aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘fernanda stickel’

r. tucumã 141

Morei no final dos anos 70 em um delicioso prédio de três andares sobre pilotis na R. Tucumã 141, em frente à entrada principal do Clube Pinheiros. Lá nasceram meus dois filhos mais velhos, Fernanda em 1977 e Antonio em 1979.
Por pouco naquela época o condomínio não conseguiu destruir o maravilhoso painel da fachada do prédio, de autoria desconhecida.
Através de uma “Comissão de Obras” os arquitetos Tito Livio Fraschino e Helio de Maria Penteado, entre outros vizinhos, argumentavam que o painel era de “mau gosto” e queriam destrui-lo, substituindo a fachada por “brises”, que consideravam uma solução arquitetônica mais limpa e “elegante”.
Então pensei assim:

Que destruam tudo, mas não vão destruir o meu prédio!!!

Pedi para o meu amigo Joaquim cunha Bueno Marques fotografar o prédio, preparei um abaixo assinado com as fotos e fui à luta. De um total de 80 assinaturas que reuni, destacam-se as de:
Pietro Maria Bardi
João Batista Vilanova Artigas
Benedito Lima de Toledo
Wesley Duke Lee
Cesar Giobbi
Modesto Carvalhosa
Salvador Candia
Roberto Aflalo
Maureen Bisilliat
Carlos Alberto Fajardo
Paulo Mendes da Rocha
Julio Moreno
Após o assunto aparecer em destaque no Jornal da Tarde e no Bom Dia São Paulo da Rede Globo, em Outubro de 1978, nunca mais se falou no assunto, o condomínio e sua “Comissão de Obras” calaram-se sobre o assunto e o painel continua lá, firme, forte e lindo.
Hoje meu irmão Neco Stickel mora no prédio e continua zelando por sua integridade.


Eu no apartamento 208.

é isso, por fernando stickel [ 15:55 ]

aniversário do antonio

Hoje, 25/11 é o aniversário do meu filho Antonio. Parabéns pelos 24, querido!
O aniversariante, ladeado pelo irmão Arthur e pela mãe Iris fala com a irmã Fernanda em Barcelona.

é isso, por fernando stickel [ 15:11 ]

polaroid de 1982

Polaroid de 1982, meus filhos Fernanda e Antonio em Campos do Jordão.
Hoje ele é videomaker de sucesso, 24 anos, e ela, com 26 fazendo pós-graduação em jornalismo em Barcelona.

é isso, por fernando stickel [ 19:57 ]

mais uma de barcelona

Mais uma de Barcelona.
Ana Maria, Fernanda, Martha e Erico.

é isso, por fernando stickel [ 10:14 ]

barcelona, visitando a neta

Em Barcelona, visitando a neta, meu pai, minha mãe, a própria Fernanda e a minha irmã.

é isso, por fernando stickel [ 19:18 ]

fernanda completa 26 anos

29 de Outubro 2003, minha querida filha Fernanda completa 26 anos lá em Barcelona, e acabou de comprar uma bicicleta azul marca Gitane, presente dos avós. Bons passeios, feliz aniversário!!!

é isso, por fernando stickel [ 10:32 ]

e-mail da filhota

Recebo e-mail da querida filhota Fernanda:

olá família!!!
junto com o sucesso do início do meu curso de pós, saiu hoje a matéria da viagem no site do luciano huck.
na verdade não gostei muito, mas já é um começo né???
clicar primeiro no “diversão”, e depois no “viagem”
depois me falem oq acharam. pai, pode publicar no seu blog, tá?
um besote, fê

é isso, por fernando stickel [ 9:40 ]

fernanda em barcelona

Últimos dias de férias da minha filha Fernanda em Barcelona. Na próxima semana começam as aulas na pós-graduação em jornalismo. Ela está falando o espanhol com perfeição, já o meu portunhol é um desastre…

é isso, por fernando stickel [ 9:21 ]

minha filha fernanda

Minha filha Fernanda, quarta da esquerda para a direita, no meio das amigas, em Barcelona!

é isso, por fernando stickel [ 16:50 ]

dia dos pais

Almoço de dia dos pais, muito gostoso, calmo e bem-humorado, com Antonio e Arthur. Posso desejar mais do que isso? Só a presença da Fernanda, que agora está longe, em Barcelona…
A foto quem tirou foi o meu amigo Zé Nicolau, que encontrei no restaurante.

é isso, por fernando stickel [ 16:24 ]

embarcou

Fernanda embarcou para Barcelona, muita emoção, acho que vai ser ótimo!
As amigas foram ao aeroporto dar tchau… O irmão e a mãe também.

