aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Arquivo: fevereiro de 2012

jewish mama…

If they had a Jewish Mother… hehehe!

MONA LISA’S JEWISH MOTHER:
After all the money your father and I spent on braces, this you call a smile?
 
CHRISTOPHER COLUMBUS JEWISH MOTHER:
I don’t care what you’ve discovered, you didn’t call, you didn’t write.
 
MICHELANGELO’S JEWISH MOTHER:
A ceiling you paint? Me you cant paint my kitchen?
 
NAPOLEON’S JEWISH MOTHER:
Are you hiding your report card?
Take your hand out of your jacket and show me the report card!
 
ABRAHAM LINCOLN’S JEWISH MOTHER:
Again with that hat!  Why can’t you wear a baseball cap like the other kids?
 
GEORGE WASHINGTON’S JEWISH MOTHER:
Next time I catch you throwing money across the Potomac, you can kiss your allowance good-bye!
 
ALBERT EINSTEIN’S JEWISH MOTHER:
Your senior photograph and you couldn’t have done something with your hair?
 
MOSES’ JEWISH MOTHER:
Desert, schmesert!  Where have you really been for the last forty years?
 
BILL GATES’ JEWISH MOTHER:
It would have killed you to become a doctor?
 
BILL CLINTON’S JEWISH MOTHER:
Well, at least she was a nice Jewish girl, that Monica.
 
Life isn’t about how to survive the storm, but how to dance in the rain!

é isso, por fernando stickel [ 15:53 ]

tonelagem

Mais uma vez o problema que eu mesmo criei precisa ser combatido: Meu peso.
Safadeza, gula e sei lá o que mais me levaram a assustadores 93,5kg.
Tá na hora de cortar 100% dos doces e das bebidas, e voltar a civilizados valores abaixo de 90kg, inclusive para não perder as roupas…

é isso, por fernando stickel [ 9:48 ]

pirelli – masp

masp

Daqui a pouco abre-se no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateubriand – MASP a exposição da 19a Edição da Coleção Pirelli Masp de Fotografia.
Estou aqui no escritório com uma preguiça imensa de fazer o modelo social e encontrar as pessoas…
Fica a foto que fiz ontem lá na área externa do MASP.

flores1
Optei por chegar mais cedo em casa, passear com o Jimmy Hendrix pelo bairro e fotografar a floricultura com Instagram.

é isso, por fernando stickel [ 19:52 ]

aproximações com a arte

apr1

No último sábado, 25 Fevereiro, a Fundação Stickel iniciou o Curso Aproximações com a Arte na Casa de Cultura da Brasilândia, que oferece uma oportunidade para os professores e educadores sociais da Brasilândia ampliarem seus conhecimentos sobre a arte. O curso é gratuito, realizado em parceira com o Instituto Minidi Pedroso de Arte e Educação Social, – IMPAES, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária – CENPEC e a Subprefeitura Freguesia do Ó/Brasilândia. Serão duas turmas de 20 alunos cada, durante um ano.
Contaremos também com a parceria da Brasilândia Filmes, que documentará todo o processo.

apr2
Fiz uma rápida palestra, com o tema “Arte Transforma”, contando um pouco do envolvimento da família Stickel com as artes, e a consequente vocação da Fundação Stickel em promover um curso como esse.

apr31
Anna Lucia Vörös da Fundação Stickel, coordenadora do curso, e Fernanda Kivitz, do CENPEC.

apr4
Adriana Ezabella e Camila Molina, as educadoras do curso.

é isso, por fernando stickel [ 10:44 ]

vale do paraiba

vparaiba
O Vale do Paraiba, visto do Pico Agudo, em Santo Antonio do Pinhal.

é isso, por fernando stickel [ 13:15 ]

passeio de carnaval

polana1
Ontem meu filho Arthur e eu fizemos um passeio a Santo Antonio do Pinhal, Haras Polana e Pico Agudo, pela estrada velha de Campos do Jordão, que está maravilhosa!

A Mercedes -Benz 280 SL 1970 comportou-se impecávelmente, tanto no asfalto quanto na terra, adicionei cerca de 400km ao amaciamento do motor, que agora está com 2.428km.
Desta vez, após um ajuste de regulagem, obtive 6,2km/litro de média de consumo, andando a cerca de 3.500rpm. A máquina está cada dia melhor!

Fomos recebidos no Haras Polana por Paulo Bilyk e sua família, anfitriões perfeitos!

é isso, por fernando stickel [ 12:13 ]

catálogo fjn


Catálogo da exposição BFNR de Frederico Nasser, dedicado pelo autor a mim e Alice Kalil em 22 Agosto 1970.
A foto da capa foi feita pelo Frederico em um sítio do meu cunhado Jorge Kalil em Atibaia, é ele que aparece mais à frente de camisa listada. Eu estou sem camisa.


