aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Arquivo: agosto de 2013

santa cruz 45 anos de formado

sc2
A turma formada em 1968 no Colégio Santa Cruz, foto de Luis Esteves.

sc

é isso, por fernando stickel [ 17:00 ]

vera martins na fábrica de cultura

v3
Vera Martins e Rubens Morais, Superintendente da Fábrica

A Fundação Stickel está oferecendo a crianças e jovens da Fábrica de Cultura da Vila Nova Cachoeirinha a oficina da artista plástica Vera Martins “Pintura por Desconstrução”.

v4
Desfiando a tela, Vera a transforma em fios e eles, por sua vez, tornam-se chicote e pincel, impondo suas marcas, formas e nós que geram linhas em uma ação enérgica, corporal e vital.

v
As crianças chicoteiam uma das paredes externas da Fábrica.

v2

v5
A parede após a pintura.

v6
Outra parede em processo de pintura. Esta, após terminada, ficará em exposição.

v7
Vera e alguns de seus alunos.

é isso, por fernando stickel [ 18:22 ]

encontro investidores sociais

encontro
Marcos, o prazer foi meu!

é isso, por fernando stickel [ 14:49 ]

art-deco na bela vista

deco
Belo exemplo de arquitetura “art-deco” sobreviveu na Rua dos Franceses, Bela Vista.

é isso, por fernando stickel [ 7:53 ]

45 anos de formatura no colegial

scruz

45 anos se passaram desde a formatura da turma de 1968 do Colegial – Colégio Santa Cruz.
Mais uma vez nosso colega Alfredo de Goeye (sorridente na foto) ofereceu generosamente sua casa para o almoço comemorativo, onde cerca de 50 colegas se encontraram ontem.

Óbviamente nem todos se lembram de todos, mesmo porque muitos vem se disfarçando com carecas, cabelos brancos, barbas e barrigas. Fiquei aliviado ao perceber que não era só eu que não conseguia juntar nomes às pessoas…

Muitos se conheciam desde o primário, ou até antes, eu sou um dos que menos conviveu com esta turma, pois entrei no meio do colegial e fiquei nesta turma cerca de ano e meio.

é isso, por fernando stickel [ 12:52 ]

recife

novos
A tragédia das cidades brasileiras

Estive em Recife, com tempo suficiente para dar um pulo à praça “Marco Zero” no centro histórico. Um rápido reconhecimento revela generoso espaço livre com piso novo, edifícios históricos restaurados e um centro de exposição e venda de artesanatro de primeiríssimo mundo. Um prédio modernoso destoa do conjunto, mas enfim…

velhos
A tragédia se verifica a apenas poucos metros dali, onde imperam as ruinas, o lixo, o descaso. Edifícios abandonados, degradação, tristeza.
Ao cruzar as lindas pontes históricas que cruzam braços de rios e canais, somos assaltados pelo brutal cheiro de esgoto.

Não se percebe preocupação com planejamento, urbanismo ou qualquer outra atividade de melhoria que não seja uma ou outra intervenção pontual. O trânsito, à semelhança de São Paulo, caótico.

É uma tristeza ver como locais lindos se perdem, Brasil afora, por total incompetência de todos nós brasileiros.

é isso, por fernando stickel [ 9:15 ]

tronco vermelho

vermelho
Na porta da pousada no Recife, uma palmeira de tronco vermelho, linda!!

é isso, por fernando stickel [ 19:30 ]

investidores sociais no recife

acorda
Convidado pelo IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social estive ontem no Recife, para falar no Encontro de Investidores Sociais de Pernambuco, que conta com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento BID, Fundação Rockefeller, Charities Aid Foundation CAF, Instituto Ação Empresarial pela Cidadania, Instituto C&A e JBR Engenharia.

