aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

arte

inst. de arte contemporânea

iac
O Instituto de Arte Contemporânea – IAC, fundado em 1997 é um oásis de perfeição nas artes paulistanas.
O prédio, integrado ao complexo do Centro Universitário Maria Antonia, cedido pela USP e reformado com competência, abriga importantes obras da vertente geométrica e construtivista dos artistas
Sergio Camargo
Mira Schendel
Willys de Castro
Amilcar de Castro

Vale uma visita!

Na verdade coloquei um tijolinho nesta construção, anos atrás a Raquel Arnaud fez um leilão para levantar fundos para a reforma, e eu doei uma obra minha.

é isso, por fernando stickel [ 9:36 ]

roberto carlos

roberto2
Hoje à tarde, no cinema, sentamos ao lado de duas senhoras que se programavam para a noite de hoje, quando tomariam um uísque e assistiriam o show dos 50 anos de carreira de Roberto Carlos.
Quanto ao uísque delas não sei, mas que o show foi o máximo foi!
Grande Roberto Carlos!
Grandes cantoras!

é isso, por fernando stickel [ 23:45 ]

instituto dos arquitetos

iab
EDIFÍCIO DO INSTITUTO DOS ARQUITETOS DO BRASIL – Rua Bento Freitas 306 – Vila Buarque
Processo: 31622/94 Tomb.: Res. SC 41 de 17/1/02 D.O.: 23/1/02
Livro do Tombo Histórico: Inscrição nº 331, p. 84, 7/2/2002

Em 1946, o IAB-SP organizou um concurso, entre os seus associados, para a elaboração de projeto do edifício-sede da entidade. O júri, composto pelos arquitetos Oscar Niemeyer, Hélio Uchôa e Firmino Saldanha, selecionou os anteprojetos de três equipes: Rino Levi e Roberto Cerqueira César; Jacob Ruchti, Miguel Forte e Galiano Ciampaglia; Abelardo de Souza, Hélio Duarte e Zenon Lotufo.
Por sugestão de Niemeyer, os três escritórios reuniram-se para desenvolver o projeto final que resultou num exemplar considerado um dos marcos da arquitetura moderna em São Paulo.
Além da sede do IAB, que ocupa o térreo e o andar duplo superior, o edifício abriga escritórios e, no subsolo, um auditório. Os acessos são totalmente independentes, utilizando-se escada privativa para instituição e, elevadores, para os escritórios. No decorrer do tempo, o edifício incorporou obras de arte de indubitável valor que foram incluídas no tombamento: murais de Antônio Bandeira e de Ubirajara Ribeiro, móbile denominado The Black Widow de Alexander Calder e a escultura atribuída a Bruno Giorgi.

Recém-formado arquiteto cheguei a trabalhar neste prédio no estúdio do arquiteto Marcos Acayaba, e tenho uma memória afetiva/romantica deste período “na boca”. Consta do boletim do IAB Nº58 de Abr/Mai/Jun 2007 que será feita uma reforma do prédio, mas pelo que vi recentemente o prédio está podre.

Aparentemente este é o destino dos bens tombados em nossa grande nação: APODRECER.
É uma pena.

Pressionando aqui você vai à lista de bens tombados no Estado de São Paulo.

é isso, por fernando stickel [ 23:37 ]

os falsários

sally
Quer ver um filme excelente, baseado na história real da maior falsificação de dinheiro da história?
Vá ver Os falsários (Die Fälscher) do diretor Stefan Ruzowitzky, Oscar de melhor filme em língua estrangeira de 2008, com o ator Karl Markovics no papel do falsário Salomon ‘Sally’ Sorowitsch.

Leia aqui uma crítica interessante do filme.

smolianoff_interpol
Ficha da Interpol de Salomon Smolianoff, nome do verdadeiro falsário. Pressione aqui para a história real contada por Adolf Burger, outro personagem do filme.

é isso, por fernando stickel [ 18:48 ]

bolsa de arte

bolsa
Leilão da Bolsa de Arte no sábado, 23/5.
Exposição até 23/5 na R. Rio Preto 63, São Paulo, 11 às 22h.
Catálogo impecável, exposição interessantíssima, móveis, design, fotografia, arte contemporânea.

é isso, por fernando stickel [ 19:47 ]

valdir cruz

valdir
Com apoio da Fundação Stickel abre-se hoje no Palácio dos Bandeirantes, às 19h a exposição do fotógrafo Valdir Cruz, com as séries Yanomami e Caminho das Águas.

é isso, por fernando stickel [ 13:05 ]

tadeu jungle

image003
Onde estão as respostas?
2005

Foto de Tadeu Jungle, da sua série “foto de segunda” um projeto que se iniciou em maio de 2003.

