aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘rallye’

chiantigiana classica 2009

chianti1
Esta maravilhosa máquina, Jaguar E Type 1965 S1 4,2 Roadster, orientada pela minha parceira, a fantástica navegadora Sandra Pierzchalski e comigo na direção, nos levaram ao excelente resultado de 10º lugar, em um total de 34 participantes do rallye de regularidade “Chiantigiana Classica 2009” promovido pelo Credit Suisse.

Acabamos de desembarcar, a viagem foi EXCELENTE, e o que mais fazemos é agradecer por tudo, pelo convite, pelos dias lindos, pelas pessoas que conhecemos, pelo carro impecável, enfim, por tudo.

é isso, por fernando stickel [ 7:25 ]

chiantigiana classica 2009

chiantigiana
A história de um Fundo Patrimonial

Quando fui trabalhar com meu pai em 1991, me deparei com o Fundo Patrimonial da Fundação Stickel constituído de 90% de renda variável (ações).
Argumentei que a alta porcentagem em ativos desta natureza era muito arriscada, e depois de muita discussão entregamos a gestão do Fundo ao Banco Itaú, que iniciava naquela época o Itauprivate.
Através dos anos precisei reclamar muitas vezes da gestão, digamos assim, “relaxada” ou mesmo “preguiçosa” do Itauprivate, não alertando e reagindo prontamente às crises e mudanças do mercado, deixando a coisa correr, “empurrando com a barriga”.
Recentemente, cansado deste tipo de atendimento, e necessitando de um contraponto, decidimos entregar parte do Fundo Patrimonial da Fundação Stickel à Corretora Hedging Griffo (Credit Suisse), que se revelou mais ágil, com atendimento mais interessado, prestativo e eficiente.

Porque contei isto?

Porque chegamos ao ponto hoje onde todos os clientes de todas as instituições financeiras dispõe de práticamente as mesmas opções, as informações estão disponíveis “on-line” e a diferença entre uma e outra instituição passa a ser, básicamente, além da solidez e da performance, o ATENDIMENTO, o SERVIÇO, a maneira como você é CATIVADO a permanecer ali.

Algum tempo atrás, depois de responder à enésima pesquisa de satisfação do Itauprivate, coisa longa, onde eu me desdobrava durante horas, sugerindo medidas, adicionando minha experiência inclusive como “insider”, já que sou um ex-funcionário do Banco Itaú, comentando o gigantismo da instituição,etc…, etc… eu disse, entre sério e brincalhão que o mínimo com que o Banco Itaú poderia me retribuir por décadas de colaboração seria uma semana em Paris, para mim e minha mulher, com tudo pago. Do outro lado da linha percebi que minha solicitação tinha sido considerada ridícula.

Pois bem, sabe quem me convidou agora, para participar de um rallye de carros clássicos, nas estradas vicinais em torno de Firenze, durante cinco dias, com tudo pago? O Credit Suisse Hedging Griffo!
Sabedores da minha paixão por carros clássicos, os organizadores do rallye Chiantigiana Classica 2009 houveram por bem brindar este incansável operário do Terceiro Setor com um convite IRRECUSÁVEL!

Lá estaremos, Sandra Pierzchalski, minha navegadora e eu na Villa San Michele, com um carro alugado, já que tanto o Porsche quanto a Mercedes ainda estão no hospital…
Como este tipo de convite só acontece uma vez na vida, resolvi alugar o carro, segundo Enzo Ferrari, mais bonito que jamais foi feito, o Jaguar E-Type:

jaguar-e-type2

é isso, por fernando stickel [ 12:30 ]

aniversário do blog

Daqui a três semanas, no dia 31 de Janeiro este blog “aqui tem coisa” completa inacreditáveis seis anos de vida.
Este período foi palco de profundas modificações na minha vida, por exemplo:
-Passei a ser um ser blogueiro…
-Mudei radicalmente de rumo profissional, das artes plásticas para o Terceiro Setor, e assumi a presidência da Fundação Stickel em período integral.
-Casei com a Sandra.
-Voltei para a escola, estou cursando a 5ª Turma do MBA FIA CEATS em Gestão e Empreendedorismo Social.
-Adquiri duas jóias dos carros clássicos, Porsche e Mercedes-Benz, participei de provas e rallyes.

