aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Arquivo: agosto de 2004

hora cheia


Fenômeno interessante acontece comigo, envolvendo relógios digitais. Deve ser sincronicidade ou similar, no carro, no computador, no celular, onde houver um display digital de horas sou muitas vezes ao dia surpreendido ao olhar exatamente para horas cheias, de 12:00 a 00:00, é impressionante!

é isso, por fernando stickel [ 8:51 ]

cidadão paulistano?

Oscar Niemeyer cidadão paulistano?
Se for pelo conjunto da obra, sim, com certeza, se for pelo Edifìcio Copan, sim, com total certeza.
Agora, se for pelo Memorial da América Latina e/ou para dividendos petistas, NÃO, com absoluta certeza.

é isso, por fernando stickel [ 19:52 ]

pragmatismo

PRAGMATISMO
Um casal recém casado vai viver em sua nova casa e o marido diz:
– Se você quer viver comigo as minhas regras são estas:
2as. e 3as. à noite, vou tomar café com os amigos;
4as. à noite vou ao cinema com o pessoal;
5as. 6as e sábados a noite, vou ao bar com os amigos;
Aos domingos vou deitar cedo porque preciso descansar!
Se queres, queres, se não queres …
Então a mulher responde:
– Para mim só existe uma regra:
Aqui em casa todas as noites tem sexo;
Quem está, está…
Quem não está…
AZAR…

é isso, por fernando stickel [ 12:55 ]

pela vila olímpia

Programa de sábado: Caminhar pela Vila Olímpia fotografando e em seguida cortar o cabelo com o Marcos no barbeiro da R. Fiandeiras.
O preço do corte? R$ 15,00.
O prazer de fotografar? Não tem preço.

é isso, por fernando stickel [ 11:59 ]

casal de argentinos

Um casal de argentinos residente no Brasil, recebe a notícia da empresa do marido, que ele seria transferido para Buenos Aires.
A esposa resolve ficar no Brasil pois as condições para ela eram melhores aqui.
Passado certo tempo, trocado os governos, as coisa ficam pretas pro lado dela. Não tendo dinheiro nem pra um telefonema internacional , ela resolve passar um telegrama pro marido com o seguinte texto, pra economizar:
PP PP PP
Ele imediatamente responde ao telegrama assim:
CC CC CC
Vocês agora se perguntam, e aí, qual é a mensagem?

Mulher: preciso plata, paso privaciones, pretendo prostituir-me
Marido: cobre caro, cuide culo, cariño Carlos

é isso, por fernando stickel [ 17:27 ]

dudi maia rosa

DUDI MAIA ROSA
14 obras inéditas.
Galeria Brito Cimino 4 Agosto.
R. Vergueiro, 1000, Paraiso, São Paulo,SP, tel. 3277- 3611

é isso, por fernando stickel [ 10:03 ]

business is business

One day at kindergarten a teacher said to the class of 5-year-olds, “I will give $2 to the child who can tell me who was the most famous man who ever lived.
An Irish boy put his hand up and said:
-”It was St. Patrick.”
The teacher smiled and said, “Sorry Sean, that’s not correct.”
Then a Scottish boy put his hand up and said:
-”It was St. Andrew.” But the teacher replied, “So sorry Angus, that’s not right either.”
Finally, a Jewish boy raised his hand and said:
-”It was Jesus Christ.”
And the teacher said, “Absolutely right, Marvin, come up here and take your $2.” As the teacher was giving Marvin his money, she said,
“You know Marvin, since you’re Jewish, I was very surprised you said Jesus Christ.”
Marvin replied, “Yeah. In my heart I know it is Moses, but business is business.”

é isso, por fernando stickel [ 8:29 ]

pai coruja e babão

Pai coruja e babão não tem jeito, olha só a foto que achei do meu filho Arthur, hoje com 9 anos, o tempo passa e a gente fica com saudades…

é isso, por fernando stickel [ 10:15 ]

extremamente irritado

Ando extremamente irritado. ANCINAV, Hugo Chavez, Mordaça, buracos nas ruas, nossa democracia sofrendo serias ameaças…eta paizinho de merda, mas, por outro lado, se pensarmos que a nação mais poderosa do planeta está refém da antabush…
É por isso que acabei de preparar uma mega-caipirinha de pinga, limão e mel, porque não sou de ferro…

é isso, por fernando stickel [ 19:35 ]

desarmamento

Na Campanha do Desarmamento canhão também entra!

é isso, por fernando stickel [ 12:53 ]

três namoradas

Um homem tinha três namoradas e não sabia com qual delas deveria se casar.
Resolveu, então, fazer um teste para ver qual estava mais apta a ser sua mulher.
Tirou R$ 15 mil do banco, deu R$ 5 mil para cada uma e disse:
– Gastem com o que quiserem.
A primeira foi ao shopping, comprou roupas, jóias, foi ao cabelereiro, salão de beleza, etc.. Voltou para o homem e disse:
– Gastei todo o seu dinheiro assim para ficar mais bonita para você, para lhe agradar. Tudo isso porque amo você.
A segunda foi ao mesmo shopping, comprou roupas para ele, um cd player, uma televisão tela plana, dois pares de tênis para jogar futebol, tacos de golfe e filmes pornô. Voltou para o homem e disse:
– Gastei todo o seu dinheiro assim para lhe fazer mais feliz, lhe agradar. Tudo isso porque amo você.
A terceira pegou o dinheiro, aplicou em ações. Em três dias duplicou o investido, retornou os R$ 5mil para o homem e disse:
– Apliquei o seu dinheiro e ganhei o meu. Agora posso fazer o que quiser com o meu dinheiro. Tudo isso porque eu amo você.
Então o homem pensou, pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
(Nós, homens, pensamos muito…)
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
Pensou….
E casou com aquela que tinha a bunda mais gostosa!
Aêêêêêêêêêêê!
Homem é tudo igual mesmo!

