aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

ecologia

dia mundial sem carro

Copiei do Marcelo Tas:

Quando a idéia encontra a forma.

Em apoio ao Dia Mundial Sem Carro, este próximo sábado, 22/9, a Cartabranca, coletivo dos artistas Marco Versolato e Rebecca Barreto, com grafiteiros e fotográfos, realizaram uma intervenção dentro do tunel Ayrton Senna, em São Paulo.

Vassouras e panos secos removeram a fuligem na parede do túnel para deixar surgir as mensagens para a população que por ali passa em direção às suas vidas cada vez mais apressadas e poluídas:

Ande.
Vá de bicicleta.
Pegue ônibus.
Use o metrô.
Por menos poluição.
22/09: Dia Mundial Sem Carro

A idéia de escrever limpando a parede deixa escancarado o grau da poluição que atinge a cidade e que compromete a qualidade de vida dos paulistanos.
A extensão da intervenção é de 700 metros de comprimento, cada letra tem 4 metros de largura por 2 metros de altura. Esta mensagem foi enviada ao blog pelos próprios artistas, a quem agradecemos.

Feliz dia sem carro a todos!

é isso, por fernando stickel [ 17:54 ]

cigarras

A maior concentração de cigarras que jamais ouvi, cada árvore desta reserva natural, o “Parco Naturale della Maremma”, na Toscana, deve ter milhares de cigarras, um barulho deliciosamente infernal!

é isso, por fernando stickel [ 12:00 ]

cerro tronador


Excursão ao Cerro Tronador, após três horas no carro e três horas caminhando morro acima, no meio de uma floresta deslumbrante você chega à demonstração cabal do poderio da natureza, a geleira.
Ela está viva, em movimento e não para de fazer barulhos aterradores, a escala deste local é gigantesca, a espessura da camada de gelo é de 20 a 25 metros!

Curiosidade: As três horas de caminhada você faz no meio de um vale, uma garganta profunda de rocha, escavada e ocupada pela geleira a milhões de anos atrás. Olhando as laterais deste vale pode-se perceber as profundas marcas deixadas pela geleira na pedra.

é isso, por fernando stickel [ 10:36 ]

brasileiro odeia árvores

Mais um capítulo da tragédia “BRASILEIRO ODEIA ÁRVORE”


O antes e o depois.

Na esquina da Av. Nova Faria Lima com Av. Helio Pellegrino abriu alguns meses atrás uma padaria 24 horas chamada Maria Passeli. A casa gastou uma nota na reforma do prédio, mas o negócio não decolou. Tinha tudo para ser nota 10, mas não foi.
Aí começam os recursos “inteligentes”, como por exemplo podar drásticamente as maravilhosas tipuanas para dar visibilidade ao lindo logotipo “24h” na fachada.
Mais um pouco chamam a Prefeitura para acabar de derrubar as árvores, alegando provavelmente que elas estão prejudicando o negócio.

é isso, por fernando stickel [ 18:24 ]

vergonha

Mais um capítulo da tragédia “BRASILEIRO ODEIA ÁRVORE”


Tem certas coisas que não consigo entender, por mais que me esforce. Uma delas é o fenômeno que eu genéricamente chamo de:
“Brasileiro odeia árvores”
Hoje encontro mais uma manifestação deste odioso e burro fenômeno na esquina das ruas Araguari e Visconde de Cachoeira, no bairro de Moema.
Uma árvore evidentemente saudável, sem obstruir nada nem ninguém, sofre tentativa de assassinato, executado por alguém que, além de ser um imbecil completo ainda por luxo é incompetente, pois não conseguiu completar o assassinato.

Como diria o Boris, ISTO É UMA VERGONHA!

é isso, por fernando stickel [ 0:28 ]

josé guedes

Mais um capítulo da tragédia “BRASILEIRO ODEIA ÁRVORE”


Taí um projeto que eu gostaria de ter assinado:

JOSÉ GUEDES
Indignação com arte.
Quem circula por algumas ruas da Aldeota, em Fortaleza, pode se deparar com intervenções do artista plástico José Guedes. As obras, que fazem parte do Projeto Cortes, vem transformando troncos de árvore em arte. E levando as pessoas a refletir sobre a derrubada indiscriminada de árvores na Capital cearense. Um protesto silencioso e poético sobre a devastação da natureza em nome de um suposto progresso.”

é isso, por fernando stickel [ 8:41 ]

bem-te-vi na nova cidade

Este bem-te-vi mora na árvore em frente ao meu estúdio, na R. Nova Cidade. Hoje ele posou para mim, com calma e elegância…

é isso, por fernando stickel [ 16:32 ]

evento da natureza

Um dos eventos da natureza mais engraçados que já vivi foi o surgimento espontâneo de fumo (Nicotiana tabacum L. ) no meu jardim, em plena Vila Olímpia.
Aconteceu assim: Havia no meu jardim uma grande área cimentada, a qual decidi demolir e nela plantar grama.
A demolição foi feita, e lá ficou aquela grande área de terra exposta aos elementos. Começou a nascer um mato, o mato cresceu, ficou enorme, nunca havia visto folhas tão grandes, até que um dia chegou um senhor sabido das coisas e disse assim:
-Seu Fernando, plantou fumo?
E eu:
– Fumo?
– É, essa planta é fumo!
Nunca saberei donde veio tanto fumo!!

é isso, por fernando stickel [ 17:53 ]

aqui está aqui ficará

AQUI ESTÁ
AQUI FICARÁ
Trabalho fotográfico que fiz na Reserva Ecológica da Juréia em 1987.

é isso, por fernando stickel [ 21:35 ]