280 SL 1970, a máquina perfeita…

torneio
Dividimos o pódio com outras duplas, cujos carros clássicos vou descobrir depois quais são… à esquerda, de boné, Jan Balder, organizador do evento.

estrela
Mario, meu navegador e eu já fizemos vários rallyes juntos, e também várias regatas de snipe, com as posições trocadas, na vela ele é o timoneiro. Pouco a pouco a dupla vai planejando melhor as estratégias, e com o auxílio de uma boa estrela, os resultados aparecem!

arthur8
Meu filho Arthur fotografou e aguentou o nervosismo do pai…

é isso, por fernando stickel [ 18:30 ]

passeio de mercedes

Hoje realizei mais um passeio/teste com a Mercedes-Benz 280 SL 1970.
Percorri 200 km, saindo de São Paulo pela Marginal de Pinheiros e Castelo Branco, tomando rumo Pirapora do Bom Jesus no km 48 , depois Cabreuva e Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto direção Jundiaí, finalmente a Rodovia dos Bandeirantes de volta para São Paulo.
A parte gostosa da estrada é a Estrada dos Romeiros no trecho de Pirapora, com longos trechos sinuosos ao longo do rio Tietê, curvas gostosas e velocidade média, ideal para curtir o carro.
A máquina se comportou perfeitamente, um prazer! O som do motor redondo, o câmbio macio nas trocas de marcha, freios potentes, suspensão se movimentando bem, a única coisa que talvez falte é um ar condicionado…

é isso, por fernando stickel [ 19:48 ]

mercedes-benz 280 sl

Mercedes-Benz 280 SL 1970 “Pagodinha” voltando ao uso normal!
Pequenas imperfeições vão sendo corrigidas pouco a pouco…já rodei cerca de 1500 km depois da reforma do motor, a máquina ainda está amaciando.
A linda miniatura ganhei do meu amigo Mario Cezar!

é isso, por fernando stickel [ 17:44 ]

rallye – resultados


Mario Sacconi e eu em Campos do Jordão.


Mesmo sem o hodômetro, que quebrou logo no início da prova, Mario Sacconi, meu navegador e eu ficamos em 12º lugar no Rallye de Campos do Jordão, 72º Raid do MG Club do Brasil com a fabulosa Mercedes-Benz 280SL 1970.


A máquina!

é isso, por fernando stickel [ 8:14 ]

rallye campos

Rallye Campos do Jordão do MG Club, completado com perfeição na Mercedes-Benz 280SL 1970. Mario Sacconi, meu navegador e eu contornamos a quebra do hodômetro e fomos até o final sem mais nenhum problema.
Percorrer sem sobressaltos cerca de 600 km, em um carro que acaba de sair de um processo de restauro que durou cerca de três anos, é um prazer indescritível. Escutar o barulho redondo do motor, que ainda está amaciando, os engates precisos do câmbio, os freios eficientes, o painel onde tudo funciona é a cereja do bolo!

é isso, por fernando stickel [ 12:47 ]

mercedes-benz

merc4
Sabemos que carros restaurados precisam de muito uso para que todos os defeitos apareçam, sejam corrigidos, etc… etc… até que o dito cujo fique confiável.
Eu apenas não esperava que tantos defeitos atingiriam a Mercedes-Benz 280SL no seu primeiro dia do renascimento, após cerca de 100km rodados, com o Arthur meu filho de manhã, e com a Sandra meu amor à tarde.
Vamos à lista:
-Trambulador pifou ao engatar a marcha-ré. Por sorte estava perto de casa, consegui colocar uma segunda e fui assim…
– Não consegui fechar a capota, as travas estão desalinhadas.
– O cabo de abertura do cofre do motor se soltou.
– Buzina não funciona.
– Partida a frio e a quente não está redonda, marcha lenta um pouco alta.
– Barulhos generalizados, de suspensão e de coisas soltas.
Porém, apesar dos defeitos, deu muito prazer dirigir, motor, freios, suspensão, direção, tudo funcionando muito bem. Até o rádio funciona!