Esta foto me lembrou muito o “rato de livros” Erico João Siriuba Stickel, meu pai.

é isso, por fernando stickel [ 10:16 ]

aqui tem coisa, o livro

na-gamela
Desenho no meu livro “aqui tem coisa”, de 1999.
Incrível! Acabo de me dar conta que já são dez anos desde o seu lançamento!

é isso, por fernando stickel [ 9:59 ]

sheep led art

sheep
Clicando aqui: Extreme Sheep LED Art você assistirá a cerca de dois minutos de uma experiência artística única!

é isso, por fernando stickel [ 9:22 ]

helio oiticica

oiticica1
Helio Oiticica
Metaesquema 19
45 x 53cm
1957/58
gouache

Estará à venda no próximo leilão de Arte Latino Americana da Christie’s, estimativa de 40 a 60.000 dólares.
Se tem uma coisa que me excita, é isso. É bom demais!

é isso, por fernando stickel [ 18:14 ]

vik muniz no masp

vik
A exposição de Vik Muniz no MASP precisa ser visitada. É completa, aborda 20 anos do processo de criação do artista nas suas diversas fases, e tem excelente montagem.
Além de tudo, é bonita.

Sobra, no entanto, uma curiosidade. Como dentro da estrutura decadente do MASP surgiu esta bela exposição? Será que é porque o Julio Neves saiu da diretoria e foi para o conselho? O diretor hoje é João da Cruz Vicente de Azevedo, veja a relação completa aqui.

é isso, por fernando stickel [ 8:24 ]

encalhado nos muros

entre
O filme é premiadíssimo, muito bem feito, os atores são excelentes, é corretíssimo, adequadíssimo, e além de tudo, muito longo e um porre de chato!
E é do pior tipo de filme chato, que você não consegue dormir, nem ir embora. Não tem pior. Encalhado entre os muros.

Entre les murs (Entre os muros da escola)

é isso, por fernando stickel [ 19:12 ]

san pablo sp

m
SAN PABLO – SP

Peguei a dica deste belíssimo blog no Serjones.
O autor se define assim:

Argentino, fotógrafo amador. Mora há dez anos em São Paulo. Prefere as imagens às palavras. Não veste Puma nem óculos esquisitos, rastas, terno, cobertor, plumas, uniforme, mas vive numa boa com qualquer pessoa da PAZ.

E eu concordo com ele, o Amor é importante, porra!

é isso, por fernando stickel [ 16:58 ]

und

felipe
Engraçado como as coisas mudam, hoje passei pela Vila Madalena, que já não faz parte das minhas trajetórias habituais pela cidade, e aproveitei para visitar o imóvel onde Lelé Chamma e eu iniciamos em 1977 o estúdio de design gráfico und, na R. Felipe de Alcaçova na Vila Madalena.

Eu era fascinado por design, adorava o assunto, assinava revistas, comprava livros, até o dia em que descobri que a arte me fascinava muito mais que o design, então saí do escritório em 1980 e me lancei na conquista do sonho de ser artista plástico profissional.

Hoje o imóvel voltou a ser residencial, a rua continua mais ou menos igual ao que era quase trinta anos atrás, e eu estou mergulhado até o pescoço em uma nova carreira no Terceiro Setor.

é isso, por fernando stickel [ 16:13 ]

man on wire

man-on
Mensagem a todos que já tiveram um sonho na vida: Vejam o filme O Equlibrista (Man on Wire)
Oscar de melhor documentártio, o filme é simplesmente imperdível.

é isso, por fernando stickel [ 20:01 ]

susan boyle

susan_boyle_1383642c

Para compensar a “feiúra” do caso Celso Daniel, assista à performance da “belezura” Susan Boyle.

é isso, por fernando stickel [ 10:36 ]

acidente

acci
No meu estúdio, um acidente com a câmera deu nisso.
Interessante, né mesmo?

é isso, por fernando stickel [ 12:17 ]

peter zumthor

peter_zumthor_01

The Pritzker Architecture Prize, which is awarded each year to a living architect for significant achievement, was established by the Pritzker family of Chicago through their Hyatt Foundation in 1979. Often referred to as “architecture’s Nobel” and “the profession’s highest honor,” it is granted annually.
The award consists of U$100,000 and a bronze medallion. The award is conferred on the laureate at a ceremony held at an architecturally significant site throughout the world.

Este ano ganhou um suíço sério e bom demais, Peter Zumthor.

Mais aqui.

Obrigado, Jô, pelo empurrãozinho… (às vezes o blogueiro precisa de um incentivo…)

é isso, por fernando stickel [ 9:50 ]