aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘música’

campos do jordão


Em Campos do Jordão hoje encontra-se de tudo, do pior ao melhor.
O pior é providenciado pelo próprio prefeito, como por exemplo neste fim de semana shows com música altíssima, impedindo o sono a distâncias incrívelmente longas.
O melhor, a natureza e o festival de música.

é isso, por fernando stickel [ 9:03 ]

loja loja


Recebi este ano não mais que uma dúzia de cartões de natal. Brindes não chegam mais, faz muito, muito tempo que a crise os matou.

Pois não é que a Loja Loja me surpreendeu, enviando coloridíssimo brinde, repleto de charme, boa música e bom-humor!
Trata-se de uma das melhores (e baratas) combinações da cidade.
Um restaurante delicioso, estilo bistrot francês, o La Tartine com uma loja deliciosa ao lado.
Obrigado! Bom-humor é tudo que estamos precisando!

La Tartine: R. Fernando de Albuquerque 267 Cerqueira César 3259-2090
Loja Loja: R. Fernando de Albuquerque 255 Cerqueira César 3120-5320

é isso, por fernando stickel [ 10:55 ]

casamento no hotel


Assistimos a parte de outro casamento no nosso hotel em Buenos Aires.
Os noivos chegaram, foram aplaudidos pelos transeuntes e dançaram na calçada ao som dos “mariachis”.

é isso, por fernando stickel [ 11:32 ]

arcadi volodos


Arcadi Volodos, 35 anos nascido em São Petersburgo, gênio e demônio do piano, fechou com chave de ouro a temporada 2005 da Cultura Artística.
Tocou Scubert e Liszt, foi aplaudido longamente de pé e deu entre 5 e 10 bis (perdi a conta, de tanta beleza e emoção)
Fiz as pazes definitivamente com a música clássica, graças ao jovem Volodos e também a estes grandes momentos:

Orquestra Filarmônica de Israel, regida por Zubin Mehta, Sinfonia Nº 6 em Lá menor – “Trágica” – de Gustav Mahler.

Rafael Frühbeck de Burgos comandou a Orquestra Filarmônica de Dresden: Brahms – Sinfonia Nº 3; Respighi – Fontane de Roma; Stravinsky – O pássaro de fogo

é isso, por fernando stickel [ 16:24 ]

rafael frühbeck


Acho que fiz definitivamente as pazes com a música clássica no concerto de ontem no Cultura Artística.
O excelente regente Rafael Frühbeck de Burgos comandou a Orquestra Filarmônica de Dresden num programa impecável:
Brahms – Sinfonia Nº 3
Respighi – Fontane de Roma
Stravinsky – O pássaro de fogo
Prazer total. O auditório aplaudiu de pé, em massa.

é isso, por fernando stickel [ 13:04 ]

dois filhos de francisco


2 filhos de Francisco
Excelente filme. A história é fantástica, o roteiro impecável, fotografia linda, atores perfeitos, trilha deliciosa. Produção, figurino, tudo 100%, quem não viu, vá.

(e olha que NÃO gosto de música sertaneja)

No meio desta merda toda que estamos vivendo é uma luz na escuridão.

é isso, por fernando stickel [ 9:00 ]

hans-joachim koellreuter


Foto: Wilson Melo

Morreu o maestro e compositor alemão Hans-Joachim Koellreuter, aos 90 anos.
Nascido em Freiburg, Alemanha, em 2 de setembro de 1915, Koellreuter chegou ao Brasil em novembro de 1937, época em que estava muito influenciado pelo dodecafonismo de Schoenberg.
Qualquer pessoa que estudou música sabe da enorme importância do Koellreuter para a nossa música e a formação dos nossos músicos, Tom Jobim entre eles.

é isso, por fernando stickel [ 9:09 ]

gustav mahler


Ontem na Sala São Paulo ouvi algo que me marcou profundamente.
A Orquestra Filarmônica de Israel, regida por Zubin Mehta tocou a Sinfonia Nº 6 em Lá menor – “Trágica” – de Gustav Mahler.
Composta entre 1903 e 1904, contém um enorme acervo de modernidades, celeiro fértil para Schönberg, Berg e Webern.

Longa, densa, pesada e maravilhosa, reavivou as minhas células musicais mais escondidas.