Por que estou descrevendo estas obviedades? Porque sinto que o meu tempo para o blog vai diminuir, este início de 2009 vem com tantas responsabilidades e coisas para fazer que desconfio que este meu extremamente prazeiroso compromisso comigo mesmo de tocar este blog sofra algumas turbulências.
A ver.

é isso, por fernando stickel [ 11:33 ]

circuito imperial


Meus amigos Mario e Zé Rodrigo desfrutam o Jaguar XK 120 de 1950 em pleno Rallye Circuito Imperial, que realizou-se em Teresópolis de 4 a 7 de Setembro últimos.
Família unida, no Jaguar XKE 1966, a esposa e a filha do Mario.

é isso, por fernando stickel [ 19:01 ]

virabrequim partido


Voltando do Rallye São João promovido pelo MG Club, partiu-se o virabrequim ao meio. E o motor seis cilindros opostos, 2,7 litros do Porsche 911 Carrera 1975 continuou a funcionar! Veja o relato aqui.
Consegui chegar em casa e levar o carro à oficina no dia seguinte!
Inacreditável!

é isso, por fernando stickel [ 7:41 ]

cadillac lasalle

cadillac.jpg
Cadillac LaSalle, no Rallye São João do MG Club.

é isso, por fernando stickel [ 13:16 ]

viagem de volta

porsche.jpg

Após o término do Rallye São João do MG Club, Sandra Pierzchalski, minha patroa e navegadora e eu saímos de Angra dos Reis no domingo 22 Junho às 8:30h.
Nossos amigos Mario e Luli sairam na minha frente com o Jaguar XK8 e eu seguindo-os no Porsche 911 Carrera 1975.
Média agradável de velocidade, 100/110km/h, as mulheres gostam, não reclamam. Estrada excelente, passamos por Parati, em seguida a subida da serra por São Luis do Paraitinga (asfalto ruim), trecho do planalto até a Via Dutra recém recapeado, excelente.
Na Carvalho Pinto e Ayrton Senna Mario acelerou e eu acompanhei, brincamos bastante utilizando o poderio das máquinas…
Quase chegando a São Paulo o barulho do Porsche mudou súbitamente, parecia algo raspando, diminui a marcha, procurei identificar o barulho diferente, pensei ser algo no câmbio ou diferencial. Com calma chegamos em casa, sem problemas.
Hoje cedo levei para a oficina, vamos abrir motor e câmbio, algo que estava programado para acontecer mais pra frente.

é isso, por fernando stickel [ 19:30 ]

rallye de são joão

rally.jpg
Resultado final do 61º RAID  – RALLYE DE SÃO JOÃO –  ANGRA DOS REIS  –  20-21-22/06/2008 – MG Club
Eu não fiz os cálculos que qualquer rallyzeiro decente faz em casa, minha navegadora e patroa Sandra Pierzchalski chegou a dormir em um trecho do rallye…
Nestas condições e considerando que competimos com especialistas, tirar o 11º lugar é simplesmente excelente! (eu pelo menos achei…)
Sem falar na diversão do fim de semana, a paisagem maravilhosa, as conversas jogadas fora, etc…
O Porsche 911 Carrera 1975 quebrar ao final foi só um detalhe…

é isso, por fernando stickel [ 15:40 ]

angra dos reis

lidice.jpg
Descendo a serra de Lídice, em direção a Angra dos Reis, no rallye do MG Club, de repente abre-se esta paisagem, digna de Reis.

