aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘arthur stickel’

francisca


Há 14 anos a Francisca chegou de Minas Gerais com os dois filhos pequenos, Nilson e Clemilson para trabalhar na minha casa na R. ribeirão Claro, Vila Olímpia, São Paulo.
Viúva, humilde, simples, uma das lentes de seu grosso óculos de míope estava rachada e os filhos só olhavam para o chão, não respondiam às minhas tentativas de conversa.
Na primeira noite levei aos recém chegados pizza e sorvete, na manhã seguinte tratei de consertar os óculos dela.
Hoje cedo a família se mudou definitivamente.
Nestes 14 anos comprei terrenos vizinhos, fiz inúmeras reformas, a casa conheceu períodos de grande movimentação, nasceu meu filho Arthur, me separei, mudei, montei novo estúdio, minha ex-mulher mudou, ajudei a Francisca a comprar sua casa própria, e é para lá que ela vai, fica logo depois do túnel Maria Maluf.
Boa sorte na casa nova, Francisca, e obrigado por tudo, sobretudo por se dedicar tanto ao Arthur.

é isso, por fernando stickel [ 10:29 ]

conversa com arthur

Conversa com o meu filho Arthur de 9 anos no carro, a caminho do Hospital Osvaldo Cruz para visitar meu pai Erico, internado desde quarta-feira:
-Papi, o que é que o Vovô tem?
-Um tumor no pâncreas.
-Onde é isso?
-É um órgão que fica mais ou menos embaixo do estômago, no começo do intestino.
-Ele pode morrer disso?
-Pode, mas ninguém sabe quando.? (um longo silêncio)
-Papi, (chorando) estou muito triste que o vovô vai morrer.
-Não chora, Arthur, estamos todos tristes, a gente tem que ser forte e chegar lá legal, para dar um beijo no Vovô, dar uma força pra Vovó. Estamos torcendo pra ele sair do hospital logo.
-É, mas eu estou muito triste. (continua chorando…)
-Arthur, (chegando no hospital, eu também quase chorando) deixa eu te explicar uma coisa, o Vovô não consegue comer pela boca, então colocaram uma sonda nele (explico o que é a sonda) para ele poder se alimentar e ficar mais forte.
-Mas ele sente o gosto?
-Não, a comida, que é uma papinha líquida vai direto para o intestino.
-Mas ele fica com fome?
-Não, e ele não tem dor nenhuma, porque os médicos estão tratando muito bem dele. Chegando ao quarto, meu pai dorme de boca aberta na cadeira. Arthur cumprimenta a tia e recomeça a chorar, deita no colo da avó, conversam um pouco, ele se acalma, daqui a pouco o avô acorda, Arthur dá um beijo no avô, conversam, e todo mundo assiste um programa de tubarões no National Geographic.
Na saída:
-Papi, eu quero vir visitar o Vovô todos os dias.

é isso, por fernando stickel [ 21:47 ]

filho é uma coisa louca

Ah! Filho é uma coisa louca, né memo? Em todos os sentidos. Muitos de vocês meus leitores comentam a eterna presença dos meus filhos neste blog, e não é pra menos.
Olha só esta última do Arthur: Foi com os amigos num piquenique no Bosque do Morumbi (Parque Alfredo Volpi) e trouxe de lá para mim “aquelas frutinhas que você gosta” Não é pra se rasgar?!

é isso, por fernando stickel [ 15:12 ]

dentista envia as fotos

O dentista envia as fotos da evolução do tratamento do Arthur por e-mail.
Na hora de pagar eu reclamei, porque é muito caro, fiquei em dúvida quanto à eficácia do tratamento, mas o resultado de poucos meses de uso do aparelho móvel é simplesmente fantástico. Valeu o esforço, as dúvidas e o preço. Até agora…

é isso, por fernando stickel [ 18:27 ]

aniversário do antonio

Hoje, 25/11 é o aniversário do meu filho Antonio. Parabéns pelos 24, querido!
O aniversariante, ladeado pelo irmão Arthur e pela mãe Iris fala com a irmã Fernanda em Barcelona.

é isso, por fernando stickel [ 15:11 ]

domingo à tarde

Domingo à tarde, meu filho Arthur na exposição do Cassio Michalany.

é isso, por fernando stickel [ 0:30 ]

dia dos pais

Almoço de dia dos pais, muito gostoso, calmo e bem-humorado, com Antonio e Arthur. Posso desejar mais do que isso? Só a presença da Fernanda, que agora está longe, em Barcelona…
A foto quem tirou foi o meu amigo Zé Nicolau, que encontrei no restaurante.

é isso, por fernando stickel [ 16:24 ]

meus filhos

Meus filhos, Fernanda, Arthur e Antonio.
Fernanda embarca neste sábado para Barcelona, onde fará pós-graduação em jornalismo. Já estou com saudades…

é isso, por fernando stickel [ 20:53 ]

foto da galinha

A pedidos, a foto que o meu filho Arthur fez da galinha lá em Bonito, MS. Cercado de jacarés, araras e tucanos, ele tirou várias fotos da galinha, porque gosta de galinha. É justo.

é isso, por fernando stickel [ 15:09 ]

procurava dormideiras

Em todos os passeios pelo meio do mato o Arthur procurava as “dormideiras”, plantas nas quais você encosta e as folhas se fecham.

é isso, por fernando stickel [ 9:57 ]

primeiro dia de férias


Hoje, primeiro dia de férias do meu filho Arthur, de oito anos, fui com ele levar os brinquedos que ele não usa mais para as crianças da creche O Semeador em Parelheiros, a quase 40 km do centro de SP.
Quando posso, dou uma ajudada lá. O sorriso das crianças compensa tudo.

é isso, por fernando stickel [ 20:16 ]

jantar no nagayama

Fui jantar com meu filho Arthur no Nagayama, hábito de quase todas as quartas-feiras de quase todas as semanas de quase todos os anos. Adoramos comida japonesa, e ele desde sempre quer sentar ao lado do aquário, onde acompanhamos a evolução e o sumiço de peixes, a limpeza e redecoração do aquário.

é isso, por fernando stickel [ 8:32 ]

pudim e mimi


Meu filho Arthur com seus cães, Pudim e Mimi. Já percebi que essa câmera digital é um vício!!!! Delicioso, por sinal.

é isso, por fernando stickel [ 18:17 ]