aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘vila olímpia’

noite de autógrafos

Ontem na noite de autógrafos do meu livro “Vila Olímpia” na Bienal do Livro recebi as visitas da Julia Campos e seu filho Fernando, do Ronaldo e Angela, da Celia, marido e filha, e do meu primo Marcelo.
Todos alegraram minha noite, colocamos o papo em dia, e apesar do frio foi muito bom!
Além disso fiquei conversando com a Carolina, que trabalha na Editora Terceiro Nome e corre de motocicleta!

é isso, por fernando stickel [ 10:12 ]

bienal do livro


21ª Bienal do Livro de São Paulo

Fernando Stickel estará no estande da Editora Terceiro Nome (K 22) conversando com os amigos e autografando seu livro Vila Olímpia.

Terça-feira, 17 de agosto, às 19h
no Pavilhão do Anhembi: Av. Olavo Fontoura, 1.209, São Paulo

Esperamos sua visita!

é isso, por fernando stickel [ 12:27 ]

vila olímpia


A Vejinha desta semana traz o encarte “Especial Bairro a Bairro” sobre a Vila Olímpia.
Fui convidado pelo jornalista Marcelo Moura a dar meu depoimento sobre meu querido bairro, onde morei por vinte anos na R. Ribeirão Claro.

Aqui a versão eletrônica do artigo.

é isso, por fernando stickel [ 9:59 ]

são paulo está uma merda

entulho
Pequena crônica das desgraças paulistanas

Hoje cedo fui a pé para a minha sessão de Pilates na R. Helena, Vila Olímpia.
Caminhada de meia-hora.
A ligação entre a R. Funchal, e a Av. Helio Pellegrino, inaugurada há cerca de seis meses, já se transformou em depósito de entulho e lixo, o mato cresce nos canteiros.
É inacreditável como não existe o conceito de MANUTENÇÃO no poder público, a Prefeitura entrega a obra, e daí pra frente, dane-se!

Cheguei ontem em casa totalmente molhado, apesar do casaco pesado que uso para andar de moto e do capacete.
Saí sob chuva do Colégio Rio Branco, na Av. Higienópolis onde estava em uma reunião da APF, passei rápidamente para ver o meu neto Samuel na R. Sampaio Vidal e vim para casa, em Moema.
Se alguém fizesse este mesmo trajeto de carro, que eu levei cerca de 40 minutos de moto, teria levado no mínimo duas horas.
A cidade completamente inundada e paralisada.
São Paulo, em bom português, está uma merda para se morar.

é isso, por fernando stickel [ 16:44 ]

josé mindlin

mindlin
Em Maio de 2006, José Mindlin esteve na exposição das minhas fotografias “Vila Olímpia” na Pinacoteca.

Morre em São Paulo o empresário e bibliófilo José Mindlin

Hoje, José Mindlin, confortavelmente sentado em uma poltrona de espumas brancas estica sua mão e pega um livro na estante branca.
A cena se passa no céu, para onde ele viajou. Com certeza fez boa viagem, levou consigo bagagem imensa, porém de reduzido volume, todos os livros que leu, toda a contribuição que fez para a humanidade com sua vida digna, inteligente e culta, vivida sempre com alegria.
Durante toda uma vida escutei meu pai, Erico Stickel, louvar este que ele, também bibliófilo, considerava o “Rei” dos bibliófilos.

minldin0
Fabiane Leite, de O Estado de S. Paulo

Foi assim que Mindlin viveu grande parte de sua vida, no meio dos livros.

é isso, por fernando stickel [ 9:03 ]

vila olímpia

parede amarela
Na Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 11:40 ]

fechado

fechado
Na Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 9:05 ]

monstro da vila olímpia

shopp
O monstro da Vila Olímpia quase pronto. O Shopping Vila Olímpia, do Grupo Victor Malzoni é inacreditávelmente feio, burro, sem graça, sem charme, sem beleza, sem nada.
Não consigo entender um empresário que escolhe o pior projeto, aquele que não acrescenta nada, ao contrário, evoca um estilo neo-qualquercoisa sem conexão alguma com a história da cidade e do bairro, e muito menos com as boas raízes da arquitetura brasileira.

Em tempo: Como bem me lembrou meu colega arquiteto Sdney, o estilo é NEO-CHURRASCARIA!

é isso, por fernando stickel [ 17:50 ]

vila olímpia

fun
O traçado viário da Vila Olímpia se moderniza, a ligação Helio Pellegrino-Funchal está quase pronta e grandes espaços abertos surgem em um bairro que nunca os conheceu.
O velho bairro perde a sua cara.
O problema urbano brasileiro, em primeiro lugar é a falta de planejamento e fiscalização, e em segundo, na minha opinião, a não preservação da história da cidade.
Não há dúvida que certas obras são necessárias, mas a “velha” Vila Olímpia, do jeito que vai, está fadada à extinção.