é isso, por fernando stickel [ 12:42 ]

cordel da velhice

Cordel da velhice

Vou lhes contá como é triste,
vê a velhice chegá,
vê os cabelo caíno,
vê as vista encurtá.
Vê as perna trambicano,
com priguiça de andá.
Vê “aquilo” esmoreceno,
sem força prá levantá
As carnes vão se sumino,
vai parecêno as vêia.
As vista diminuíno
e crescendo a sombrancêia.
As oiça vão encurtano,
vão aumentano as orêia.
Os ovos dipindurano
e diminuíno a pêia.
A velhice é uma doença
que dá em todo cristão:
dói os braço, dói as pernas,
dói os dedo, dói a mão.
Dói o figo e a barriga,
dói o rim, dói o pulmão.
Dói o fim do espinhaço,
dói a corda do cunhão.
Quando a gente fica véio,
tudo no mundo acontece:
vai passano pelas rua
e as menina se oferece.
A gente óia aquilo tudo,
benza Deus e agradece,
correno ligeiro prá casa,
procurano o INSS.
No tempo que eu era moço,
todo o sol prá mim brilhava
Eu tinha mil namorada,
tudo de bom me sobrava.
As menina mais bonita,
da cidade eu bolinava.
Eu fazia todo dia,
chega o bichim desbotava.
Mas tudo isso passô,
faz tempo ficô prá trás
as coisa que eu fazia,
hoje me sinto incapaz.
O tempo me roubô tudo,
de uma maneira sagaz
Prá falá mesmo a verdade,
nem trepá eu trepo mais.
Quando se chega aos setenta,
tudo no mundo embaraça.
Pega a mulhé, vai pra cama,
apalpa, beija e abraça,
porém só faz duas coisa:
solta peido e acha graça …

é isso, por fernando stickel [ 12:28 ]

nem mesmo corno

“Um homem sozinho não é nada… nem mesmo corno…”

é isso, por fernando stickel [ 11:37 ]

lembro-me perfeitamente


Lembro-me perfeitamente bem, aos seis anos de idade, da inauguração do Parque do Ibirapuera em 1954, como parte das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo.
Neste cenário inquestionávelmente belo, que incluia a escultura símbolo, desaparecida há décadas, está surgindo uma coisa nova, horrorosa, fora de escala, agressiva.
Provávelmente foi ao executar o projeto deste monstrengo, chamado de auditório que Oscar Niemeyer lançou as bases da luxação do seu braço ocorrida esta semana.
Mão pesada, neste caso. O teatro que dona Martaxa tanto insistiu em fazer, comprando briga com o Ministério Público e etc… aí está, quase pronto, monstruoso. Gosto e admiro muitas obras do Niemeyer, mas daí a virar esta unanimidade nacional e só porque leva a ssinatura do O. N. ser considerada uma obra de arte vai enorme distância. Desculpe, mestre.
Fica a melancólica certeza de que a Prefeitura é sempre a primeira a cortar árvores e desrespeitar os cidadãos, das mais variadas maneiras, neste caso enfeiando desnecessáriamente a cidade.

é isso, por fernando stickel [ 13:07 ]

mineiro abre loja

Um mineiro abre uma loja em Americana, no estado de São Paulo, e põe uma placa em frente à porta com os dizeres:
“TEM DE TUDO”
Um paulista resolve entrar na loja para conferir. Chega no balcão e pede:
– Me dá uma garrafa de vinho do Porto, safra 1875.
O mineiro procura nas prateleiras e entrega a garrafa ao paulista.
No dia seguinte, o paulista resolve pegar o mineiro. Volta à loja e pede uma dúzia de ovos de ema. Novamente, o mineiro ronda as prateleiras e traz a mercadoria para o paulista, que fica indignado.
No dia seguinte, o paulista volta de novo à loja, pensando em “ferrar” o mineiro. Chega no balcão e pede:
– Me dá meio litro de porra.
O mineiro olha as prateleiras, revira a loja inteira, volta ao balcão e pergunta ao paulista:
– Cê trouxe um vasilhame ou vai levar no cú mesmo?

é isso, por fernando stickel [ 15:23 ]

obras inéditas

DUDI MAIA ROSA
7 obras inéditas
Centro Cultural São Paulo, quarta-feira, 11 Agosto 2004, a partir das 19 horas.(R. Vergueiro, 1000, Paraiso, São Paulo SP, tel. 3277- 3611)

é isso, por fernando stickel [ 14:24 ]

dia dos pais

O pai orgulhoso com as crias queridas, Fernanda, Antonio e Arthur. A foto é da Sandra, que produziu maravilhoso almoço de dia dos pais.

é isso, por fernando stickel [ 23:47 ]

demorou um pouco


Meu Pai. Erico João Siriuba Stickel
Demorou um pouco (ele com 84 anos, eu com 55), mas finalmente começo a entender mais sobre como ele esteve sempre certo.

é isso, por fernando stickel [ 11:50 ]