é isso, por fernando stickel [ 19:26 ]

paixões na kalu

rolls1
Os meus dois orgulhos se encontram na oficina Kalu, no Tucuruvi.
Depois de cerca de três anos, ambos chegam ao final do restauro mais ou menos simultâneamente.
Como companhia na oficina encontramos Porsches, Ferraris, Rolls-Royce, Mercedes-Benz, Bentley, etc… muitos deles restaurados pelo Kalu, como este Rolls Corniche 1969 da foto.

é isso, por fernando stickel [ 18:29 ]

mercedes-benz


A cereja no bolo.

Após anos de esforços, o restauro da Mercedes-Benz 280SL 1970 se aproxima do fim, e a instalação do escapamento original permitiu finalmente escutar a sinfonia de um motor rigorosamente 0km.
Falta colocar o capo do motor, retoques e polimento da pintura e retoques de tapeçaria. Daí para a frente é usar a máquina, amaciar o motor e corrigir inevitáveis defeitos que aparecerão…

é isso, por fernando stickel [ 11:20 ]

mercedes-benz 280sl

rest1
Dos percalços do restauro automotivo e da necessária paciência e persistência em prosseguir…

Com quase tudo pronto, e minucioso restauro de todos os detalhes acessórios do motor, como canos, presilhas, borrachas, mangueiras, na Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagodinha”, uma mangueira de óleo recém instalada estourou, provocando banho de óleo em todo o motor…

é isso, por fernando stickel [ 10:33 ]

mercedes-benz

Enquanto isso… o trabalho de restauro na Mercedes-Benz 280SL “Pagoda” 1970 prossegue, com detalhes manicurados de acabamento das portas e do motor, a cargo do Osmar “Có” Koch.
Demora, mas dá gosto!

é isso, por fernando stickel [ 18:53 ]

máquinas da minha vida

As máquinas da minha vida

Raras coisas me despertam tanto interesse, para não falar tesão, quanto as máquinas e os motores.
Na minha adolescência, o foco eram os carros, motos, bicicletas, carrinhos de rolemã e tudo que tivesse rodas e andasse, e as mulheres.
É bem verdade que foi mais fácil dar vazão ao tesão pelos carros do que pelas mulheres…
Lembranças fugazes de carros fantásticos convivem com a memória presente e permanente do cheiro do interior de um Jaguar Mark V e do seu painel de madeira, com luz roxa, ou então de andar na caixinha (porta-mala) de um MG TD 1951 pilotado pelo meu pai, com a capota aberta na praia da Enseada
Outra situação que tenho muito clara na memória é a garagem da casa do meu tio Luis Dumont Villares na R. Áustria, onde moravam um Jaguar Mark 2 e um Buick 1955, pois em todas as ocasiões em que haviam reuniões de família eu sempre visitava a garagem, entrava nos carros, mexia no câmbio, nos botões das luzes…

Estão listados todos os veículos que tenho na memória, mesmo que não os tenha guiado, fossem os meus, da família, ou dos parentes e amigos.

Infância
Mercedes-Benz 540 ssk 1937 cinza ou prata
Jaguar Mark V 1949 preto
MG TD 1951 preto
Cadillac 1951 cinza
Chevrolet Belair 1955 branco e azul
Dodge Fluid Drive 1946 (do meu avô Arthur Stickel)
Ford Tudor 1955 branco (da minha avó Lili)
Ferrari 500 Testa Rossa (do vizinho do Bexiga Domingos Papaleo)

Adolescência
Leonette 50cc
Mondial 50cc
Royal Enfield 350 Bullet
Kart Rois-kart 125 (dos meus primos Bernardo e Arnaldo)
Plymouth (do meu tio Ernesto)
Brasinca 4.200 GT (do meu tio Ernesto)
Alfa-Romeo GTV 1750 branca (do meu tio Ernesto)
Jaguar MkII bordô (do meu tio Luis)
Buick azul claro metálico (do meu tio Luis)
Alfa-Romeo JK FNM 1962 cinza
Fusca 1200 (do meu primo Bernardo) em viagem à Bahia, com faróis de milha OSCAR
Camionete Ford 1951 cinza (em Campos do Jordão)
Trator Case anos 40 vermelho (em Campos do Jordão)
Opel Rekord 1960 verde claro
Rural Willys 1960/62/64/65
Riley RME 1949 2,5 preto e vermelho
Renault Gordini 1964 branco (da minha tia Joanninha)
MG TD (da família Oliveira)
Austin Healey (da família Oliveira)
DKW Vemaguete bege (da família Oliveira) na viagem com os Oliveiras ao RJ – hospedagem em Ipanema com Sonia e Jorge

