aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Arquivo: março de 2005

silêncio


Vou dizer uma coisa: Uma das melhores coisas do deserto é o silêncio.
Silêncio total, absoluto, profundo, calmante, instigante. Escutam-se apenas os sons da natureza.
Vento, rochas craquelando, o pio de uma ave.
O criador fala alto através do silêncio.

é isso, por fernando stickel [ 22:43 ]

bill, the dentist


Da esq para a direita, Bill, the dentist, a família suíça e a Sandra.

Bueno, vamos por partes:
1. Acabamos de ricibir confirmacion del prosseguimiento de nostro viaje asta la Isla de Pascua (sim, é isto mesmo, já que estamos no Chile vamos até a Ilha da Páscoa, sonho de infãncia que se realizará aos 56 anos de idade, no dia em que subi a 5.600m de altitude)
2. Preciso contar esta história: Aqui no hotel existem diariamente inúmeras excursões. Você escolhe no dia anterior e sai com um grupo que pode ser composto, por exemplo, de uma familia suíça, duas irmãs solteironas da Nova Zelandia e um casal de Boston, USA, democratas.
3. A história: Estou andando no meio de um vale feito de sal, conversando com um americano do midwest que eu apelidei de BILL, THE DENTIST, 71 anos, que me conta que iniciou a vida como engenheiro de minas, depois se transformou em homem do tempo e depois em dentista (just a question of scale) e ainda sobrou tempo para criar 4 filhos. Pois não é que no meio do deserto ele me lança de chofre a pergunta:
ARE YOU FAMILIAR WITH THE BIBLE?? Mais que depressa eu disse NO! e mudei de conversa, oh loco meu!

é isso, por fernando stickel [ 22:19 ]

volcan toco


Simplesmente inacreditável. Sandra e eu subimos aos 5.600 m. de altitude, cume do Volcan Toco! A vista sobre o deserto do Atacama é de centenas de km para todos os lados, com milhares de nuances de cores, picos nevados, o ar é límpido, fresco, por vezes bem frio.
Ainda estou com um pouco de dor de cabeça, a respiração fica bem alterada, e eu tive um pouco de embaralhamento da visão. Cada pessoa apresenta sintomas diferentes com a altura. Nao foi fácil, os guias ficavam me incentivando, já que pra variar eu estava no fim da fila…, mas quando cheguei ao cume a sensação foi fantástica!!

é isso, por fernando stickel [ 16:07 ]

atacama

Hoje passeamos a 4500 m de altitude, ontem a 4000 m, amanhã sera no vulcão TOCO a 5600 m.
Aventura total, lindo, silencioso, deserto. Sobrou um tempinho e estou postando pela primeira vez de fora de casa, desde que estou na casa nova. Vamos ver se funciona.
Se voltarmos inteiros destas altitudes absurdas conto mais. Beijos!!!!!!!!!!!!

é isso, por fernando stickel [ 21:55 ]

boa páscoa


Amanhã bem cedinho partimos para Santiago de Chile e Deserto do Atacama. Como não sei se vou encontrar computador, etc… e mesmo tempo para postar, se sumir nos próximos dias será apenas temporário, OK?
Boa Páscoa a todos!

é isso, por fernando stickel [ 17:24 ]

medidas práticas

UNIDADES PRÁTICAS DE ENGENHARIA

Após vários sistemas de unidades que não “pegaram” porque não refletiam o universo prático dos engenheiros, estamos oficializando um novo sistema, que já se encontra em uso corrente mundo afora:

POTÊNCIAS DE DEZ
>> >> prá caralho = infinito
>> >> prá cacete = 100.000
>> >> uma porrada = 10.000
>> >> uns mil = 1.000
>> >> um monte = 100
>> >> um pouco = 10
>> >> miséria = 1
>> >> um cisco = 0,1
>> >> porra nenhuma = 0,001
>> >> nem que a vaca tussa = 0,000001
>> >> nem fodendo = zero absoluto

PORCENTAGEM
>> >> tudo = 95%
>> >> quase tudo = 90%
>> >> todos = 85%
>> >> quase todos = 80%
>> >> meio = 60%
>> >> metade = 40%
>> >> ninguém = 15%
>> >> nada = 10%
>> >> quase nada = 5%
>> >> nadica de nada = 2%
>> >> 1 titiquinha = 1%
>> >> 1 cagagésimo = 0,1%
>> >> 1 pentelhésimo = 0,001%