é isso, por fernando stickel [ 10:36 ]

wynton marsalis


Wynton Marsalis e sua Lincoln Center Jazz Orchestra na Sala São Paulo, uma combinação de primeira para combater o delúbio de novidades de quinta.

é isso, por fernando stickel [ 9:56 ]

antonio meneses


Foto: Marco Borggreve

Há um ano atrás tive um reencontro com a música clássica assistindo ao vivo o fabuloso pianista Nelson Freire.
Agora novo capítulo do reencontro com o mestre Antonio Meneses, tocando violoncelo solo, Suites de Bach no Cultura Artística. Não é um programa fácil para quem, como eu, estava completamente afastado dos clássicos. Mas foi bom, inclusive pela surpresa com a excelente peça do compositor brasileiro Marco Padilha – Invocatio Op. 21 nº 1 – Peça de Introdução à Suíte nº 6 de J. S. Bach.

é isso, por fernando stickel [ 12:34 ]

abbondio e caio


Meus amigos Abbondio e Caio, carregando debaixo do braço 40 LPs da minha coleção de jazz, para serem devidamente lavados, gravados e transformados em CD, em seleções que só estes dois aficcionados da boa música sabem fazer.

é isso, por fernando stickel [ 12:46 ]

joaquim faleceu

No domingo, dia em que o Joaquim Marques faleceu, recebi dois estranhos recados telefônicos:
Por volta do meio-dia eu já sabia da morte do meu amigo e estava no banho me preparando para ir ao hospital, quando recebi no celular uma mensagem, constando apenas de longo trecho de uma sinfonia para fagote, muito bonita, não soube identificar o autor.
À noite, por volta das 19h estava comendo uma pizza com meus filhos e na minha secretária eletrônica de casa recebi um novo trecho de música clássica, mais curto. Em ambos os recados, nenhuma palavra. O recado do celular ainda escutei duas ou três vezes tentando entender quem estaria por trás, sobrou apenas uma melancólica curiosidade.

é isso, por fernando stickel [ 1:57 ]

ray charles


Morre o “gênio do soul” Ray Charles.
Foi cedo, vou sentir falta dele.

é isso, por fernando stickel [ 0:12 ]

lisboa no domingo

Chegamos a Lisboa num domingo, largamos as malas no hotel e saimos andando pelo bairro Chiado. Lá pelas tantas um gostoso jazz emana pelas ruas, procurando a origem entramos no Teatro Municipal e encontramos esta deliciosa e gratuita jam session.

é isso, por fernando stickel [ 10:56 ]

nelson freire

Foto: Mathias Coaracy
Na minha infância, adolescência e práticamente até os 30 anos ocupei-me bastante com a música clássica. Flauta doce, coral e clarineta. Os momentos de glória desta experiência musical foram os megaconcertos regidos pelo falecido maestro Roberto Schnorrenberg no Teatro Municipal de São Paulo nos anos 60, com a presença no palco de três corais, Conjunto Coral de Câmara de São Paulo, Collegium Musicum e Ars Viva de Santos, somando mais de 100 vozes e orquestra sinfônica completa, apresentando, por exemplo, o VESPRO DELLA BEATA VERGINE.
Após esta época acho que tive uma overdose de música clássica e me desinteressei por completo, parei de frequentar concertos e de estudar música, sem deixar de ouvi-la, no entanto, pela FM Cultura. Meu interesse voltou-se para o jazz, pelo qual sou apaixonado, arranhando até o estudo de saxofone, sem muito sucesso.
Recentemente vi o filme sobre o pianista Nelson Freire e adorei. Hoje acho que finalmente fiz as pazes com os concertos de musica clássica ao escutar este apaixonante PIANISTA ao vivo no Teatro Municipal de São Paulo, tocando com a Orquestra Sinfônica Municipal, regida por Ira Levin, o Concerto de Schumann em lá menor para piano e orquestra, Opus 54.

é isso, por fernando stickel [ 0:05 ]

bolachas e mahler

Andei curtindo uns LPs antigos, sim, as queridas bolachas.
Basta lavá-los com água e sabão neutro, secar com uma toalha macia, e se o LP não sofreu muitos desaforos vida afora, o som é perfeito.
Agora, tem umas coisas chatas de doer, os entendidos de música clássica que me corrijam, mas a sinfonia de Mahler que escutei hoje à tarde, pelamordedeus…

é isso, por fernando stickel [ 19:56 ]