aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

professor tabor

tabor.jpg
Na foto uma cena da minha infância/adolescência: De guarda pó o querido professor de biologia Albrecht Tabor, e na extrema direita o temido diretor do Colégio Visconde de Porto Seguro, Hamilcar Turelli.
A senhora do meio, me informam meus queridos comentaristas, é a professora de ginástica Elisabeth Kraus Debus.
O Prof. Tabor era uma figura interessantíssima, um verdadeiro cientista à moda antiga, nas férias viajava para lugares exóticos como Galápagos, trazia inúmeros espécimes vegetais e animais e mostrava para a classe. Morreu em circunstancias nebulosas em uma dessas viagens.

Invariavelmente, nas aulas de biologia do primeiro científico acontecia a expulsão de um ou todos os bagunceiros do “fundão”, às vezes, preventivamente, antes da aula começar o Prof.Tabor gritava:
– Stickel prá fora! (eu)
– Clemente prá fora! (Flavio dos Santos Clemente)
– Lima prá fora! (Antonio Carlos Fernandes Lima)
– Pinto prá fora! (Marco Aurelio Pinto de Assis)

Memórias deliciosas, grande Professor Tabor!!


Ele deve estar dizendo: Vejam estes líquenes!!!!!!!

é isso, por fernando stickel [ 12:17 ]

25 comentários

cecilia Donnersmarck Berner

setembro 5th, 2008 at 2:21

Acho que a Senhora no meio era a Dona Elizabeth professora de ginastica do porto Seguro. Isto fazem muitos anos. Acho que fui colega de sua irma Silvia. Me formei no Porto Seguro em 68.Hoje moro em Austin Tx, mas venho muito a Sao Paulo

Vera masagão

outubro 11th, 2008 at 6:09

Fernando
agora você me pegou!!
Também estudei no Porto, e lembrar do professor Tabor foi entrar no tunel do tempo.Obrigada pela oportunidade.!!!!!!!!
Vera Masagão

Gunther Brunckhorst

abril 19th, 2009 at 3:07

Parabéns, Fernando, pela iniciativa, pelos trabalhos, pelas recordações. Também sou admirador, como, provavelmente, todos os alunos do Dr. Tabor, dessa personalidade impar. Tambem estou resgatando a memória do nosso tempo no Porto Seguro. Saudações

Gunther Brunckhorst

abril 19th, 2009 at 3:12

A professora ao lado do Dr. Tabor é a professora de ginástica Elisabeth Kraus Debus, confirmando o comentario da colega Cecilia D. Berner

Annelise Maria Karall (nascida Sack)

maio 31st, 2009 at 22:34

Olá, Fernando! Com saudades do Dr. Tabor, dei de cara com sua página e com esta foto deliciosa!
Também fui aluna do Porto, de ponta a ponta, me formei em 65. Dr. Tabor tinha umas tiradas ótimas, inesquecíveis. Com seu sotaque nos comunicou certa vez que iríamos estudar a mosca Tsetse, que transmite a doença do sono e “muito provavelmente voces todos foram picados por ela” foi seu comentário adicional…

Dorit Staudacher

janeiro 28th, 2010 at 23:18

Só o professor Tabor seria capaz de dar uma risada destas naquele colêgio (!). Foi ele quem mais deixou saudade e, pelo que me consta, praticamente virou um mito. Da professora Frau Kraus só lembro que sempre trabalhava com um tambor, para dar ritmo à ginástica. O Turelli dispensa comentários.

Vilu Salvatore

julho 8th, 2011 at 22:10

Caros,
Também fui aluna do Professor Tabor, no
Des Oiseaux. Guardo lembranças incríveis dele e de suas aulas nos jardins do colégio, no Zoo, no Jardim Botânico. Preciso entrar em contato com algum familiar dele para uma homenagem que depois conto a vocês. Creio que somente no Porto Seguro seria possível alguma informação mas no site o acesso é somente para alunos e professores. Agradeço qualquer informação. Obrigada

fernando stickel

julho 11th, 2011 at 20:46

Vilu,
Mesmo na época em que o Tabor era vivo sua vida pessoal era um mistério… agora, décadas depois de seu falecimento então…

Brigitte Voellmy

abril 29th, 2013 at 21:16

Tambem me lembro tao bem do Tabor… Estive na escola com a sua irma Silvia Stickel??

Helga Girardi

maio 7th, 2013 at 21:26

Dr. Tabor era único. Me lebro como expulsava os mais bagunceiros, com um sonoro: Fôôôrrra da classse…. E se o Turelli apontava no corredor, os bagunceiros pediam para entrar, e o Tabor deixava. Mas é claro que depois que o Turelli terminava a ronda, eles tinham que voltar para fora…..
E a demonstração de como uma ostra se movimenta. O Tabor abrindo e fechando os braços e dando os saltinhos para trás…. era demais

angela scheliga

outubro 15th, 2013 at 15:33

Caro Fernando, tomei a liberdade de utilizar a foto do Prof Tabor para homenageá-lo hoje no Facebook.
abs
Angela (turma formada em 73)

fernando stickel

outubro 15th, 2013 at 16:06

Com prazer, Angela!

jose ignacio

setembro 17th, 2014 at 11:14

Que boas lembranças todos nos temos do professor Tabor! Estudei no Liceu Coração de Jesus e meus primos no Porto Seguro, todos aprendemmos muito com ele e nos deliciavamos quando retornava de suas viagens exóticas, contando tudo o que pesquisara. Nos fez amar a botânica e a biologia e nos indicou o caminho do respeito à Natureza!

hans w. schluepmann

setembro 20th, 2014 at 17:36

Quem abriu o “bico de Bunsen”….Schlüpmann 10
páginas!!!!Na aula seguinte precisava levar 10 paginas com matérias das aulas que copiávamos!!!
Uma figura!

