aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘ibirapuera’

correções


Ibirapuera ontem, 9:00h

Agradeço sinceramente à Renata, Madoka, Mariângela, Abbondio, Marisa, Edivaldo, Tales e Theo, que reportaram os “bugs”, isto me motiva a fazer os ajustes necessários no blog
Já conversei com o meu xará e guru dos mecanismos ocultos do blog (a famigerada caixa preta), dos quais não entendo patavina, para iniciar o processo de correção, que segundo ele demorará um pouco.
Fica aqui meu compromisso de eliminar o mais rápidamente possível os ruídos desnecessários na nossa comunicação.

é isso, por fernando stickel [ 15:37 ]

leonardo na oca


Do que é capaz o marketing.
Tinha certeza absoluta que chegaria ao Ibirapuera por volta das 9:40 e encontraria tudo vazio, sendo o primeiro da fila para visitar as exposições na Oca, horário de abertura às 10:00h
Ledo engano.
Estacionamento práticamente lotado, uma fila gigante já esperava a entrada na exposição do Corpo Humano, e uma pequena fila para o Leonardo Da Vinci.
R$30 a inteira e R$15 a meia entrada, não é pouco, considerando que é o mesmo valor para cada uma das exposições.
Comprei as entradas e entramos rápidamente pela esquerda, em direção ao Leonardo. A exposição destina-se ao grande, imenso, gigantesco público “popular”, não é bem montada, as maquetes das máquinas não são fiéis aos desenhos, muitas delas são bastante diferentes e mesmo simplificações.
Para quem nunca ouviu falar no célebre italiano, ou mesmo para as crianças pode ser interessante.
No auditório passa um filme razoável, enfim, é um alívio quando acaba. Ainda bem que o meu filho gostou.
O Corpo Humano vai ficar para depois…

é isso, por fernando stickel [ 12:24 ]

arco-iris


Acabou de acontecer na minha frente, um dos maiores e mais bonitos arco-iris que já vi. Do meu ponto de vista na Vila Olímpia, ele foi do Itaim até o Ibirapuera, mais ou menos.

é isso, por fernando stickel [ 19:58 ]

coexistence


Na Praça da Paz no Ibirapuera, a maravilhosa exposição COEXISTENCE.

é isso, por fernando stickel [ 8:18 ]

coexistence


Dia da Pátria em São Paulo, São Pedro foi generoso e nos brindou com a combinação perfeita de céu azul, brisa fresca e sol forte.
Para quem ficou na Capital vou dar uma dica fantástica: No Parque do Ibirapuera, ao lado do grande gramado da Praça da Paz, está montada a exposição ao ar livre – COEXISTENCE.
Não deixem de ver, todos vão pensar, refletir sobre o Ser Humano, suas glórias, gênio e limitações.

é isso, por fernando stickel [ 13:05 ]

skye no unique


Sandra e eu fomos fazer uma prévia do dia dos namorados no bar do Restaurante Skye que fica na cobertura do Hotel Unique, sem dúvida um dos lugares mais bonitos de São Paulo.
De um lado, a silhueta da Av. Paulista, com todas as torres e o relógio do Itaú, do outro a grande massa de vegetação do Parque do Ibirapuera. Olhe para cima e terás uma lua quase cheia.
Na arquitetura, uma linda piscina de vidrotil vermelho encaixada em um deck limpo. Nesta área da cobertura, tenho que concordar, Ruy Ohtake acertou.

é isso, por fernando stickel [ 8:46 ]

são paulo de cima


São Paulo vista de cima é chocantemente grande!
Ao fundo o ginásio do Ibirapuera, a Assembléia Legislativa e o Parque do Ibirapuera.

é isso, por fernando stickel [ 10:10 ]

l’essence


A vista da sala e dos quartos, em primeiro plano o Clube Paulistano, ao fundo à esquerda o prédio da Bienal de São Paulo, dentro do Parque do Ibirapuera.

é isso, por fernando stickel [ 23:04 ]

natal no ibirapuera


Muita gente ontem à noite no Ibirapuera, gostoso de ver, famílias inteiras, crianças, idosos, cães, muitas máquinas fotográficas, casais passeando abraçados, beijos.
O show patrocinado pelo Pão de Açúcar é bonito, melhoraram o sistema de som, ficou muito bom.
Tudo sugere paz, harmonia, beleza, solidariedade.

Feliz Natal a todos! (inclusive ao colega que nos fotografou, cuja sombra ficou estampada no meu peito…)

é isso, por fernando stickel [ 17:06 ]

ibirapuera


“Árvore de Natal” no Parque do Ibirapuera.
Hoje meu filho Antonio completa 26 anos. Parabéns!!

é isso, por fernando stickel [ 9:48 ]

parque do ibirapuera


No Parque do Ibirapuera.

