aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Arquivo: julho de 2017

sonhei com wesley


Sonhei que estava no estúdio do pintor Wesley Duke Lee (1931-2010), conversava com ele, trocávamos idéias sobre a evolução de um trabalho que fazíamos em conjunto.
Era um desenho/pintura sobre um tecido menos encorpado que uma tela de pintura., cerca de 100 x 70 cm.
O estúdio ficava na R. Bela Cintra e era diferente de seu espaço na Av. João Dias em Santo Amaro, era menor, de proporção quadrada, com uma espécie de clarabóia no teto para a entrada de luz.
Era o final da manhã de um sábado e eu sabia que tinha de sair para almoçar com a Sandra.
Foi então que Wesley assinou o trabalho com uma dedicatória, escreveu:
Para Fernando Stickel… e aí fez uma série de volutas com o lápis… e assinou ao final.
Aí chegou uma pessoa, percebi que Wesley precisava tratar de assuntos, me despedi e saí.
Para minha surpresa minha Santana Quantum não estava na rua, fiquei pensando se o carro teria sido guinchado…

é isso, por fernando stickel [ 9:12 ]

lili e filhos, 1934


Minha avó Maria Elisa (Lili) Arens Diederichsen (1883-1973), com meu tio Ernesto George Diederichsen, que completará 96 anos de idade no próximo dia 6 de Agosto, e minha mãe Martha Diederichsen Stickel, 90 anos de idade…
Esta foto tirada na casa da R. dos Franceses deve ser de cerca de 1934.

é isso, por fernando stickel [ 9:27 ]

sonhei…

Sonhei que Sandra e eu iríamos a um rallye de carros clássicos fora de São Paulo, e por alguma razão eu tinha que passar na casa do meu ex-sogro, José Kalil, para pegar alguma coisa lá ou falar com alguém.

Fui para lá dirigindo a Mercedes-Benz 280SL branca. Chegando na porta da enorme casa, na R. Martiniano de Carvalho, no Paraiso, vi que a entrada da garagem estava abarrotada de carros, inclusive uma Mercedes-Benz 600 limusine. Vários motoristas, seguranças, funcionários estavam por ali na entrada da casa.

Desci mais um pouco a rua e vi que havia um grande estacionamento abarrotado de carros, muitos deles antigos, e que tudo aquilo tinha a ver com uma grande festa que rolava na casa, achei estranho, porque era o meio da tarde, tipo 16:30h, muito tarde para um almoço, muito cedo para qualquer outra coisa…

Nisso chegou Sandra com o Volvo, e não tinhamos onde parar os carros, eu fiquei tentando estacioná-los e Sandra entrou na festa. Pouco depois eu entrei na casa, toda decorada com orquídeas e Sandra disse:
– O Zezinho está lá dentro.
Saímos da casa e percebi que o estacionamento já estava mais vazio, mas mesmo assim tive dificuldade em encontrar nossos carros.

Me preocupei que estávamos atrasados para o rallye, pensei em desistir, pois ainda teríamos que ir em casa, deixar o Volvo, etc…

é isso, por fernando stickel [ 9:30 ]

fundação stickel na semana de arte


A Fundação Stickel foi convidada a participar da Semana de Arte, um evento multidisciplinar de arte com conceito curatorial inovador, com eventos culturais por todos os lados.

A Fundação, entidade beneficente sem fins lucrativos, recebeu o convite com muito orgulho, será uma oportunidade única de dar visibilidade aos seus projetos, e, principalmente, angariar suporte através da venda dos trabalhos de seus alunos de fotografia.

Teremos cerca de 120 imagens maravilhosas disponíveis para venda, a preços extremamente convidativos.
A Fundação Stickel conta com o apoio da Capricho Molduras neste evento.

é isso, por fernando stickel [ 17:29 ]

faleceu bernardo ratto diederichsen


Meu primo irmão Bernardo Ratto Diederichsen faleceu na segunda-feira 17 Julho 2017, aos 70 anos de idade em Florianópolis. Ficam saudades dos tempos de infancia e adolescência, férias em família em Campos do Jordão, loucuras com carros, tratores, karts… Que o Ber faça boa viagem!
A foto é de 2011 em Florianópolis, na comemoração dos 90 anos do meu tio, Ernesto George Diederichsen, que aparece em segundo plano.