Sylvino Cintra de Souza Junior

maio 19th, 2015 at 14:21

Prezado Fernando,
Estou recebendo um enorme presente dado por vc com noticias do Prof. Tabor. Fui seu aluno no Colégio Rio Branco nos anos de 1966,1967 e 1968. No primeiro ano, ainda sem fazer parte da turma da bagunça, conquistei sua amizade em razão do grande interesse que tinha pela botânica e a zoologia. Minhas notas eram sempre elevadas, o que me revigorava em aprender mais e mais as lições do mestre.
No 2º e 3º ano, passei a fazer parte da turma da bagunça e, durante o mês, recebia alguns zeros (geros),mas ao chegar no momento das provas estudava muito e continuava a ter notas muito boas, fato este que fazia o velho e querido professor desprezar os zeros que eu havia acumulado em razão da “bagunça”. Passados tantos anos, como gostaria de estar diante do Prof. Tabor e poder dizer-lhe:” VALEU GRANDE MESTRE!”. Muito obrigado por ter-me ajudado a moldar o meu caráter….e porque não dizer, o conhecimento que me foi transferido em botânica e zoologia. Abraço afetuoso.

fernando stickel

maio 20th, 2015 at 17:42

Sylvino, vc tem por acaso alguma foto do grande mestre?

Sylvino Cintra de Souza Junior

julho 9th, 2015 at 16:16

Prezado Fernando…lamentavelmente não. É uma pena. Ás várias imagens do mestre encontram-se gravadas somente na memória. Um grande abraço.Sylvino.

rodolfo geiser

julho 24th, 2015 at 13:31

Caros, Estudei no Dante e não fui aluno do Prof. Tabor. Mas só ouvia falar dele, inclusive por uns primos que estudaram no Porto Seguro. Sou eng. agr. paisagista. Estou escrevendo um texto intitulado “O Segredo da Botânica” e me interessa saber mais historias das viagens do professor Tabor. Sua religiosidade no sentido de “estra ligado com a Natureza”, não forçosamente sendo crente em deus. Essas coisas. Agradeço muito desde já.Rodolfo

Mario Pagliaricci

outubro 31st, 2015 at 17:54

Prezados colegas ex-alunos do Prof. Tabor,
Cursei o Científico no Liceu Coração de Jesus entre 53 e 55 onde tive o privilegio de ter sido seu aluno.
Por influência de pai e tio engenheiros e por gostar muito de matemática e física, escolhi ciências exatas, especificamente engenharia, desde a infância.

Entretanto, as aulas do Mestre me fizeram gostar tanto de biologia que cheguei a duvidar da escolha feita.

Será que não teria sido melhor cursar Biologia como meu colega de turma Sergio de Almeida Rodrigues que entrou na Medicina Pinheiros, pediu desligamento, cursou Biologia, seguiu carreira acadêmica e chegou a Professor Titular de Biologia da USP ?

Apesar do encanto, acho que não. Mantive a escolha feita a após mais de 50 anos de exercício da profissão continuo encantado com ela.

Entretanto sobrou uma dúvida.
Será que hoje eu não seria um geneticista, se nas aulas do Mestre eu tivesse sido apresentado ao DNA ?

Não sei responder mesmo.

Em tempo: Não fui apresentado ao DNA pois ele só ganhou notoriedade em 53 quando seus descobridores ganharam o Nobel.

Quanto à pergunta que o Stickel fez ao Sylvino, referente a alguma foto do Prof. Tabor, eu tenho a solução.
No meu álbum de formatura tenho uma foto em ótimas condições.
Se alguém estiver interessado, solicite por email.
O meu é mpagliaricci@uol.com.br
Um abraço a todos
Pagliaricci

fernando stickel

novembro 2nd, 2015 at 22:22

Obrigado Mario, já te enviei e-mail.

Betinha

fevereiro 18th, 2017 at 16:02

… acho q todos os ex-alunos do Tabor têm saudades dele.
Foi meu professor, mas no Des Oiseaux.

fernando stickel

fevereiro 20th, 2017 at 13:53

Sim, o Tabor era apaixonante!

Quinho (Joaquim Feneberg)

junho 4th, 2018 at 9:16

Bom dia Gunther
Me liga 9971523147
Estou precisando falar com voce sobre o YCSA

Hanns J.G.Langer

abril 5th, 2021 at 15:16

Fui aluno do Prof.Tabor, me lembro de muitos relatos. Me formei em 1965. Até hoje lembro que quando ele falava no tripanossoma cruzi, ele puxava o “u” :Cruuuuzi. Lembro como se fosse hoje. Muitas saudades

fernando stickel

abril 5th, 2021 at 15:23

Sim Hanns, muitas saudades!

Deixe seu comentário