é isso, por fernando stickel [ 20:00 ]

rallye de são joão

bananal.jpg
Amanhã cedo inicia-se o Rallye de São João – ANGRA DOS REIS, promovido pelo MG Club, em seu Jubileu de Prata 1983 – 2008.
Pela primeira vez desde que iniciei meu MBA vou faltar conscientemente à aula, pois este rallye é imperdível!
Sandra Pierzchalski, meu AMOR e navegadora, passaremos por alguns lugares fantásticos, como por exemplo a cidade de Bananal. Leia aqui um pouco da história desta região.

Ah, sim! Haverá um pouco de modernidade também, com considerações ecológicas e preservacionistas à parte, os rallyzeiros visitarão as usinas nucleares Angra I e II.

usina.jpg

é isso, por fernando stickel [ 15:47 ]

rallye são joão

Nos dias 20 a 22 de junho 2008, o MG Club do Brasil estará realizando o Rallye de São João, na região de Angra dos Reis.
Este ano, o trajeto será diferente dos anos anteriores – ao invés de descermos a incrível Serra de Taubaté-Ubatuba e costearmos o Atlântico pela rodovia Rio-Santos (com almoço em Paraty), os ralizeiros percorrerão a Rodovia dos Tropeiros (antiga Rio-São Paulo), e o almoço será numa fazenda com mais de 200 anos em Bananal. A Estrada dos Tropeiros foi o caminho utilizado no século XVII até parte do XIX, nas viagens dos tropeiros. Há várias Estradas dos Tropeiros no Brasil, mas a mais importante é essa, a atual SP 068, ligando Silveiras até Bananal. Foi pela Estrada dos Tropeiros que D. Pedro I passou na viagem entre Rio e São Paulo, no ano de 1822, quando o Brasil conquistou sua independência em solo paulista. A história do Brasil, e principalmente dos brasileiros, está presente em cada curva desta estrada.

No seu trajeto, principalmente entre Silveiras e Bananal, surgiram cidades que hoje conservam sua majestade, nas construções históricas. Estas cidades dos tropeiros, são situadas estrategicamente, em média, a quatro léguas (24km) uma da outra.
O rallye passará por Silveiras, Areias, São José do Barreiro e o almoço será na fazenda histórica e do baronato do café de 1780 (portanto, antes da chegada da Família Real, Abertura dos Portos, fundação do Banco do Brasil, etc.) – casarões, solares, igrejas e fazendas coloniais decoram o trajeto e podem ser avistados pelos competidores, no trajeto do rallye. Depois do almoço o rallye segue para a região de Angra dos Reis, passando pela famosa Serra de Lídice, com seus 3 túneis escavados a mão.

A cidade de Silveiras ainda mantém as trincheiras realizadas nas revoluções liberal de 1842 e constitucionalista de 1932, além de conservar a cadeia onde ficou Euclides da Cunha.

Com o ciclo do Café, Bananal tornou-se uma potência econômica da época, a ponto de já no Brasil Império ter sido necessário o aval de fazendeiros da região, para que o Banco Rotschild emprestasse dinheiro ao Brasil. A riqueza da cidade era tanta, que chegou, durante bom tempo, a ter moeda própria, financiar a construção de uma ferrovia, importar uma estação ferroviária inteira da Bélgica, exemplar único na América Latina. Dentre os fazendeiros mais ricos, estava Manoel Aguiar Vallim, dono da Fazenda Resgate, que, ao morrer em 1878 teria 1% de todo papel moeda existente no Brasil.

Depois do rallye passar por uma paisagem quinhentista e viver um pouco da história do Brasil, no sábado o rallye vai viver a modernidade.
O rallye parte do seu headquarter, e segue em direção a Usina Atômica de Angra dos Reis, para uma visita especialmente monitorada para os participantes.

As Usinas Nucleares de Angra 1 e Angra 2, fazem parte da chamada Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto. Angra 1 entrou em operação em 1985, com 657MW de potência e a Angra 2, com 1309 MW, já está em operação desde 2001.