Restrito a convidados, o evento foi concebido para estimular a atuação de investidores sociais em nível local e proporcionar trocas de experiências entre esses atores.
Além disso, a iniciativa busca identificar potenciais doadores que, atuando em rede, se associem às prioridades e políticas públicas em benefício da sociedade pernambucana. Para isso, oferece um espaço exclusivo para trocas de experiências e ideias entre filantropos, visando o aprendizado e o fortalecimento do papel estratégico de investidores sociais no desenvolvimento da região em que atuam.

por que
Meu depoimento (emocionado…) foi sobre o tema “Por que sou um investidor social?”, e para responder a esta indagação contei a história da Fundação Stickel, e como me engajei em sua “ressuscitação” a partir de 2004.
Atrás de mim, na foto, o idealizador do encontro, Marcos Kisil.

oscar & fs
Meu parceiro de palestra foi o empresário textil Oscar Rache, que deu um depoimento emocionante sobre seu trabalho na criação e manutenção de uma escola. Foi interessante que tanto ele como eu tinhamos alguns pontos em comum, inclusive o fato de termos nos emocionado durante o depoimento, escondendo algumas lágrimas…

carta idis
Carta de Marcos Kisil.

é isso, por fernando stickel [ 18:58 ]

eduardo longo na fábrica de cultura

três
Estes três cavalheiros estiveram hoje de manhã na Fábrica de Cultura da Vila Nova Cachoeirinha, para pensar em uma operação conjunta. À esquerda na foto o arquiteto Eduardo Longo, no centro eu, à direita o arquiteto e desiner gráfico Marcelo Aflalo.

Trata-se de alinhavar um novo Projeto Contrapartida para a Fundação Stickel executar com sua parceira Fábrica.

De um lado a execução do livro “Sobre bolas e outros projetos” abordando a obra do Eduardo, conhecido como o arquiteto da “Casa Bola” da R. Amauri. O livro já tem design preliminar do Marcelo / Univers Design, e projeto inscrito e aprovado na Lei Rouanet.

De outro lado a Fundação Stickel como viabilizadora inicial do projeto do livro, recebendo em contrapartida do Eduardo um curso de arquitetura/vivência de espaços a ser ministrado na Fábrica de Cultura.

livro bola
O interessante disto tudo é que o Eduardo não é um arquiteto convencional, sua trajetória para chegar à “Casa Bola” minimalista, projetada e construida por ele, e onde mora há 30 anos, envolve profunda compreensão dos usos e costumes de uma residência, revendo o conceito de moradia como espaço essencial. Esta riquíssima vivência, e todas as histórias que a acompanham, poderá ser compartilhada com os moradores da Vila Nova Cachoeirinha, assim que nosso projeto frutificar.

é isso, por fernando stickel [ 18:28 ]

aqueles lugares

samuel.
Depois da minha exposição de fotografias “Fare Mondi” no Club Transatlântico em Junho, e da minha consulta com o fotógrafo Iatã Cannabrava no Madalena Centro de Estudos da Imagem, fiquei com muita vontade de criar um novo trabalho, focado, consistente, com propósito e narrativa.
Este trabalho vem surgindo, pouco a pouco, até criei um nome preliminar para a nova série:

Aqueles lugares

Na foto, meu neto Samuel em visita à exposição de brinquedos no SESC Pompéia.

Aliás, bem lembrou minha mulher Sandra: “aqueles lugares” tem a ver com “aqui tem coisa”…

é isso, por fernando stickel [ 18:28 ]

fau-usp

fau
Recebi esta deliciosa foto do meu colega da FAU-USP Paulo Caruso. O grupo está em frente à FAU, a data deve ser algo entre 1969 e 1973, o período em que lá estudamos.
Eu estou de camisa listada, com a mão no queixo…

é isso, por fernando stickel [ 16:19 ]

ibirapuera e tunel

ibira
Em São Paulo, em um mesmo dia, perto uma da outra, você encontra situações totalmente diferentes e contrastantes.
A calma e o silêncio da natureza no Parque do Ibirapuera.

tunel
A terrível poluição sonora e do ar no tunel da Av. 9 de Julho.