Adulto
BMW R60 1969
Moto Guzzi 850GT 1973
Porsche 912 1968 branco
JK cinza
Veraneio bege
Fusca 68 bordô
Opel Commodore 1968 prata com capota vinil preta
Opala Caravan amarela
Jaguar Etype V12
Chevette alemão vermelho
Variant amarela
Variant II branca
Fiat 147 azul marinho
BMW 3.0 CSI 1971 branca (meu pai ficou tão pouco tempo com o carro que nem cheguei a guiá-lo)
BMW 2002 automática preta (meu pai ficou tão pouco tempo com o carro que nem cheguei a guiá-lo)
Belina branca
Corcel bege
Santana Quantum 1,8 champagne metálico
Santana Quantum 2,0 cinza metálico
Passat bege
Passat 1984 cinza
Parati branca
Voyage bordeaux metálico
Peugeot Break azul
Omega
Honda Accord verde metálico
Santana Quantum preta automática
Mercedes-Benz 500SL 1986 azul
Honda Accord 1995 perua azul
Volvo 850 1994 perua grafite
Volvo 850 1996 ou 97 perua verde metálico
Volvo T5 azul
Volvo XC70 azul
Volvo XC70 prata
Volvo XC60 branco ártico
Subaru Forester
Hyunday Azera preto
Porsche 911 Carrera 1975 branco
Mercedes-Benz 280SL 1970 branca “Pagoda”
Jaguar Etype S1 4,2 branco 1965

é isso, por fernando stickel [ 11:35 ]

mercedes-benz 280sl

Aficcionados, babem!!
Nunca antes na história do restauro automotivo verificou-se o renascimento tão completo de um motor…
Este seis em linha, 2,8l. pertence à Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda”, e acaba de receber as últimas peças do cabeçote “Okm”
O único componente recuperado por retífica foi o girabrequim, todo o restante é zero.
Se tudo correr conforme o previsto, dentro de uma semana o carro estará andando!

é isso, por fernando stickel [ 8:48 ]

mercedes-benz 280sl


.
Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagodinha” renasce!!!!
Peças novas, montagem precisa, cuidado com os detalhes, e o imenso prazer de acompanhar a volta da máquina à vida!

é isso, por fernando stickel [ 11:39 ]

cabeçote


Chegou a peça que faltava para o coração da Mercedes-Benz 280SL voltar a funcionar.
Um cabeçote novinho em folha!

é isso, por fernando stickel [ 11:46 ]

motor novo


O coração da Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagodinha” renasce!
Kit de pistões, anéis, bronzinas e casquilhos, além de várias outras peças novas, como corrente e engrenagem do comando de válvulas se unirão ao bloco e virabrequim retificados. Por cima virá um cabeçote zero!

é isso, por fernando stickel [ 9:51 ]

mercedes renasce


O Porsche já está andando, e até já passou na inspeção veicular. É óbvio que faltam ainda um monte de coisas para fazer, mas já anda!
Agora chegou a vez da Mercedes-Benz 280 SL “Pagoda” entrar na reta final do restauro.
No canto da foto o Gigante, responsável pelo renascimento mecânico da jóia.

é isso, por fernando stickel [ 17:35 ]

haras larissa

haras
No meio do maravilhoso verde do Haras Larissa os clássicos descansam do 67º Rallye Histórico do MG Club – Haras Larissa.
Na seta o Porsche renascido das cinzas… Sandra Pierzchalski, minha navegadora e eu nos deliciamos com o renascimento!
Na frente, da esq. para a direita, Mercedes 280, Opel GT, Jaguar EType e Jaguar XK 120.

No blog do nosso colega Luis Cezar uma reportagem magnífica sobre o evento.

é isso, por fernando stickel [ 8:40 ]