A Vila Olímpia era um bairro especial, charmoso, interessante? Não. Mas para mim que lá vivi 20 anos, e onde ainda tenho meu estúdio, era (e ainda é) cheio de interesse, exatamente pela sua “falta” de interesse.
Engraçado, né?!

baruki
Em tempo: O Edivaldo me informa quem é o responsável pelo projeto arquitetônico do novo Shopping Vila Olímpia.
Trata-se do arquiteto carioca Paulo Baruki, formado pela UFRJ em 1988.
Lindo o projeto, né, bem adequado à São Paulo do Terceiro Milênio.
É inacreditável o fascínio que esta bosta de estilo neo-clássico exerce nos empreendedores imobiliários, no caso o Grupo Victor Malzoni, que investe R$100milhões no empreendimento.

luxor

Neste ponto eu tiro o chapéu para os americanos, se é para ser “NEO” que seja para valer, é só dar uma olhadinha em Las Vegas, por exemplo no Luxor Hotel...

é isso, por fernando stickel [ 12:24 ]

helio x faria

helio
Esta foto de 17/2/2003 é a digital mais antiga que sobreviveu nos meus arquivos.
É do tempo da minha primeira câmera digital, Sony Cyber-shot DSC-F717.
Na esquina das avenidas Helio Pellegrino e Nova Faria Lima, este outdoor não sobreviveu à Lei Cidade Limpa, e também não sobreviveria ao prolongamento iminente da Helio Pellegrino, que se juntará à R. Funchal, na Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 18:28 ]

r. periquito

alm
A mesa do almoço, e o depois do almoço, na R. Periquito, Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 15:17 ]

r. ribeirão claro

claro
Três momentos do imóvel da R. Ribeirão Claro 37, na Vila Olímpia.
2007, ainda com as construções, 2008 com as construções já demolidas e o portão intacto, 2009 em plena obra da nova sede da Comunidade Shalom.

é isso, por fernando stickel [ 8:31 ]

o tempo passa

esp1
Me impressiona muito a passagem do tempo.

O tempo passa e as coisas mudam, rápidamente.
Em Agosto 2004, cinco anos atrás, a Fundação Stickel se movimentava lentamente para sair de um sono letárgico de 30 anos, por pouco não desisti da empreitada, tal a quantidade de problemas enfrentados.

Em Agosto 2005, há quatro anos atrás, iniciava-se a reforma do Espaço Fundação Stickel, na R. Ribeirão Claro, Vila Olímpia, obra da arquiteta Sandra Pierzchalski, que foi inaugurado em Outubro com a exposição do Baravelli.
Utilizado intensamente até Dezembro 2006, abrigou nove exposições.

shalom
O imóvel da R. Ribeirão Claro 37 foi demolido e hoje recebe a construção da nova sede da Comunidade Shalom.
shalom2

Vencedores de um concurso de arquitetura promovido pela Shalom, o projeto será de Marcelo Ferraz e Francisco Fanucci, da Brasil Arquitetura.
Eu fico particularmente feliz com o desfecho do uso de um imóvel que foi minha casa/estúdio por 20 anos, na qual nasceu meu filho Arthur, escrevi meu livro aqui tem coisa e plantei várias árvores, no terreno e na calçada.

é isso, por fernando stickel [ 17:59 ]

vila olímpia

shopping
Uma novidade feia de doer é o novo Shopping Vila Olímpia, na R. das Olimpíadas, programado para inaugurar em Novembro.
O projeto neo-qualquercoisa é tão ruim que tem cara de ser do Julio Neves.

colmeia
A outra é o prolongamento da Av. Helio Pellegrino, projeto do Movimento Colméia em parceria com a Prefeitura.

é isso, por fernando stickel [ 14:28 ]

prato frio

eros11
Estes dois “rapazes”, péssimos corretores de imóveis, me processaram por conta de uma comissão que eles consideravam que tinham direito, achando que iriam ganhar um dinheiro fácil.
Me obrigaram a constituir advogado, pagar nonorários, preparar a defesa, abrir todos os papéis que já estavam devidamente guardados no arquivo morto, etc…
Esqueceram-se que eu sou um camarada organizado, e foi justamente um e-mail que eles me enviaram que provou a falácia da tese deles.
Tomaram um ferro na audiência, onde o caso foi tão claro, que ao contrário da regra o juiz deu a sentença ali mesmo, na hora.
A sucumbência que terão de pagar será de mais de R$50.000…
Um saiu mudo e o outro calado.
A vingança, de fato, é um prato que se come frio.

Nas últimas semanas iniciaram-se as obras no terreno da R. Ribeirão Claro, que deu origem à disputa acima.

é isso, por fernando stickel [ 11:01 ]

burano

burano4
Durante visita à Biennale di Venezia, foto feita na ilha de Burano, na mesma ótica da minha série de fotos “Vila Olímpia”.

é isso, por fernando stickel [ 15:47 ]

novo estúdio

est22
Pouco a pouco meu estúdio volta à vida, graças à sabedoria arquitetônica da minha amada Sandra Piezchalski.
Não fosse a insistência dela em limpar a área, exigindo que eu me livrasse de toneladas de coisas inservíveis, não teríamos chegado a esta bela e agradável situação.
É preciso reinventar, reciclar, descarregar, aliviar, para poder prosseguir e crescer.
Neste espaço pretendo implantar um “entreposto” de artes, visando geração de recursos para a Fundação Stickel, através de vendas diretas, captação de obras através de doações e leilões, edição de gravuras digitais, o formato ainda não está bem definido, mas é por aí. Talvez o novo Espaço Fundação Stickel.

é isso, por fernando stickel [ 9:33 ]

na vila olímpia

cao
Na Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 16:48 ]