é isso, por fernando stickel [ 18:07 ]

frisbee


Três exposições: Himalaya, Baravelli, Cássia.
Dois livros: Cassio Michalany, Rimas (será lançado em Jan 06)
Educativo: Várias visitas guiadas às exposições.
Um grande projeto de pesquisa: Escola Brasil:
Reestruturação interna e implantação de informática e banco de dados.
Burrocracias infernais.

Confesso que meu trabalho pela Fundação Stickel neste ano não foi mole não.

E ainda duas cirurgias de catarata.

Cansei. Quero só ficar jogando frisbee com meu filho no Ibirapuera.

é isso, por fernando stickel [ 9:49 ]

planetário


Domingo no Ibirapuera.

é isso, por fernando stickel [ 19:42 ]

spencer tunick


Foto de Spencer Tunick, tomada no Parque do Ibirapuera em frente ao prédio da Bienal de São Paulo em 27 Abril 2002. Estou lá, sétima fila de cima pra baixo, quarta coluna da esquerda pra direita..
Foi uma experência interessantíssima, que adorei fazer!
Primeiro o longo processo de tomar a decisão de ser parte de uma obra de arte e para tanto posar nu, depois acordar às 4 da manhã e pedalar da Vila Olímpia até o encontro de todos às 5:30, esperar a melhor luz sob o comando do fotógrafo, e finalmente a hora de se despir das roupas e de todo e qualquer acessório, como óculos, jóias, etc… que deixamos em pequenas pilhas no meio do asfalto, devidamente guardadas por seguranças.
Para minha surpresa tudo se deu com a maior naturalidade entre os pelados, absoluta normalidade. O único constrangimento surgiu por conta de uma multidão de curiosos que se aglomerou para ver o espetáculo.

é isso, por fernando stickel [ 12:00 ]

corpos pintados


Fernando Alterio entrou no vácuo do Edemar e sua Brasil Connects para ocupar a Oca do Ibirapuera com a exposição Corpos Pintados.
Se a tentativa vingar, e meu chará colocar uma equipe do mesmo padrão do Edemar, acho que poderemos ter bons resultados.
Quanto ao Banco Santos e as estrepolias financeiras do Edemar já conhecemos bastante bem o que vai acontecer:
Sumiço por um tempo, depois que tudo esfriar ele volta aos holofotes e fodam-se os trouxas que aplicaram no banco dele… o que não quer dizer que a Brasil Connects não vá deixar saudades pelo excelente trabalho que fez.

é isso, por fernando stickel [ 9:26 ]

bom natal a todos!

Direto do Ibirapuera, Bom Natal a todos!

é isso, por fernando stickel [ 1:58 ]

bienal de são paulo

Bienal de São Paulo. Saímos de taxi de Moema às 19:40, chegamos ao Ibirapuera às 20:10, meia hora para um trajeto que normalmente se faria em 8 minutos. No caminho, a nova fonte do lago nos brinda com suas coreografias iluminadas e um som insuportavelmente alto. No pavilhão da Bienal tumulto generalizado, filas quilométricas, lá de dentro ouvem-se discursos. Cinco minutos é tempo suficiente para encontrar dois ou três amigos, comentar o absurdo da situação e se mandar. Fomos jantar no Sushi Yassu, lá na Liberdade, magnífico!
Na volta, a curiosidade, será que dá pra ver agora? Lá fomos nós no contra-fluxo. Todo mundo sainda e nós entrando, deu pra ver que a montagem está muito boa e arejada, deu pra encontrar outra meia-dúzia de amigos, e o Arthur correu bastante e se divertiu. 23:40 em casa, tomando água.

é isso, por fernando stickel [ 0:03 ]

lembro-me perfeitamente


Lembro-me perfeitamente bem, aos seis anos de idade, da inauguração do Parque do Ibirapuera em 1954, como parte das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo.
Neste cenário inquestionávelmente belo, que incluia a escultura símbolo, desaparecida há décadas, está surgindo uma coisa nova, horrorosa, fora de escala, agressiva.
Provávelmente foi ao executar o projeto deste monstrengo, chamado de auditório que Oscar Niemeyer lançou as bases da luxação do seu braço ocorrida esta semana.
Mão pesada, neste caso. O teatro que dona Martaxa tanto insistiu em fazer, comprando briga com o Ministério Público e etc… aí está, quase pronto, monstruoso. Gosto e admiro muitas obras do Niemeyer, mas daí a virar esta unanimidade nacional e só porque leva a ssinatura do O. N. ser considerada uma obra de arte vai enorme distância. Desculpe, mestre.
Fica a melancólica certeza de que a Prefeitura é sempre a primeira a cortar árvores e desrespeitar os cidadãos, das mais variadas maneiras, neste caso enfeiando desnecessáriamente a cidade.

é isso, por fernando stickel [ 13:07 ]