Este catálogo da exposição BFNR é um verdadeiro blog pré computador… Assim diz sua ficha técnica:

por Frederico Jayme Nasser foi editado por Editora Matra, S. P., e impresso em off-set na Gráfica Urupês, S. P., em julho de 1970, numa tiragem de 3.000 exemplares, para a exposição Baravelli Fajardo Nasser Resende, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro/agôsto de 1970 , Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo/ setembro de 1970.
Todos os direitos reservados pelo autor. Fotografias por Fernando Stickel, Wesley Duke Lee, Luís Eduardo Casal del Rey, José Xavier, Manoel Dias de Toledo, Augusto Livio Malzoni e pelo autor.

A foto da casa é de minha autoria. O tempo passa, a cidade transforma-se, os muros sobem, as famílias mudam…


Casa dos pais do Frederico Jayme e Eliza Nasser na Praça Simon Bolivar, por volta de 2012. Estive algumas poucas vezes nesta casa, em uma das visitas Frederico preparava, já atrasado, os desenhos que iriam para a exposição BFNR, a sala de visitas da casa tinha os grandes desenhos espalhados no chão, sobre a mesa, sobre o sofá, e Frederico andava entre eles dando um retoque aqui, outro ali…

é isso, por fernando stickel [ 18:00 ]

instagram

insta
Instagram, viciante como uma guloseima!

é isso, por fernando stickel [ 9:14 ]

nadar 2.000 metros

nadar

Tal qual o Jimmy Hendrix, na beira da piscina, almejando sua bola, eu, dentro da piscina, almejo voltar aos treinos de 2.000 metros.
Hoje, acabo de nadar os 2.000!
Já estive neste patamar cerca de um ano atrás, depois desandou, e agora voltou…

é isso, por fernando stickel [ 12:12 ]

legs

é isso, por fernando stickel [ 23:48 ]

natação


Foto Instagram – IPhone

Nadei hoje 1.700m, inclusive com o para-quedas (para aumentar o esforço).
O treinamento está bom e o Ricardo, meu treinador vem progressivamente exigindo mais, a meta é chegar a 2.000m/treino, se possível três vezes/semana.
Se nenhuma novidade acontecer, chegarei lá!

é isso, por fernando stickel [ 17:13 ]

chuva em são paulo

Há dois dias atrás, no dia da imensa chuva em São Paulo, fui de moto para uma reunião na Casa de Cultura da Freguesia do Ó, lá pelas tantas, o Rubens, meu interlocutor, chamou a minha atenção para o céu, eram cerca de 17:15h.
Imediatamente me despedi e tomei o caminho de casa, via marginal do tietê, e em seguida marginal do Pinheiros.
Não deu tempo de escapar da chuva… fiquei uns 20 minutos abrigado em baixo da ponte da Cidade Universitária, depois mais um tanto em baixo da ponte da Cidade Jardim.
Cheguei em casa encharcado…

é isso, por fernando stickel [ 12:35 ]

rallye em curitiba


Acabo de me inscrever no I Rallye Paranaense de Veículos Históricos – 2012, juntamente com meu fiel navegador Mario Sacconi e a Mercedes-Benz 280 SL 1970
É a primeira prova de 2012 do Campeonato Brasileiro de Regularidade para Veículos Históricos -CBR, promovido pela Federação Brasileira de Veículos Históricos – FBVA, e será realizada nos dias 30 e 31 de Março em Curitiba, PR.
O clube anfitrião em Curitiba é o Clube de Automóveis e Antiguidades Mecânicas do Paraná- CAAMP

é isso, por fernando stickel [ 18:24 ]

natureza!

colina
Nada como o contato com a natureza!

é isso, por fernando stickel [ 9:03 ]

estação abandonada


Estação de trem abandonada em Garzon, Uruguai, a cerca de uma hora de carro de Punta del Este.

é isso, por fernando stickel [ 18:06 ]

geração de stickel

geração
Eu – 63 anos de idade
Antonio – 31, filho
Arthur – 17, filho
Samuel – quase 2, neto

O intervalo entre gerações vai de 20 a 40 anos, contando comigo, e considerando o intervalo menor, são quase quatro gerações de homens na família Stickel.
É gostoso de ver e conviver, como aconteceu em Ubatuba no fim de semana passado, quando fui visitar o Antonio.

é isso, por fernando stickel [ 15:32 ]

keith and the bomb

Depois de muito tempo sem utilizar a Amazon, comprei o livro que acabo de começar a ler, “The making of the atomic bomb” escrito pelo ganhador do Pulitzer, Richard Rhodes.

Em seguida encontrei na feira de arte virtual “VIP 2.0 International Contemporary Art Fair” a ilustração perfeita para o livro, a obra de
Keith Tyson
Cloud Choreography: “We have a black and white tv” and “We have a color tv”, 2009
Painting: mixed media on aluminum
1,95 x 3,88m.

keith

é isso, por fernando stickel [ 11:49 ]