é isso, por fernando stickel [ 14:04 ]

câmara escura / tavoletta

camara
Quase tudo que o ser humano é capaz de empreender começa com um desejo, um sonho. Logo em seguida vem um projeto, o sonho descrito em palavras, imagens, desenhos, dimensões, e a coisa começa a tomar formato no mundo real.

layus
No caso da Câmara Escura não foi diferente. Nosso parceiro, o fotógrafo Arnaldo Pappalardo começou a pensar/preparar sua exposição “TAVOLETTA” no Museu da Casa Brasileira há cerca de dois anos atrás.
A Fundação Stickel contratou a execução da Câmara Escura, que agora está exposta no jardim do museu.

camaraj

é isso, por fernando stickel [ 14:28 ]

foundation school

cafidis

fschool
Encontro hoje do CAF Foundation School, 2º Módulo Nacional, promovido pelo IDIS, com apoio do BNP Paribas.

Autonomia e sustentabilidade das Organizações da Sociedade Civil

Tenho participado destes encontros onde são debatidas questões do Terceiro Setor, e do desenvolvimento de suas instituições. A cada novo encontro adiciono mais uma gotinha de sabedoria a este difícil ofício. O desafio maior é mudar a mentalidade e a cultura brasileira, que não é propensa a colaborar com as instituições beneficentes, que operam sem fins lucrativos, como é o caso da Fundação Stickel.

andrea
A palestrante de hoje foi minha colega do MBA FIA-CEATS Andrea Travassos (de rosa), que contou sobre o desenvolvimento da instituição onde trabalha a 15 anos, Ipê – Instituto de Pesquisas Ecológicas.

é isso, por fernando stickel [ 16:54 ]

dia dos pais

pais

Dia dos Pais

A gente está cansado de saber que pai não serve para muita coisa não, importante de verdade são as mães… ainda assim tive a grata surpresa do convite da minha filha Fernanda para um delicioso almoço de domingo na sua casa, preparado com maestria por seu marido Plauto.

Ocasião rara e de grande prazer, juntar todos os filhos, Fernanda, Antonio e Arthur, inclusive o Jimmy Hendrix, meu neto Samuel, minha mulher Sandra e minha mãe Martha.

Levei vinhos espanhóis da Ribera del Duero, muito bons, foi ótimo!!!

é isso, por fernando stickel [ 11:40 ]

absolute control

control

é isso, por fernando stickel [ 17:18 ]

birkin bentley

birkin
Há governos e governos…

Campaign to keep Birkin ‘Blower’ Bentley in the UK

The Birkin ‘Blower’ Bentley, which was sold by Bonhams at the Goodwood Festival of Speed Sale last year, might stay in the UK – if £5.1m can be raised in time
After it sold at the Bonhams Goodwood Festival of Speed sale in 2012 for £5,042,000, a temporary export bar has been put on the Tim Birkin ‘Blower’ Bentley – with the hope that enough money can be raised to keep the historically significant car in the UK.
Culture Minister Ed Vaizey took the decision to defer granting an export licence for the racing car following a recommendation by the Reviewing Committee on the Export of Works of Art and Objects of Cultural Interest (RCEWA), administered by Arts Council England, on the grounds that it was of outstanding significance for the study of motor racing and automobile technology in the first half of the twentieth century.
Culture Minister Ed Vaizey said: ‘It would be a tremendous loss to the nation if this wonderful car, that so beautifully epitomises the passion and glamour of motor racing in 1930s Britain, were to be exported overseas. I hope that a UK buyer can be found in the time now available so we can keep this magnificent piece of British racing history in the UK.’
The decision on the export licence application for the car will be delayed until 31 October. This may also be extended until 31 May 2014, if it looks like there is serious intent to buy the car for the recommended price of £5,149,800.

Mais sobre esta fabulosa máquina aqui.

é isso, por fernando stickel [ 14:40 ]

são paulo skyline

skyline
Estive ontem em um escritório no 20º andar de um edifício na Av. Paulista, de onde tirei esta foto.
O dia estava lindo, a manhã fresca, céu azul… mas, nota-se distintamente a brutal camada de poluição que cobre a todos nós paulistanos.

Tenho a impressão que mesmo amando esta cidade profundamente, tem certas coisas que são a cada dia mais intoleráveis, a poluição é uma delas, disputando lugar com o trânsito infernal e a violência/insegurança.
É uma pena.

é isso, por fernando stickel [ 14:04 ]