A região de Angra dos Reis, foi escolhida para a instalação do complexo nuclear brasileiro por apresentar algumas facilidades. A principal é a proximidade dos grandes centros consumidores, pois, assim a usina pode fornecer energia através de linhas relativamente curtas. Angra fica (em linha reta) a 220 km de São Paulo, 130 km do Rio e 350 km de Belo Horizonte, que são grandes consumidores de energia elétrica. A proximidade do mar é outro aspecto fundamental, uma vez que a usina utiliza-se de uma grande quantidade de água, em circulação, para resfriar o vapor produzido para acionar a turbina e ligar o gerador elétrico.

é isso, por fernando stickel [ 12:34 ]

porsche day

advanced.jpg
No feriado de 15 Novembro, fomos só os homens, meus dois filhos Antonio, Arthur e e seu amigo Lucas, enciclopédia ambulante do automobilismo, ao Porsche Racing Festival, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, comemoração dos 10 anos do Porsche Club do Brasil.

Chuva, chuva, chuva, garoa, chuva, chuva, derrapadas, desequilíbrios, chuva, garoa, prova do GT3, porrada, regularidade, chuva, garoa, chuva, treino, chuva, garoa, e assim foi o dia inteiro, e no final ganhamos um troféu, Primeiro Lugar Regularidade (tempo escolhido 2’43”) na Categoria Clássicos, com Porsche 911 Carrera 1975, piloto, o pai, navegador, o filho!

Deu para perceber, utilizando o carro em condições de competição, que quase tudo vai bem na parte mecânica, a evolução que houve desde o começo do ano foi fantástica, mas o câmbio está arranhando…

é isso, por fernando stickel [ 8:27 ]

mg club

mg1.jpg
Este fim de semana participei com Porsche 911 Carrera 1975 do 59º Rallye MG Club do Brasil, em Campos do Jordão, para automóveis com mais de 30 anos de idade.
Houveram duas provas na sexta-feira, uma no sábado e a premiação e show da excelente banda Beatles Cover “Abbey Road” no sábado à noite.

Sandra Pierzchalski, meu amor e navegadora e eu como piloto estreamos nesta modalidade competitiva clássica, utilizando tecnologia mínima, ou seja, hodômetro, velocímetro e cronômetro. Os competidores mais sofisticados se servem de calculadoras científicas, lap-top, o diabo! Ficamos em 17º lugar na sexta e 13º no sábado, resultado que julgo excelente para nossa estréia. competiram cerca de 26 automóveis.

O mais divertido em um evento como esse é encontrar um bando de cinquentões e suas famílias, todos unidos em torno das suas respectivas “jóias”, trocando informações, jogando conversa fora, e competindo em um cenário paradisíaco.
Mais notícias do Rallye aqui.

é isso, por fernando stickel [ 18:36 ]

porsche day


Resultado da participação hoje no Porsche Advanced Driving School no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos:
-Segundo lugar na categoria de veículos clássicos (pré 1976) na prova Flying Lap, com 2’14″9, com Porsche 911 Carrera 1975.
-Sétimo lugar no rallye de regularidade, com o Antonio meu filho como navegador.
Nada mal para a primeira participação em evento deste tipo, com carro recém adquirido, equipe sem treinamento prévio e motor falhando…
Já percebi também que para as próximas provas preciso melhorar um pouco o figurino…
Os meus colegas vencedores da categoria clássicos dirigiram um modelo 944 – no 1º lugar e um 968 – no 3º lugar.

é isso, por fernando stickel [ 19:48 ]

o primeiro rallye…


Primeiro contato com o MG Club, na recém inaugurada gestão do Porsche 911 Carrera 1975 foi a participação em um rallye.
Como não era ainda associado foi apenas um passeio, ciceroneado pelo meu amigo Mario, de pé do lado esquerdo da foto, ao lado da Sandra.

é isso, por fernando stickel [ 17:49 ]