aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

vila olímpia

arte na vila olímpia


Acabei de fazer mais uma longa caminhada fotográfica pela Vila Olímpia. É impressionante a enorme quantidade de oficinas mecânicas, troca de óleo, auto-elétrico, etc… que ainda se encontram por aqui.

é isso, por fernando stickel [ 17:25 ]

hordas de imbecis

Jantei muito bem com a minha gata no La Tarttine, uma noite agradabilíssima, com lua cheia, ou quase cheia num céu azul marinho.
O problema é a volta para casa, pois moro na Vila Olímpia e a estas alturas hordas de pessoas absolutamente idiotizadas, cometem de dentro dos seus carros as maiores barbaridades, passar no farol vermelho e buzinar sem parar são apenas as manifestações “light” deste bando de completos imbecis, que vem aqui “se divertir”.

é isso, por fernando stickel [ 0:05 ]

fotos na vila olímpia

Hoje saí pela terceira vez consecutiva andando pelas ruas da Vila Olímpia e fotografando. Acho que estou descobrindo uma coisa que funciona. Os comentários sobre esta série de fotos lá no Fotolog indicam que algo de bom e novo está no ar. Eu estou satisfeito e adorando dar sequência ao trabalho, vamos ver pra que lado vai.

é isso, por fernando stickel [ 14:47 ]

pela vila olímpia

Andanças pela Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 19:49 ]

sábado na vila olímpia

Manhã de sábado na Vila Olímpia.

é isso, por fernando stickel [ 12:35 ]

tarde de sexta-feira

Final de tarde de sexta-feira em São Paulo.

é isso, por fernando stickel [ 17:34 ]

tarde cai fria

… e a tarde cai mais fria ainda que a manhã de hoje. A noite promete ser gelada!

é isso, por fernando stickel [ 17:54 ]

final de tarde glorioso

Diz a sabedoria popular:

Não há mal que sempre dure nem alegria que não se acabe.

E o dia se abriu num final de tarde glorioso sobre a Vila Olímpia, que mostro aqui em 180 graus da minha janela.

é isso, por fernando stickel [ 17:46 ]

jantar em homenagem


9 Março, 20:30, neste cenário montado com maestria pela arquiteta Sandra Pierzchalski no meu estúdio na Vila Olímpia, Sandra e eu fizemos agradável jantar em homenagem ao João Rendeiro. A preparação foi minuciosa, exaustiva, e o resultado, modéstia à parte, excelente.

é isso, por fernando stickel [ 12:23 ]

domingo garoento

Domingo garoento, depois o sol.
Então o Bem-Te-Vi meu vizinho pousa no cabo X-3 do transformador e canta BEMMMmmm te VIIIIiiiiiii…

é isso, por fernando stickel [ 12:24 ]

tragédia se renova

Enquanto no córrego do Aricanduva a tragédia se renova, aqui na Vila Olímpia esta cena celestial.

é isso, por fernando stickel [ 19:08 ]

aniversário do blog

Aqui em São Paulo, Vila Olímpia, mais ou menos neste horário, há exatamente um ano atrás eu me degladiava com o Blogger para colocar este blog no ar. Por volta das 3 da madrugada, bêbado, exausto e feliz dei à luz “aqui tem coisa”.
Feliz aniversário!!

é isso, por fernando stickel [ 1:54 ]

…e chove em sp…

…e chove na Vila Olímpia em SP…

é isso, por fernando stickel [ 10:14 ]

vai chover…

Vai chover na Vila Olímpia…

é isso, por fernando stickel [ 19:39 ]

final da tarde

Final da tarde na Vila Olímpia, em SP.

é isso, por fernando stickel [ 22:15 ]

árvores

Mais um capítulo da tragédia “BRASILEIRO ODEIA ÁRVORE”

helio.jpg
A Prefeitura de São Paulo continua sendo a maior responsável pelo corte de árvores na cidade.
Hoje, na Av. Helio Pellegrino, o corte continua. Uma árvore igual a esta foi sumáriamente executada. Alguns meses atrás liquidaram quatro seringueiras.

é isso, por fernando stickel [ 18:44 ]

bem-te-vi na nova cidade

Este bem-te-vi mora na árvore em frente ao meu estúdio, na R. Nova Cidade. Hoje ele posou para mim, com calma e elegância…

é isso, por fernando stickel [ 16:32 ]

evento da natureza


Um dos eventos da natureza mais engraçados que já vivi foi o surgimento espontâneo de fumo (Nicotiana tabacum L. ) no meu jardim da R. Ribeirão Claro, em plena Vila Olímpia.
Aconteceu assim: Havia no meu jardim uma grande área cimentada, a qual decidi demolir e nela plantar grama.
A demolição foi feita, e lá ficou aquela grande área de terra exposta aos elementos, esperando a grama. Começou a nascer um mato, o mato cresceu, ficou enorme, nunca havia visto folhas tão grandes, até que um dia chegou um senhor sabido das coisas e disse assim:
-Seu Fernando, plantou fumo?
E eu:
– Fumo?
– É, essa planta é fumo!
Nunca saberei donde veio tanto fumo!!

é isso, por fernando stickel [ 17:53 ]