é isso, por fernando stickel [ 20:50 ]

meus filhos

Meus filhos, Fernanda, Arthur e Antonio.
Fernanda embarca neste sábado para Barcelona, onde fará pós-graduação em jornalismo. Já estou com saudades…

é isso, por fernando stickel [ 20:53 ]

fotos da viajem

Outras fotos interessantes da viajem no site do Luciano Huck, clique em DIVERSÃO e depois VIAGEM)
CHILE: PISCO NA CABECA
Por Carol Ramos
O casamento de amigos – ele brasileiro e ela chilena -, em Santiago, foi um belo motivo para a produtora Fernanda Stickel, 25, botar a mochila nas costas e se jogar numa viagem de carro ate o Chile, com mais três amigos. E Fe adorou a experiência de viajar só com homens: “Eles são mais tranqüilos e contemplativos, não tem aquela euforia de não parar de falar. Mas são enrolados e demoram horas para tomar uma decisão!”.
Eles saíram de São Paulo em janeiro desse ano, passando por Ibiraquera (SC), Rosário do Sul (RS) e Uruguaiana (fronteira Brasil/ Argentina), ate chegar em Buenos Aires. O pit stop na capital Argentina era obrigatório: Pablo, um dos viajantes, tem família lá e o carro estava com problemas técnicos. Ansiosos para chegarem em Santiago pelo menos um dia antes do casório, passaram só uma noite em Buenos Aires e seguiram para Mercedes, outra paragem Argentina. “Gostaria de conhecer melhor alguns lugares que não desbravamos. Ibiraquera e uma praia linda e tem ate um rio. Ouvir dizer que Mendonça produz vinhos maravilhosos e Bueno Aires também merecia mais dias. Mas queríamos atravessar logo a Cordilheira”, lembra Fe.
Em Santiago, ficaram na casa de Macarena, a noiva. O imóvel, que ia ser vendido, estava vazio e foi dominado por colchões e sacos de dormir de vários convidados da festa, inclusive amigos que moravam na Europa. Pablo, Guido e Diogo, que viajavam com a Fê, ficaram no “subterrâneo rojo”, um estúdio de musica que tinha até uma bateria, no subsolo da casa. E claro que os meninos, que tinham levado alguns instrumentos, fizeram muito barulho.
O casamento aconteceu num lugar maravilhoso- tinha até lago – e rolou a luz do dia: no verão chileno a noite só começa a cair depois das nove. A festa então, estragação total, graças ao pisco, bebida tradicional chilena de alto teor alcoólico. Por ser muito suave, parece inofensivo, mas é tão forte que os chilenos aconselham, para não ficar com ressaca no dia seguinte, tomar MUITA água e duas aspirinas antes de dormir. No caso da nossa querida Fê, nem isso adiantou.
Em uma semana na capital chilena, fizeram os principais passeios, como os Cerros (San Cristoban e Santa Luzia), montanhas onde da para ver a cidade, o centro histórico, o mercado municipal e as praias de Vina Del Mar e Valparaiso, onde dá para passar um dia e voltar para a capital. E as baladas, Fe? “Fizemos também algumas baladas no Bar Central, na Providencia, e uma feijoada para os chilenos!”
De Santiago, seguiram em direção ao deserto do Atacama, pelo litoral, e conheceram três praias. “A primeira, Maintencillo, e uma praia de surfistas e parece com as praias do Sul do Brasil, bem bonita”, conta Fe. Depois de duas noites por lá, numa casinha alugada, seguiram para a Bahia Inglesa, uma praia com águas tranqüilas e muito geladas, como em todo o Pacifico. Mais familiar, a Bahia Inglesa e cheia de campings e foi lá que eles dormiram antes de seguir viagem. “Essa praia, no meio do deserto, é impressionante”, conta Fe. Em Antofagasta, uma praia maior e com mais estrutura de restaurantes e pousadas, fizeram uma descoberta antropológica: o centro da cidade e lotado de putas.
Depois de uma semana pelo litoral chegaram em San Pedro, que, além de linda, charmosa e cheia de jovens do mundo inteiro, e a cidade portal do deserto. De lá, a galera pode ir para vários lugares, como as Cejas (lagoas de águas salgadas, onde se pode boiar como no Mar Morto), os Geisers (montanhas de quase 5 mil metros de altitude de onde sai água quente do solo), as Lagunas (que ficam perto da Bolivia ), as ruínas (o por do sol lá e espetacular), o Salar (paisagem branca devido ao solo formado de sal, cheia de flamingos) e os vales da Morte e da Lua (passeios de bike). Para fazer os passeios, ou você tem um carro (de preferência uma 4 x 4) ou você paga por eles. “No verão é tão quente que ninguém sai para os passeios antes das quatro da tarde. Por isso, há muitas coisas para se fazer a noite, como ir para um vale com uma galera e levar pisco e vinho” , conta Fe, que voltou para São Paulo de ônibus e gastou US$ 500 em um mês no Chile.

é isso, por fernando stickel [ 10:40 ]

as primas

Almoço de dia das mães.
As primas Joana Chamma e Fernanda Stickel.

é isso, por fernando stickel [ 19:11 ]