é isso, por fernando stickel [ 10:06 ]

um cavalheiro simpático


No último domingo Sandra e eu terminávamos o almoço, já tomando o cafezinho instalados na mesa de calçada do restaurante L’Antica Bottega di Segio Arno no Itaim, quando um senhor, (ou seria um rapaz…) alto, bem apessoado, de mais ou menos a minha idade atravessou a rua, se aproximou de nós e foi logo dizendo:
– Eles são a melhor companhia!.. apontando para os nossos cães Jimmy, no colo da Sandra e Bolt, aninhado em baixo da mesa.
Começamos a conversar e ele contou que chorou muito nos últimos seis meses por conta da morte do seu cão Golden Retriever, contou que teve vários e que sempre sofreu muito com a morte deles, e então eu notei que ele tinha no bolso da camisa um porta-charutos de couro, e perguntei:
– O que você leva aí?
Ele abriu o porta-charutos e me pediu para tirar o charuto de dentro, um belíssimo Montecristo Medio Corona 80 Aniversario, e perguntou:
– Você fuma?
– Sim… quando dá…
– Então pega, é seu, mas só se for fumar mesmo!
– Mas é claro, muito obrigado!

Acendi o belo cubano, que acabei fumando na volta a pé que damos ao redor do quarteirão com os cachorros após o almoço. Por descuido não perguntei seu nome, mas fica aqui mais uma vez o agradecimento ao simpaticissimo cavalheiro.
Se alguém tiver idéia de quem possa ser esta gentil criatura, me esclareça por favor!

é isso, por fernando stickel [ 17:46 ]

rally dos vinhedos


Fotos Rose Salmon

Minha navegadora Sandra, que por coincidência também é minha mulher, me surpreendeu no “VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos”. Seu discurso pré-rallye, ainda em São Paulo era o seguinte:

– Não quero ficar olhando planilha, quero ver a vista, a paisagem, sem preocupações.

Aceitei sua decisão e nem cronômetro levei para Bento Gonçalves, pensando em simplesmente grudar no competidor à minha frente e segui-lo. Por prudência zerei o hodômetro e disparei o cronômetro do meu celular na saída.
Assim que foi dada a largada, Sandra começou a acompanhar a planilha e a me perguntar a quilometragem no hodômetro e o tempo no cronômetro, aí eu disse:

– Mas você me disse que não queria olhar planilha!

Aí eu entendi que quem estava sentada à minha direita era a Sandrinha altamente competitiva, que adora desafios, que quer vencer, que não sai à chuva se não for para se molhar, e assim prosseguimos com alguns desacertos, e muitos acertos, suficientes para nos colocar no 12º lugar!!!

É um prazer estar casado com esta fera!!!

é isso, por fernando stickel [ 14:23 ]

rally dos vinhedos

Um grupo de amigos paulistanos resolveu participar do “VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos” no sabado 8 de Julho 2017. Chegamos ao Vale dos Vinhedos no dia 4 Julho e passeamos durante três dias pela linda região nos nossos carros clássicos.

A largada foi na Vinicola Miolo no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, RS e o almoço no Restaurante Caminho do Trem em Farroupilha.

O Veteran Car Club dos Vinhedos foi o impecável anfitrião do evento. Esta foi uma das etapas da II Copa Gaucha de Rally de Regularidade Historica e do IX Campeonato Brasileiro “Baterias Cral” de Rally de Regularidade Historica.

Foram aproximadamente 180 km conduzidos por areas cobertas por parreirais, plátanos e araucárias, conhecida como a região que produz os melhores vinhos brasileiros e representa o legado cultural e histórico deixado pelos imigrantes italianos chegados ao Brasil em 1875 na região da Serra Gaucha.

Sandra como navegadora e eu como piloto obtivemos o 12º lugar!! Isso apesar de eu ter esquecido o cronômetro e ter usado o celular!!! A Mercedes-Benz 280SL 1970 “Pagoda” mais uma vez se comportou impecavelmente!!!

é isso, por fernando stickel [ 8:59 ]

partiu rallye dos vinhedos!


Partiu VI Passeio Cronometrado dos Vinhedos!! Estamos embarcando para Bento Gonçalves, RS.
Perfeitamente organizado pelo Veteran Car Club dos Vinhedos e seu presidente Leandro Mazzoccato.
Já que o frio está pouco aqui em Sampa vamos em busca de mais frio para nosso rallye! Serão 120 carros clássicos de todo o Brasil!!


Os carros de um grupo de São Paulo já estão em Porto Alegre nos esperando, foram transportados pela Tegma, a Mercedes-Benz 280SL 1970 pronta para a competição!
Outros colegas paulistanos destemidos irão ao Sul pilotando suas máquinas!

é isso, por fernando stickel [ 9:35 ]