COMPRIMENTO
>> >> um palmo = 30cm (na compra)
>> >> um palmo = 20cm (na venda)
>> >> um quilômetro = 600m (ida)
>> >> um quilômetro = 1400m (volta)
>> >> um pinto = 30cm (dono)
>> >> um pinto = 6,31cm (outro)

GRAU DE PRECISÃO
>> >> nas coxas = erro de + ou – 30%
>> >> mais ou menos = erro de + ou – 20%
>> >> exatamente = erro de + ou – 5%
>> >> perfeitamente = erro de + ou – 4%
>> >> na bucha = erro de + ou – 3%
>> >> na lata = erro de + ou – 2%
>> >> na mosca = erro de + ou – 1%
>> >> no olhinho do __ = erro de 0,001%

MASSA
>> >> um pedação = 400 g
>> >> um pedaço = 200 g
>> >> um pedacinho = 199,5 g

VOLUME
>> >> um gole de cerveja = 600 ml
>> >> um gole de chopp = 300 ml
>> >> um gole de caipirinha = 250 ml
>> >> um gole de pinga = 100 ml
>> >> um gole de café = 50 ml
>> >> um gole de água = 25 ml
>> >> um gole de leite = 2,6 ml
>> >> um gole de remédio = 2,5 ml
>> >> um balde = 7500 ml
>> >> um mijão = 500 ml
>> >> um mijinho = 30 ml
>> >> um pinguinho = 2 ml
>> >> um cuspe = 1,5 ml
>> >> uma gota = 0,1 ml
>> >> um cheirinho = 0,001 ml

VELOCIDADE
>> >> a mil por hora = 160 km/h
>> >> a cem por hora = 120 km/h
>> >> a dez por hora = 60 km/h

TEMPO
>> >> uma semana = 14 dias
>> >> duazoras = 5 h
>> >> um minuto = 30 min
>> >> um momento = 10 min
>> >> um momentinho = 20 min
>> >> um instante = infinito

é isso, por fernando stickel [ 14:16 ]

bruxa


A verdadeira bravura de um HOMEM está em sair para beber com os amigos, sem avisar a esposa, chegar em casa bêbado, de madrugada, ser recebido por ela com uma vassoura na mão e ainda ter peito pra perguntar:

– Vai varrer ou vai voar?!

é isso, por fernando stickel [ 22:44 ]

batedeira


Ganhei esta batedeira da minha sogra.
Ao vê-la, imediatamente me vieram lembranças profundas.
Na casa dos meus pais, na Rua dos Franceses, morava com a família uma poderosa governanta alemã, de nome Lina Johanna Dietze, (na foto escaneada de uma 3×4 de 1987) mais conhecida como “Dona Frola”, uma abreviatura tupiniquim de Fräulein (senhorita).
Dona Frola tinha uma incrível habilidade para fazer bolos, tortas e biscoitos, particularmente na época do Natal.
Eu, desde cedo, tinha uma insaciável curiosidade por tudo o que ocorria na casa. Naquela época, ínicio dos anos 50, não existia pré-escola, e as crianças brincavam em casa até a hora de ir para o Kindergarten (jardim de infância) aos 6 anos de idade.
Portanto os assuntos do dia eram variados. Logo cedo acompanhar Dona Maria, a cozinheira, na execução da galinha para o almoço, (tinha galinheiro em casa) observava com certo horror a execução da penosa com um tranco no pescoço, com fascínio e nojo o processo de arrancar as penas, extrair os intestinos, verificar o conteúdo da moela da falecida, etc…
Em seguida descer ao porão e acompanhar o trabalho da costureira, depois andar de velocípede no quintal, à tarde sintonizar o rádio galena, quem sabe produzir um pouco de pólvora no almofariz, e assim passava-se o dia, encapsulado dentro de casa.
Um dos meus assuntos preferidos era ajudar a Fräulein na feitura dos bolos e tortas, e é aí que entra a poderosa lembrança da batedeira…
Grande parte do alemão que falo hoje (“Küchen Deutsch”), devo a Nani, o apelido que eu e meus irmãos usávamos com a Dona Frola.

é isso, por fernando stickel [ 22:05 ]

potencialmente e realmente

O pai estava vendo televisão quando o filho caçula surge com uma pergunta:

– Pai, qual é a diferença entre POTENCIALMENTE e REALMENTE?

O pai pensa um pouco e responde:
– Filho, faz o seguinte: Primeiro, pergunte a sua mãe se por 1 milhão de dólares ela faria amor com o Kevin Costner. Segundo, pergunte a sua irmã se por 1 milhão de dólares ela faria amor com o Brad Pitt. E, finalmente, pergunte a seu irmão se por 1 milhão de dólares ele faria amor com o Tom Cruise. Quando trouxer as respostas, eu lhe explico a diferença entre potencialmente e realmente.
Horas depois, o filho voltou e descreveu ao pai as respostas de cada um dos três:

A mãe disse que nunca pensou em te trair, mas que por 1 milhão de dólares, e com o Kevin Costner, ela não pensaria duas vezes.

A mana respondeu que seriam dois sonhos realizados de uma só vez. Dar uma com o Brad Pitt e ainda por cima ficar milionária.

E, finalmente, meu irmão disse que por 1 milhão de dólares até fazia amor com o Lula, quanto mais com o Tom Cruise!

Então o pai respondeu:
– Pois é isso, meu filho. POTENCIALMENTE, a nossa família tem condições de ganhar 3 milhões de dólares. Mas REALMENTE, nós vivemos nesta casa com duas putas e um viado!!

é isso, por fernando stickel [ 16:43 ]

amaztype


Peguei na Angela.
Você digita um nome e ele te dá todos os livros e discos com aquele
nome, veja: amaztype

é isso, por fernando stickel [ 15:58 ]

sofá ao acordar


Adivinha o que vai acontecer quando ele acordar…

é isso, por fernando stickel [ 15:51 ]

uma pros homi

Agora uma pros homi…

As mulheres são como Tsunamis: Quando chegam, vêm fazendo onda…
Quando vão embora, levam a casa, a mobília, o carro, enfim, tudo o que encontram pela frente…

é isso, por fernando stickel [ 14:41 ]

homens…

Para mulheres inteligentes e os homens que lidam bem com isso:
 
Os homens bons são feios.
Os homens bonitos não são bons..
Os homens bonitos e bons são gays.
Os homens bonitos, bons e heterossexuais estão casados.
Os homens que não são tão bonitos, mas são bons, não têm dinheiro.
Os homens que não são tão bonitos, mas que são bons e com dinheiro, pensam que só estamos atrás de seu dinheiro.
Os homens bonitos sem dinheiro estão atrás do nosso dinheiro.
Os homens bonitos, que não são tão bons e razoavelmente heterossexuais, não acham que somos suficientemente bonitas.
Os homens que nos acham bonitas e que são heterossexuais, razoavelmente bons e têm dinheiro, são covardes.
Os homens que são razoavelmente bonitos, razoavelmente bons, têm dinheiro e graças a Deus são heterossexuais, são tímidos e nunca dão o primeiro passo!
Os homens que nunca dão o primeiro passo, automáticamente perdem o interesse em nós quando tomamos a iniciativa.

Moral da História:

Homens são como um bom vinho.
Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá- los e mantê-los no escuro até que amadureçam tornando-se algo com quem gostaríamos de sair para jantar.

é isso, por fernando stickel [ 12:43 ]

sylvia moreira


Recebo da minha amiga Sylvia Moreira as fotos do almoço de seu aniversário de 54 anos.
Ao fundo, em tons laranja minha tela “Olho no ovo”, e embaixo dela a aniversariante de branco. No sofá, Sandra, eu e Karin Rodrigues, com quem adoro conversar em “Küchen Deutsch”, traduzido literalmente quer dizer alemão da cozinha, ou seja, meio macarrônico… ( o meu, o alemão dela é perfeito)

é isso, por fernando stickel [ 9:31 ]

sexta-feira


Sexta-feira: vai uma cervejinha aí??

é isso, por fernando stickel [ 15:47 ]

tv de banda


TV de banda sim, novela não.

é isso, por fernando stickel [ 19:38 ]

sideways


Cinema sim, novela não.

Mais um dia em que resolvemos não arriscar uma recaida em frente ao raio da TV e fugimos correndo para o cinema. Desta vez foi Sideways no Shopping Jardim Sul, meio longe mas infinitamente melhor que o Belas Artes.
O filme é MARAVILHOSO, bem humorado, positivo, real, daqueles que valorizam a raça humana. Vale um Cheval Blanc 1961.
E vale a idéia de fazer uma viagem com um conversível por aquelas bandas, tomando uns bons vinhos…

é isso, por fernando stickel [ 0:35 ]

chove

Chove em São Paulo. Por hoje, chega.

é isso, por fernando stickel [ 18:18 ]